Porque você deve investir em uma loja virtual de autopeças?
Varejo Online: no ranking “50 Maiores Empresas do E-commerce Brasileiro”, marketplaces se destacam

6 fatores que influenciam a taxa de conversão de um e-commerce

Publicado em: • Última Atualização:

No contexto de uma loja virtual, a taxa de conversão tem um papel muito importante, pois é uma das métricas mais utilizadas para mensurar os resultados, em especial no que se diz respeito às estratégias de marketing digital e ações utilizadas para atrair visitantes para a página.

Mas será que você sabe quais são os principais fatores que influenciam a taxa de conversão de um e-commerce? Quer entender mais sobre o assunto? Então acompanhe a leitura do artigo para conferir!

1. Design responsivo

Atualmente, mais de 70% dos brasileiros utilizam o dispositivo móvel para realizar compras pela internet. Isso significa que é imprescindível que as empresas ofereçam um site mobile friendly em suas lojas virtuais, caso pretendam se manter atualizadas em relação a uma das grandes tendências de consumo do momento.

Design responsivo é aquele que se adapta aos variados formatos de tela de smartphones, tablets, computadores e até mesmo smart TVs, e é um dos fatores que mais impacta a taxa de conversão de um e-commerce.

Sites não responsivos prejudicam a navegabilidade, causando uma experiência negativa aos usuários, principalmente para os que o acessam por meio de dispositivos móveis. Isso está diretamente ligado à experiência do usuário, o ponto abordado no próximo tópico.

2. Experiência do usuário

Esse é um ponto amplo e um tanto complexo, pois abrange diversos aspectos de um e-commerce, desde a identidade visual até questões sobre a funcionalidade da plataforma e o processo necessário para que as compras sejam concretizadas.

Pense no caso de um cliente que comparece a um estabelecimento físico. A iluminação, a organização do local, as cores e recursos utilizados para apresentar os produtos, até mesmo o som ambiente, são aspectos que podem pesar até mais do que o preço dos itens na decisão do consumidor.

Chamamos isso de experiência de compra. Na realidade de uma loja virtual, é o que conhecemos pelo termo “experiência do usuário”. Assim, uma vivência positiva aumenta a taxa de conversão.

Simples? Pode até parecer, mas sem o auxílio de uma agência de marketing especializada em e-commerce, identificar quais características do site realmente fazem diferença na experiência do usuário pode ser uma tarefa um tanto complicada.

3. Fluxo de compras

Ainda sobre a experiência do usuário, podemos afirmar que o caminho que o cliente passa dentro de sua loja virtual até chegar à etapa da concretização da compra é um dos pontos vitais para uma boa taxa de conversão.

Isso significa que quanto mais facilidade os usuários tiveram para alcançar a página de conclusão da compra, maiores as chances de que finalizem a transação e, consequentemente, maior a taxa de conversão da loja.

Sendo assim, é importante encurtar o processo e evitar redirecionamentos a outras páginas. Se possível, utilize pop-ups de uma plataforma de pagamentos, para que o cliente possa pagar por sua compra sem ter de sair do ambiente do e-commerce.

4. Landing page

A landing page é um recurso que tem a finalidade de conseguir informações úteis sobre os usuários que acessam a loja virtual (leads). Quando mais dados sobre a persona à sua marca, mais informações você tem para trabalhar suas estratégias de marketing, correto?

Para isso, é importante que cada mínimo detalhe seja pensado e repensado. Por exemplo, a landing page precisa ter um design que tenha ligação com a loja, mas sempre focando no cliente, pois essa ferramenta pode despertar o interesse do usuário em procurar mais informações sobre o que a loja oferece.

Lembrando que a função da landing page, por mais criativa e personalizada que seja, é sempre a mesma: obter o nome e o contato do cliente potencial, entre outros dados relevantes. 

Por fim, a landing page funciona como uma troca. O usuário fornece suas informações e a loja proporciona algum benefício, como um cupom de desconto ou algum material digital que seja do interesse do público-alvo.

O importante é oferecer algo de valor para sua persona a ponto dela não pensar duas vezes antes de deixar seus dados.

5. Tempo de carregamento do site

Você já ouviu falar na expressão “menos é mais”? Pois bem, nesse contexto podemos afirmar que o design de uma loja jamais deve influenciar a sua funcionalidade. Mas o que isso significa? 

Atualmente, existem plataformas que hospedam lojas virtuais que oferecem uma infinidade de recursos visuais e funções para agregar valor estético e passar credibilidade ao dar um tom de profissionalismo ao e-commerce, como ícones animados e recursos audiovisuais.

O problema é que quanto mais “enfeitada” for a loja online, maior será o tempo de carregamento do site e isso é um dos fatores que mais prejudicam a taxa de conversão.

Portanto, guie-se pela máxima “menos é mais” e foque em funcionalidade. As imagens dos produtos e suas descrições devem abrir assim que o usuário acessar o e-commerce, como também os ícones dos botões do carrinho e de pagamento, por exemplo.

6. Botões de chamada

Por fim, outro ponto importante relacionado à taxa de conversão de uma loja virtual são os botões de chamada. Além de conduzir o usuário para a próxima etapa de uma compra, eles têm a função de “fisgar” mais pessoas e, por consequência, elevar a taxa de conversão.

De forma simplificada, o botão de chamada é como uma ferramenta usada para chamar a atenção de quem está acessando o e-commerce, despertando seu interesse. Para que isso seja possível, é importante que o instrumento tenha um design atrativo.

Lembrando que os botões de chamada não precisam necessariamente sempre ser voltados para a compra final, mas podem ser utilizados como caminho para que esse objetivo seja atingido.

Como você pôde conferir neste artigo, a taxa de conversão está diretamente ligada às vendas e à lucratividade do e-commerce. Uma boa taxa de conversão requer que o site da loja esteja de acordo com as necessidades do cliente e, é claro, a uma experiência de compra positiva.

Agora que você já sabe os principais fatores que influenciam a taxa de conversão de uma loja virtual, não deixe de conferir também nosso post sobre a importância de escolher uma agência de marketing digital especializada em e-commerces!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

6 fatores que influenciam a taxa de conversão de um e-commerce
Avalie esse artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *