Headless commerce: o que é, vantagens e como aplicar no seu negócio

Headless commerce, ou “comércio sem cabeça”, como é traduzido, se trata de uma solução que separa o front-end (parte visual) de um sistema, da sua programação (back-end). Isso ocorre para que haja uma maior flexibilidade do sistema, sendo possivel personalizar uma loja virtual e começar uma estratégia omnichannel sem maiores problemas.

Os consumidores de hoje exigem controle total sobre a forma que consomem.

Aguardar o dia para ir em uma loja ou acessar um e-commerce por meio de um computador desktop para fazer uma compra já se foram.

As pessoas esperam comprar em movimento!

O headless commerce torna essa demanda do consumidor uma realidade para o seu negócio.

Ou seja, separar o front-end do back-end permite dissociar o desenvolvimento e focar apenas na interação com o cliente, sem se preocupar com o impacto nos sistemas críticos de back-end.

Mas o que isso significa na prática? É o que explicamos neste artigo. Acompanhe!

O que é headless commerce?

Headless commerce é uma arquitetura na qual o front-end (vitrine) e o back-end (funcionalidades de comércio eletrônico) são separados.

Em outras palavras, seu sistema de back-end pode ser conectado ao front-end de sua escolha.

Eles são independentes e podem ser alterados sem afetar um ao outro.

Os desenvolvedores podem, então, usar APIs para entregar recursos como produtos, postagens de blog ou avaliações de clientes para qualquer tela ou dispositivo.

Enquanto os desenvolvedores de front-end podem trabalhar em como apresentar esse conteúdo usando qualquer estrutura que desejarem.

Basicamente, todos os elementos funcionais (como formulários, blog, banners, produtos etc.) do sistema podem ser gerenciados programaticamente.

Isso inclui a criação e o gerenciamento dos componentes de conteúdo.

Como ele funciona?

Um sistema de comércio eletrônico headless funciona passando solicitações entre as camadas de apresentação.

Já de aplicativo, funciona por meio de serviços da Web ou chamadas de interface de programação de aplicativos (API).

Por exemplo, quando o usuário clica em um botão “Comprar agora” em seu smartphone, a camada de apresentação do sistema de comércio eletrônico headless envia uma chamada de API para a camada do aplicativo para processar o pedido.

A camada de aplicativo envia outra chamada de API para mostrar ao cliente o status de seu pedido.

Quais são seus benefícios?

As empresas estão constantemente competindo por reconhecimento de marca, ao mesmo tempo que lidam com custos crescentes de aquisição de clientes.

Nesse cenário, alavancar a tecnologia headless para se destacar é uma jogada inteligente.

Aqui estão algumas das vantagens essenciais que ela pode oferecer para o seu negócio.

Integração perfeita

À medida que os sistemas de comércio eletrônico mudam de tempos em tempos, as plataformas headless têm a vantagem de oferecer suporte a novas tecnologias e permitir que você crie uma experiência de front-end única, seguindo as tendências do mercado.

Estratégia omnichannel aprimorada

Ao implementar uma solução headless, sua marca não precisa “re-plataformar” a vitrine para melhorar a funcionalidade.

Além disso, seu conteúdo pode ser compartilhado de forma mais eficiente entre os canais.

Como resultado, você pode otimizar a distribuição omnichannel e criar uma experiência unificada para o cliente em todos os seus canais de vendas.

Omnichannel: o que é, vantagens e como aplicar essa estratégia de diferentes canais em seu negócio!

Melhor experiência do cliente

Em comparação com o comércio tradicional, uma abordagem headless ajuda um e-commerce a fornecer uma experiência personalizada ao cliente com mais facilidade.

Ou seja, sua empresa pode conquistar mais clientes e aumentar as vendas.

Marketing mais ágil e criativo

Um sistema headless pode suportar novas tecnologias à medida que elas surgem. Isso é perfeito para projetar novas experiências para o cliente.

Além disso, coloca as equipes de marketing de volta ao comando, onde podem lançar vários sites em diferentes marcas, divisões e portfólios.

Conversão otimizada

Nesse modelo, você pode testar diferentes modelos e abordagens. Por exemplo, você tem a oportunidade de experimentar uma solução de pesquisa de back-end diferente enquanto executa a mesma pesquisa de front-end.

Como resultado, isso permite que você execute testes contínuos e ciclos de otimização que o ajudarão a entender melhor seu cliente, melhorando sua taxa de aprendizado mais rapidamente do que a maioria dos varejistas.

Quais impactos ele traz para os clientes?

A jornada do cliente está se tornando cada vez mais complexa.

Nesse contexto, a combinação entre headless e omnichannel é perfeita, já que as experiências de compra passam a estar disponíveis para consumidores online e offline.

Alguns dos impactos positivos para os clientes são:

  • melhorias instantâneas – assim que você adiciona um novo conteúdo ao seu front-end, esses upgrades são refletidos quase instantaneamente;
  • experiências de usuário e interfaces mais ricas – como você passa a controlar os recursos com os quais os usuários interagem com mais agilidade, é possível ser mais criativo com o conteúdo que compartilha no seu site para criar designs experimentais e saber qual é o preferido dos seus clientes;
  • melhor equilíbrio entre privacidade e personalização – você pode fornecer recomendações personalizadas de produtos, permitir que os clientes salvem carrinhos de compras em dispositivos diferentes e oferecer a opção de pagamento preferida com base no histórico de pedidos de um cliente recorrente.

Como aplicar o headless commerce no seu negócio?

O primeiro passo para começar com uma solução headless é determinar qual plataforma de comércio melhor atende às suas necessidades.

Recomendamos adicionar APIs para pequenas empresas e arquiteturas orientadas a serviços para empresas de nível médio a corporativo.

Em seguida, escolha uma solução de CMS headless e conecte-a aos seus sistemas de back-end usando APIs.

Escolha a plataforma

Você pode usar uma solução monolítica ou baseada em microsserviços para sua plataforma, desde que as APIs exponham o back-end.

O guia completo e definitivo de como escolher uma plataforma de e-commerce!

Escolha um CMS headless

Agora é hora de escolher um sistema para gerenciar seu conteúdo.

Se você está entregando conteúdo para vários canais de apresentação, você precisa de um CMS headless.

Dessa forma, você pode criar conteúdo otimizado para vários canais em uma plataforma e distribuir o conteúdo para diferentes pontos de contato usando APIs.

Sincronize APIs com o CMS headless

Esta etapa final ocorre quando seu CMS está instalado. Sincronizar suas APIs com seu CMS ajuda os dados a fluírem sem problemas.

O headless commerce oferece uma solução para as muitas limitações do comércio monolítico.

Sem dúvidas, esse é o futuro do comércio eletrônico.

Se você pensa que sua loja virtual atual está limitando sua capacidade de fornecer uma experiência única ao cliente ou se suas taxas de conversão estão sendo atingidas por uma loja virtual lenta, uma solução headless é algo a ser levado muito a sério.

Já que estamos falando de estratégias inteligentes, continue seu aprendizado e baixe agora nosso e-book gratuito, para saber como vender pelo WhatsApp e aumentar seu faturamento!

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário