13% dos brasileiros compraram online pela primeira vez em 2020
Recursos que sua loja precisa ter para aumentar as vendas

Error 500 no e-commerce: quais são as causas e como corrigi-lo?

Publicado em: • Última Atualização:

Quem tem e-commerce sabe da importância de manter a qualidade visual e técnica de seu site, a fim de não perder nenhuma venda. Existe, desse modo, um problema chamado error 500, que indica algum problema no servidor, que causa mal estar para o consumidor por interromper o processo de compra.

O error 500, de forma resumida, acontece por dificuldades da permissão incorreta, memória insuficiente, configuração errada do site, arquivos corrompidos etc. Desse modo, a mensagem “Error 500 – Internal Server Error” é mostrada ao usuário, pois o próprio servidor não sabe a origem do problema.

Por isso, selecionamos neste artigo todas as informações relevantes a respeito do erro 500 e como evitá-lo em seu e-commerce. Portanto, prepare a leitura e anote todas as dicas.

Quais são as causas do error 500?

O error 500 pode ser causado por algumas incompatibilidades do site. São elas:

  • permissões indevidas a acessos de usuários, arquivos, documentos e pastas;
  • arquivos com configurações incorretas, sendo corrompido no site;
  • consumo alto do servidor caso seu site não tenha capacidade para receber a a alta demanda de diferentes usuários em um mesmo momento;
  • incompatibilidade com plugins e temas (caso o template do design ou funcionalidade extra estiver desatualizado ou com erros de programação);
  • linguagem PHP desatualizada.

Agora que você sabe as razões do erro, que tal entender como você pode resolvê-los?

Como resolver o error 500?

Algumas análises são necessárias para resolver o problema. Veja abaixo as principais.

Verifique o Arquivo .htacess

Esse arquivo tem como função configurar o geral de seu site onde, inclusive, as configurações do sistema interno também estão alocadas. Para resolvê-lo, é necessário ir até seu painel de hospedagem e clicar em gerenciador de arquivos. Lá, encaminhe-se para as configurações e, ao pedir para mostrar os arquivos ocultos, vá em “salvar” para que o Arquivo .htacess apareça novamente.

Após esse processo, desabilite-o e renomeie-o como “.htacess1”. A partir daí, você deve criar um novo .htacess copiando nele o código padrão de seu site e, então, salvá-lo. Por fim, recarregue a página e veja se o problema foi solucionado.

Aumente o limite do PHP

A hospedagem pode ficar comprometida à medida que você adiciona cada vez mais produtos, conteúdos, plugins, temas etc. Isso é importante quando a memória e o processamento não sustentam mais o tamanho dos arquivos.

Portanto, você deve:

  • contatar a provedora de sua hospedagem pedindo para aumentar o limite do consumo de dados;
  • usar outras versões do PHP (para isso, vá ao painel de controle de seu site na seção “avançado” e, posteriormente, versão do PHP para testar outras opções até o error 500 desaparecer).

Altere as permissões de acesso

Quando determinado grupo tem acesso a pastas especiais ou arquivos da hospedagem, você deve saber bem quais que podem editar ou apenas visualizar os arquivos, a fim de que ninguém apague algo ou desconfigure.

Para isso, vá na seção de arquivos e, então, gerenciador de arquivos. Lá você deve clicar em permissões e editar o que cada perfil (owner, group, read, write, exec) pode fazer em sua página.

Desative ou remova plugins e temas

É sempre bom conferir se seus temas e plugins estão atualizados e bem configurados. Uma vez que não estejam, isso pode ocasionar o error 500 e, para consertá-los, é necessário:

  • para temas: ir até o painel de seu site e buscar por aparência e, então, “temas”. Clique sobre as informações do tema e atual e depois o exclua;
  • para plugins: no painel de controle, busque por plugins e depois por plugins instalados. Lá você deve selecionar o plugin que acredita causar o error 500 e no campo “ação em massa” clique em desativar ou excluir;
  • cache: às vezes, o cache do computador ou dispositivo móvel está cheio e isso pode ocasionar a falha no carregamento da página. Por isso, limpe o cache e faça novamente o teste para entender se esse é o problema ou se deve verificar os pontos relatados acima.

Como o error 500 pode afetar seu e-commerce?

Erros são comuns e nós entendemos. No entanto, é muito importante que você esteja atento a eles para evitar:

  • má experiência de compra;
  • problema na hora de fidelizar o cliente;
  • não passar confiança para o cliente;
  • aumento do tempo total da jornada de compra;
  • redução nas vendas;
  • redução de novos leads;
  • redução de permanência dos usuários em sua página web;
  • rejeição à marca.

Tais pontos fazem muita diferença no varejo, não é mesmo? Por isso, preste muita atenção!

Como a sua persona pode detectar o error 500 em sua loja?

Nem sempre o error 500 pode ser percebido pelos consumidores ou até mesmo pelo responsável do site, mas a pista que faz você suspeitar disso é simples: as páginas não carregam. Isso pode fazer com que haja demora no diagnóstico do problema, já que não existe um problema específico.

Logo, o cliente pode tentar trocar a rede de wi-fi, utilizar seu 4G, reiniciar seu dispositivo e, ao perceber que sua página não carrega, identificar o erro. Alguma formas de descobrir mais práticas são:

  • error 500: o próprio servidor apresenta a mensagem ao usuário, que entende de imediato que o problema é interno. Isso facilita o diagnóstico, inclusive, dos gestores do site, mas nem sempre ele aparece;
  • tela branca: é muito comum, também, que apareça uma tela branca para o usuário, o que pode fazê-lo pensar que seja problema de conexão com a internet. Por isso, existe uma frustração na hora de tentar trocar de rede wi-fi, 4G, reiniciar o computador ou smartphone e continuar com o mesmo problema.

Viu como é possível solucionar erros de seu site? Então, não dê espaço para isso e evite a frustração de suas personas.

O error 500 é um dos mais comuns na internet e, por isso, é importante que esteja atento a todo momento. Com nossas dicas, agora você está preparado para solucioná-los e preveni-los, afim de evitar que seu cliente e potencial cliente se frustre com uma má experiência.

Se você gosta de se manter informado a respeito de dicas e novidades do comércio eletrônico, não deixe de curtir nossa página no Facebook!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Error 500 no e-commerce: quais são as causas e como corrigi-lo?
Avalie esse artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *