Usabilidade: guia com boas práticas de e-commerce

Nos últimos anos o comércio virtual vem ganhando cada vez mais espaço, com faturamento superior a 60 bilhões de reais apenas em […]

Nos últimos anos o comércio virtual vem ganhando cada vez mais espaço, com faturamento superior a 60 bilhões de reais apenas em 2020. O estilo de vendas denominado como e-commerce pode ser resumido como transações de compra e venda realizadas via aparelhos eletrônicos conectados à, sejam estes notebook, tablet ou smartphone.

O e-commerce existe há quase duas décadas no Brasil e acompanhou o avanço da internet no país. Entretanto, este ganhou destaque durante a pandemia da COVID-19, tendo em vista que a quarentena fez com que as pessoas ficassem mais tempo em casa.

Além da praticidade em se fazer compras sem sair de casa, o e-commerce contribui para a segurança dos clientes e lojistas, evitando aglomerações nas ruas e lojas físicas.

Atualmente, o Brasil é um dos países que mais fazem compras online no mundo e é o mais inserido no comércio digital na América Latina! Com o crescimento da quantidade de lojas virtuais, o preço e os clientes também se diversificaram. 

Embora muitos ainda sentem insegurança na hora de adquirir algo pelos meios digitais, a projeção é que o e-commerce siga se fortalecendo gradativamente. Cabe a nós, profissionais da área, escolhermos se nos adequaremos ao estilo de comércio ou não.

Por isso, preparamos um guia sobre as boas práticas que devem ser seguidas, seja por consumidores ou vendedores. 

Importância do relacionamento entre as partes

 

 

No e-commerce, o contato acontece quase totalmente pela internet. Além disso, com a praticidade dos meios digitais, o consumidor pode escolher com calma, em diferentes lojas e assim, optar pelo produto que mais o agrade. Portanto, é preciso estreitar o vínculo entre o cliente e a empresa a partir de canais integrados entre todas as formas de contato utilizadas: e-mail, telefone, site, redes sociais, mensagens diretas etc.

Pensemos assim: todo mundo é um cliente em potencial para alguma empresa. Imagine que você queira estabelecer uma comunicação com uma loja virtual, mas precisa inserir suas informações várias vezes em diferentes plataformas da mesma. De fato, é desagradável e essa confusão de dados pode ser uma barreira na hora do cliente decidir se efetua ou não uma compra.

Se você é dono de um e-commerce, busque uma única plataforma que integre tudo o que precisa. E não restrinja o contato apenas à entrega do produto ou serviço: o feedback é muito importante para termos a certeza de que estamos indo no caminho certo!

Fique atualizado

 

 

Na internet, as coisas podem mudar rapidamente e devemos estar sempre preparados para o que está por vir. Por isso, procure atualizar constantemente a logística da plataforma que você utiliza para hospedar sua empresa. Você pode utilizar um site, uma plataforma que permite a hospedagem de diversas lojas ou um aplicativo próprio. É importante que sua interface seja objetiva e que direcione o cliente para o que ele deseja sem que tenha muitas dificuldades. 

No Brasil, mais de 40% das compras online são realizadas em smartphones. Que tal priorizar uma plataforma que ofereça ao cliente uma experiência diferenciada e própria para o celular? 

De olho nos prazos

 

 

Se a sua empresa possui serviços direcionados para a cidade em que está localizada, procure reduzir o tempo de entrega ao máximo — garantindo que o cliente tenha uma experiência satisfatória.

Caso você trabalhe com envio de produtos para outras cidades (e até outros países), busque filiar sua entrega com transportadores que também se importem em oferecer atendimento rápido e de qualidade. 

Fuja de fraudes

 

 

Essa dica é importante tanto para os consumidores, quanto para as empresas.

Pessoas mal-intencionadas estão em todos os lugares, mas alguns passos podem auxiliar você a não ser passado para trás.

Aos lojistas, procure contratar sistemas antifraudes que sejam eficientes. Para os consumidores, é recomendado que procure o nome da loja em sites de reclamação/recomendação, leia avaliações reais sobre os produtos e pesquise o histórico da empresa. 

Invista no marketing

 

 

Não se trata apenas de vender. Quando você investe em um marketing de conteúdo de qualidade, aumentam suas chances de prospectar novos consumidores.

É um círculo de experiências, em que são passadas de pessoas para pessoas, decidindo o que ficará em alta e o que não vale a pena ser destacado. Por isso, pesquise sobre assuntos que se relacionem com a área da sua empresa e a respeito do que seus concorrentes estão fazendo para impulsionarem suas próprias empresas.

Por fim, não existem fórmulas mágicas que garantam o sucesso do seu e-commerce. Cabe a você ter, além de perseverança e força de vontade, as plataformas que sejam ideais para o estilo da sua empresa.

Nunca pare de buscar novas ideias, se atualizar e analisar as constantes mudanças que a internet nos traz a cada dia. Invista com segurança, e torne sua empresa digital um modelo para tantas outras!

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário