5 ferramentas para criar um logo profissional online
Loja de material hospitalar online: veja como montar a sua

Fornecedores de Maquiagem: 7 dicas para fazer a escolha certa

Publicado em:

A escolha de fornecedores causa um impacto direto nos processos da empresa e na satisfação dos clientes. A falta de qualidade dos produtos, atrasos nas entregas e preços praticados são os três pontos que refletem lá na ponta: no consumidor final.

Por isso, ter um processo de seleção eficiente e estabelecer boas parcerias são duas questões fundamentais para o sucesso de um negócio. Pensando nisso, resolvemos elaborar este artigo e explicar alguns passos essenciais na hora de contratar fornecedores para revender maquiagem online.

Quer saber quais são eles? Então continue acompanhando a leitura e confira agora mesmo!

1. Fazer uma pesquisa de mercado

Antes de mais nada, é preciso ter em mente quais fornecedores se espera contratar. Faça uma lista com todos eles e, em seguida, realize uma pesquisa de mercado. Procure pesquisar pontos como:

  • reputação da empresa no mercado;
  • grau de satisfação dos clientes;
  • principais motivos de reclamação.

Uma questão que pode ajudar bastante é avaliar a carteira de clientes desse fornecedor e entrar em contato com alguns deles solicitando referências. Nesses casos, é importante perguntar sobre a capacidade de atender as demandas, a qualidade do atendimento, o suporte oferecido, entre outras questões relevantes.

2. Demandar transparência nas negociações

A confiança é um dos pilares de uma relação bem-sucedida. Em parcerias comerciais, ela contribui para que os clientes sejam atendidos da melhor forma possível. Em outras palavras, se a sua empresa conta com fornecedores confiáveis, aumenta-se a segurança de fazer promessas para os consumidores — já que se sabe que existem poucas chances de haver problemas com a entrega.

É por isso que a pesquisa da reputação desses provedores é uma das primeiras etapas a serem realizadas. Além da negociação, a transparência também deve existir depois que as operações já estão em andamento.

Isso implica em uma comunicação fluida, na qual ambas as partes compartilham informações a respeito dos processos e outros dados que sejam relevantes para as atividades.

3. Avaliar o custo-benefício

Antes de começar as compras, é de suma importância conhecer a qualidade dos produtos que são oferecidos. No caso da revenda de maquiagem online, isso é ainda mais importante.

Se você resolve trabalhar com marcas menos conhecidas, possivelmente enfrentará uma dificuldade maior na hora de conquistar determinado público. Porém, se opta por oferecer itens que já estão consolidados e têm a qualidade garantida, fica um pouco mais fácil adotar estratégias para alavancar as vendas.

Além dessa característica, o valor das mercadorias é outro fator que pesa bastante na decisão de escolher fornecedores. Entretanto, é bom lembrar que nem sempre o mais caro é sinônimo de melhor — assim como preço baixo não quer dizer que, necessariamente, o produto é de má qualidade.

Dito isso, podemos afirmar que avaliar o custo-benefício das mercadorias é o melhor critério para a seleção de fornecedores. Assim, você pode vender bons produtos que têm um preço justo.

4. Analisar os prazos e condições de entrega

Também vale a pena verificar os prazos e as condições de entrega praticadas pelo fornecedor. Em um e-commerce, a quantidade de dias que o produto leva para ser entregue ao cliente é um fator que influencia diretamente na decisão de compra.

Isso significa que se seu parceiro de negócios tem uma data limite maior, as suas vendas poderão ser prejudicadas.

Além dessa questão, você também deve avaliar quais são as condições de entrega definidas. Isso inclui as exigências, a cobrança de taxas e, principalmente, as embalagens utilizadas no transporte. Como sabemos, esse é um fator crucial para garantir a integridade dos itens, evitando avarias e a insatisfação dos consumidores.

Outro ponto que não pode ser negligenciado é o prazo de pagamento das faturas. Analise as condições que o seu fornecedor oferece e se elas são viáveis para o seu negócio. Se ele requer o pagamento à vista, por exemplo, dificilmente será possível oferecer uma compra parcelada aos clientes — a não ser que sua empresa conte com um capital de giro capaz de sustentar a operação até os recebimentos.

5. Considerar o valor do frete

Assim como o prazo de entrega é um fator que pode causar a desistência da compra, o preço do frete também pode acarretar essa decisão. Se os valores são muito altos, certamente o cliente vai preferir procurar algum concorrente que ofereça uma condição mais favorável.

Nesses casos, além do frete que você vai cobrar para realizar a entrega ao seus consumidores, também é necessário avaliar como o fornecedor faz a cobrança do envio dos produtos que vão compor seu estoque.

É importante lembrar que esse valor vai entrar no custo do produto, o que afeta diretamente a precificação e pode tornar os itens mais caros ou baratos na revenda.

6. Optar por empresas que estejam alinhadas com o perfil dos clientes

Aqui, é preciso destacar a importância da segmentação do seu público-alvo. Se você escolhe atender pessoas veganas, por exemplo, tem que trabalhar com produtos que não façam testes ou utilizem matéria-prima de origem animal.

Sendo assim, podemos dizer que conhecer o perfil dos seus possíveis clientes é algo que deve ser feito antes mesmo de iniciar o processo de seleção de fornecedores. Só assim se torna possível oferecer mercadorias que realmente têm aceitação dos consumidores.

7. Acompanhar as tendências do mercado

Itens de maquiagem geralmente são os mesmos (primer, base, sombra, rímel, iluminador, pó, blush, batom etc). Porém, sempre há algumas coisas que aparecem como tendência e rapidamente caem no gosto do público. Um bom exemplo disso são as esponjinhas para aplicação de base, que hoje são usadas por muitas pessoas no lugar do pincel.

Além disso, também é necessário prestar atenção na questão das cores e variações que ocorrem durante as estações. Se a tendência para o próximo inverno é o marrom, por exemplo, vale a pena investir um pouco mais em itens com esse tom, para conseguir atender a um possível aumento na procura.

Revender maquiagem online é uma excelente oportunidade para quem quer criar uma renda extra ou mesmo entrar de vez nesse mercado e se tornar um empreendedor digital. Agora que você já sabe como escolher fornecedores e como isso impacta nos seus resultados, pode dar o pontapé inicial.

O que achou do artigo? Quer continuar acompanhando conteúdos com temas relacionados a e-commerce? Então siga nossos perfis nas redes sociais e não perca as novidades! Estamos no Facebook, Twitter, LinkedIn e YouTube.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Fornecedores de Maquiagem: 7 dicas para fazer a escolha certa
5 (100%) 1 voto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *