Lojas virtuais x marketplaces: o que vale mais a pena?
Nova Página de Cadastro de Produtos – Crie, Edite e Acompanhe de Forma Rápida e Fácil

Expanda seu Negócio: Do Mercado Livre à Sua Primeira Loja Virtual

Publicado em: • Última Atualização:

Hoje em dia, comprar pela internet é facílimo, certo? Pois vender também já não é mais tão difícil! É possível encontrar dezenas de sites onde anunciar produtos e entrar em contato com uma gama diversificada de clientes, expandindo suas possibilidades de negociações para muito além do seu bairro ou da sua cidade. Essas plataformas on-line são chamadas de marketplaces e concentram uma boa parcela das vendas on-line não só no Brasil como no mundo. Para isso, investem fortemente na conquista de novos vendedores a fim de ampliar ainda mais suas redes de distribuição, agregando não só pequenos vendedores, mas também lojas virtuais que desejam alavancar suas vendas com a ajuda de uma empresa maior, com capacidade de investimento em infraestrutura e marketing.

E como as vantagens da integração marketplace e e-commerce são várias, sugerimos que você continue a leitura para descobrir como essa parceria pode render ótimos resultados para seu negócio. Vamos lá então?

O que realmente é um marketplace?

O termo marketplace vem do inglês e significa mercado, lugar de vendas. Nasceu para definir aqueles locais onde vários empreendedores comercializam seus produtos — como os tradicionais mercados municipais que conhecemos aqui no Brasil. Transportado para o ambiente on-line, o termo marketplace se refere a uma espécie de shopping virtual, que reúne uma série de lojistas que desejam vender pela internet e, assim, expandir seus horizontes e suas possibilidades comerciais.

Mas a verdade é que muitos comerciantes ainda têm dúvidas em relação ao que é um marketplace, especialmente porque existem diversos tipos de shoppings virtuais. No Mercado Livre, por exemplo, você realiza um cadastro como lojista e passa a vender seus produtos, sem muita burocracia. Já em plataformas como Submarino e Amazon, por exemplo, o processo de entrada de um novo comerciante é mais rigoroso, com o objetivo de manter a qualidade dos produtos e serviços prestados ao consumidor final.

Para o próprio marketplace, é importante contar com bons lojistas para que consiga atrair cada vez mais consumidores por sua variedade de produtos e seu bom atendimento. Em contrapartida, oferece benefícios para as lojas virtuais, como uma plataforma robusta e segura para a apresentação dos produtos, uma ferramenta confiável para a realização dos pagamentos e também um forte investimento em marketing on-line para atrair mais e mais internautas.

Quais as vantagens de um marketplace?

Vender em um marketplace traz grandes oportunidades tanto para os pequenos lojistas quanto para os maiores. O que acontece é que muitos empreendedores ainda não conhecem as reais vantagens desse modelo de plataforma, tendo por isso receio de se lançarem nesse universo. Que tal sanar suas dúvidas em relação à integração marketplace e e-commerce de uma vez por todas e, assim, abrir mais uma opção para chegar ao sucesso? Então comece pelos principais benefícios para a loja virtual:

Baixo custo operacional

Vender em um marketplace é bem mais barato que ter sua própria loja virtual, já que não é preciso investir em nenhuma infraestrutura de venda. A plataforma e os recursos são oferecidos pelo marketplace! Para isso, basta que você cadastre seus produtos e mantenha seu estoque atualizado, a fim de atender às demandas dos clientes com agilidade. E sabia que muitos empreendedores que já entendem o que é o marketplace e conhecem suas vantagens vendem a partir de casa, sem precisarem sequer se preocupar com nenhum custo adicional?

Rapidez para iniciar as vendas

Para quem tem urgência em começar a vender e, por isso, não quer esperar todo o processo necessário para montar uma loja virtual, o marketplace é uma excelente opção. Afinal, por meio dele você pode iniciar suas vendas em pouquíssimo tempo! Com seu cadastro devidamente aprovado, basta inserir seus produtos na plataforma e começar a vendas, sem dificuldade alguma.

Visibilidade para a marca

Construir uma marca forte na internet leva algum tempo e exige um grande esforço da sua parte no que se refere a estratégias de marketing para atrair e fidelizar clientes — ou seja: é um trabalho de longo prazo. Mas enquanto as vendas não acontecem no volume que você gostaria, é possível ganhar visibilidade para seu e-commerce vendendo em um marketplace. O que acha?

Aumento do alcance

Considerando que os maiores marketplaces são mundialmente conhecidos, não é nada impossível pensar até em se tornar um fornecedor internacional! Basta encontrar um nicho de mercado em que a competitividade seja menor e adentrar por aí no mundo das exportações. Como a internet não tem fronteiras, você poderá ampliar seu potencial de vendas e conquistar clientes em diversos cantos do mundo. Não é animador?

Encontro com os clientes

Para atrair clientes na internet, você tem que investir em boas estratégias de marketing digital — como produção de conteúdo, SEO e links patrocinados. Pois o marketplace já investe em tudo isso! Também por esse motivo, traz mais garantias de conectar vendedor e consumidor no momento ideal: o da compra.

Opções de pagamento

Quando você cria sua loja virtual, escolhe um sistema de pagamento. Aí pode optar por um gateway ou um intermediador de pagamento, bem como pela integração direta com o adquirente, ou seja, empresas que fornecem a integração com as bandeiras de cartões de crédito. Dentre as maiores vantagens de um marketplace está justamente a diversidade nesse aspecto, permitindo que ofereça a seus clientes uma gama maior de opções de pagamento.

Monitoramento do desempenho

As vendas realizadas por meio do marketplace são devidamente registradas e transformadas em dados para que você possa analisar seu desempenho no quesito vendas. Cada lojista tem um painel de controle (também chamado de dashboard), por meio do qual pode acompanhar diversos indicadores — como número de visitantes versus o número de vendas, ticket médio por venda, perfil dos consumidores e muito mais.

Elevação da competitividade

Se você tem produtos de qualidade e pratica bons preços, os marketplaces também contribuem para que se torne mais competitivo, pois fornecem ferramentas de comparação. Imagine que você tenha um concorrente no mesmo marketplace. Se seus diferenciais forem melhores, você sai ganhando tanto em posicionamento, visibilidade e reputação quanto nas vendas em si!

Como ter sucesso em um marketplace?

Seja você um lojista independente ou o dono de um e-commerce, é sempre possível potencializar suas vendas em um marketplace seguindo algumas dicas básicas (mas nem por isso menos eficazes). Separamos algumas das principais para que você comece a se planejar e criar suas próprias ações de marketing e vendas. Quer ver? Acompanhe:

Produza conteúdo único

O marketing de conteúdo é uma estratégia que visa atrair pessoas por meio de palavras-chave e assuntos de interesse do público-alvo. E quando você começa a vender em um marketplace, pode se destacar usando exatamente essa modalidade de marketing a seu favor! Crie descrições exclusivas para seus produtos, fuja das pautas prontas enviadas pelos fornecedores e busque aliar características e benefícios das mercadorias a um texto criativo, que desperte a atenção de quem está navegando pelo marketplace. O resultado certamente chegará.

Use imagens para emocionar

Uma das melhores estratégias de vendas on-line é conseguir acessar as emoções dos seus potenciais clientes. E uma das melhores formas de fazer isso é por meio de imagens inspiradoras, sabia? Use uma boa câmera para tirar as fotos dos produtos, crie um cenário envolvente, faça pequenas produções que ajudem os visitantes a entenderem os benefícios de cada item. Acredite: esse é um investimento que traz retorno quase imediato, afinal, como se diz por aí, uma imagem vale mais que mil palavras!

Aposte no poder dos vídeos

Os vídeos também são ótimos recursos para você aumentar suas chances de sucesso em um marketplace. Produções com passo a passo para ajudar a montar determinado produto ou com depoimentos de clientes satisfeitos podem mudar completamente a percepção do público a respeito de seus produtos. É simples: quanto maior for a proximidade gerada com o consumidor on-line, maior também será o vínculo entre ele e sua loja virtual!

