Venda online de artigos esportivos: como entrar no ramo?
O que são leads no e-commerce?

Ferramenta de música do Instagram e novidades no Facebook geram polêmica no Brasil

Publicado em: • Última Atualização:

Sob a premissa de ampliar as formas de expressão dos usuários, o Facebook e o Instagram adicionaram a seus recursos a ‘ferramenta de música nesta terça-feira, dia 25/06.

A novidade possibilita a adição de um trecho de música – a ser escolhida pelo usuário – aos stories, aqueles vídeos que ficam disponíveis apenas por 24 horas. Quando o consumidor de Facebook ou Instagram tira uma foto ou grava um vídeo, ele pode selecionar a maneira de exibição da ferramenta música em sua mídia, já que as plataformas disponibilizam mais de um layout para o recurso.

Além disso, é possível fazer dublagens ao vivo no Facebook via Lip Sync Live – uma função da plataforma – e customizar seu background ou adicionar filtros. 

Isso põe o Facebook para bater de frente com a gigante chinesa Bytedance, dona do aplicativo Musical.ly; e do Dubsmash, que teve uma cena de destaque no ano de 2015. Ambos são precursores de funções muito similares de dublagem.

Parcerias com gravadoras

“Além das licenças de gravadoras internacionais já disponíveis, fizemos parcerias com gravadoras, distribuidoras, editoras e sociedades que representam compositores locais para garantir que as músicas que as pessoas mais gostam no Brasil pudessem ser adicionadas às suas publicações”, declarou Álvaro de Torres, líder de desenvolvimento de negócios e de parcerias com editoras musicais para o Facebook e para o Instagram na América Latina.

O acervo musical dispõe de músicas como “God’s Plan” (Drake), “Welcome to the Jungle” (Guns ‘n Roses) e “Happier” (Ed Sheeran).

A live de Facebook é incrementada com um “botão” com o nome da música escolhida e o intérprete; ainda sendo possível acessar a página do artista via link associado.

A novidade gerou polêmica entre alguns usuários e profissionais que trabalham com as ferramentas. Os principais comentários dos haters exprimem insatisfação com esse lançamento, visto que outros recursos aparentemente muito mais necessários – como agendamento nativo de publicações e aprimoramento das métricas de patrocinados – não têm nem sinal de serem incorporados à plataforma.

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Ferramenta de música do Instagram e novidades no Facebook geram polêmica no Brasil
5 (100%) 1 voto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *