Marketplace: como a Casa das Capotas e a Padbox conquistaram esses canais
Você sabe quais são os melhores marketplaces para vender?

7 Erros que você não pode cometer ao fazer suas ofertas na Black Friday

Publicado em: • Última Atualização:

Já temos data para a Black Friday deste ano: 23 de novembro de 2018 é o dia em que o consumidor no Brasil e mundo afora vai atrás das melhores ofertas, ótimos descontos, kits imperdíveis e realizará compras por impulso muitas vezes sem ter a necessidade de adquirir de fato aquele item.

Para lojistas, é uma época desafiadora, pois a competição é acirrada, os indicadores financeiros da empresa podem chegar a triplicar em apenas um dia de venda, faturamento, número de pedidos, ticket médio para a felicidade de quem vende e para a tristeza de muitos, o capital de giro. Motivo pelo qual 3 em cada 4 e-commerces correm risco de fechar as portas depois da Black Friday.

Neste artigo vamos abordar os 7 principais erros que você não pode cometer ao fazer suas ofertas na Black Friday.

1. Dar descontos sem controlar sua margem corretamente

Em um cenário onde 89% dos e-commerces precificam seus produtos errados, dar um desconto agressivo pode significar pagar para vender seus produtos. Ainda mais quando levamos em consideração as pequenas taxas envolvidas na venda: impostos, cartão de crédito, antecipação de recebíveis e taxas de marketplace.

É importante que você saiba dizer qual a margem de contribuição antes e depois de criar ofertas para a Black Friday para não ser pego de surpresa.

2. Não criar kits de produtos

Uma das melhores formas para se dar desconto é vincular pacotes/kits de produtos que viabilizem você subir seu ticket médio de venda. Observe os itens complementares que sempre fazem sentido na compra de qualquer produto e faça ofertas realmente atrativas para a aquisição destes.

O bom de utilizar kits é que este, na percepção do cliente final, em grande parte é um bom negócio e muitos, pela compra por impulso, sequer se preocupam em buscar na concorrência o kit que encontrou em seu e-commerce.

3. Cuidado ao oferecer frete grátis em tudo

Na Black Friday, as margens tradicionalmente são menores, portanto o Frete Grátis pode sim existir, todavia atrelado a um ticket médio mais alto. Pense, baseado na margem média do seu ticket em como aplicar o frete grátis como estratégia de conversão, mas sem gerar prejuízos para sua empresa.

4. Não criar preços diferentes para cada tipo de pagamento

Crie ofertas verdadeiramente preciosas para o pagamento no boleto e reduza seu prazo de validade para apenas 1 dia. Dessa forma, você consegue garantir 2 coisas: vendas com margens relativamente maiores e antecipação do recebível do seu cliente, dessa forma reduzindo o capital de giro da empresa.

5. Esquecer o estoque congelado

Ótima época para tirar a poeira de produtos que não estão saindo mais. Dar promoções verdadeiramente atrativas a nível financeiro, kits de produtos e compras de volume para liquidar o estoque que não vende a mais de 3 ou 4 meses é uma ótima estratégia para melhorar o capital de giro e recuperar caixa para o negócio.

6. Comprar em grande volume e pagar à vista ao fornecedor para ter bons descontos sem ter controle do capital de giro

Alguns lojistas aproveitam essa época para crescer o estoque e compram em alto volume para ter ofertas verdadeiramente competitivas e custos mais baixos. Isso normalmente vem atrelado não somente ao volume da compra, mas também ao prazo de pagamento, que muitas vezes passa ser à vista.

Tome muito cuidado com isso, pois ao fazer este tipo de negociação você pode estar cavando a cova da própria empresa. Apure com certeza a volumetria de venda esperada e leve em consideração a possibilidade disso não se concretizar.

Procure manter ou aumentar prazos de pagamento com fornecedores para controlar a sua estrutura de giro e compre com moderação!

7. Não encantar seu cliente até ele te elogiar

Vender na Black Friday é muito fácil, basta ter boas ofertas. Mas a Black Friday não é por intuito vender somente, mas sim encantar clientes e fazer com que estes se tornem compradores recorrentes de sua marca.

Seu papel na Black Friday é pensar meios de se destacar de todas as experiências de compra que esse cliente já teve para então, ser lembrado como o melhor e ter conquistado um comprador recorrente para seu negócio.

Não se preocupe somente com a venda, entrega e emissão de nota fiscal, mas sim com sua capacidade de virar único.

DICA BÔNUS – Não fique de fora da Black Friday!

Apesar de ser uma data cheia de desafios para todo e-commerce, é uma grande festa e oportunidade para crescer sua base de clientes. Utilize-a como ferramenta para crescer sua marca e número de clientes defensores do seu trabalho e propósito.

Boas vendas!

Este material foi escrito e cedido por Rodrigo Forny.

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

7 Erros que você não pode cometer ao fazer suas ofertas na Black Friday
4.5 (90%) 2 votos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10% de desconto
50% de desconto
10% de desconto
30% de desconto
20% de desconto
30% desconto
50% de desconto
20% de desconto
30% de desconto
50% desconto
30% de desconto
50% de desconto
Gire e ganhe desconto no ingresso
Digite seu endereço de e-mail e gire a roda. Esta é sua chance de ganhar descontos incríveis!

Escolha a cidade para o desconto!

Regras:
  • Uma chance por email
  • Não acumula para outra cidade
  • Enquanto durarem os ingressos free.