Atraia com promoções e descontos

Se você não souber se diferenciar dos demais lojistas, a concorrência no marketplace pode ser bastante forte. Por isso, as tradicionais promoções e os mais que desejados descontos são fundamentais para a atrair a atenção dos internautas e fazer com que eles comprem de você. Portanto, seja criativo! Aproveite datas comemorativas como o Dia do Orgulho Nerd ou o Dia dos Avós, que são pouco conhecidas, e conquiste um público mais seleto, disposto a se conectar com sua marca por essa lembrança tão especial.

Relacione-se pelas redes sociais

Saber usar as redes sociais para atrair seguidores e iniciar um bom relacionamento com potenciais clientes é uma ação que costuma trazer ótimos resultados para quem vende em marketplaces. Você pode criar conteúdo voltado a seu nicho de mercado, educando sua audiência ao mesmo tempo em que divulga suas mercadorias. Fato é que a quantidade de pessoas que busca por produtos nas redes sociais só aumenta. Assim, se você tiver uma boa reputação, não há motivo para não gerar vendas a partir dessas plataformas de interação social.

Faça parcerias para fortalecer

Muitos marketplaces são extremamente abertos a propostas de parcerias para a divulgação de produtos e serviços, afinal, também querem que você venda mais. Se você consegue estabelecer uma parceria entre marketplace e e-commerce para maximizar suas ações de marketing, poderá ampliar ainda mais a visibilidade do negócio na internet e atrair uma quantidade de leads e clientes superior ao que sua concorrência está acostumada.

Monitore para melhorar

A última dica desse tópico é sem dúvida uma das mais importantes, porque permite que você conheça melhor o perfil de seus clientes e, com isso, desenvolva ações mais efetivas de marketing e vendas. O monitoramento consiste em acompanhar todos os dados fornecidos pelo marketplace a respeito dos visitantes que chegam até seus produtos, mas também do público em geral que chega até o marketplace. Saber qual é a clientela do marketplace pode inclusive ajudá-lo a ajustar seu nicho de mercado ou introduzir novos produtos a seu portfólio, a fim de atender a uma população cada vez maior de consumidores on-line.

Marketplace e e-commerce: o que vale mais a pena?

Você quer uma solução única, que dê conta de todas as suas vendas sem maiores preocupações? Deve saber, então, que apostar todas as suas fichas em um único canal de vendas na internet é uma jogada arriscada. Fazendo essa escolha, você pode ver seus resultados diminuírem pela falta de empenho em atingir um público maior. O melhor mesmo é aproveitar as vantagens de um marketplace enquanto desenvolve sua loja virtual, busca autoridade no mercado e atrai clientes próprios.

Em todo comércio (seja on-line ou off-line), você tem basicamente duas situações: vendas de curto prazo, que garantem fluxo de caixa, e vendas de longo prazo, que garantem fidelização de clientes. Ambas são fundamentais para manter seu e-commerce sustentável e trazer benefícios para a loja virtual. As vendas de curto prazo virão em maior quantidade pelo marketplace, pois o fluxo de visitas é maior e a quantidade de leads qualificados também. Já as vendas de longo prazo podem ser conquistadas via loja virtual própria, captando leads organicamente, nutrindo-os com conteúdos personalizados e utilizando o conhecimento adquirido com as vendas para melhorar suas estratégias de marketing no momento da conversão.

Entenda, de uma vez por todas, que o que vale a pena é vender, encontrando o equilíbrio entre marketplace e e-commerce. Se você tem pouco tempo para se dedicar a uma loja virtual própria, invista no marketplace até que possa se concentrar somente no seu próprio negócio! Depois mantenha as vendas no marketplace para gerar fluxo de caixa e comece a desenvolver a imagem e o posicionamento do seu e-commerce na internet. Viu como uma estratégia impulsiona a outra, fazendo com que caminhem juntas?

Quais os benefícios de uma loja virtual?

As principais vantagens de um marketplace você já conhece. Mas será que conhece também os maiores benefícios de uma loja virtual? Tem ideia do potencial que um e-commerce próprio tem para gerar vendas e visibilidade para sua marca? Que tal conhecer?

Mais visibilidade para a marca

No marketplace, a marca evidenciada em todas as campanhas de marketing é sempre a do shopping virtual e não das lojas que o compõem. Muitas vezes, sua marca será exibida bem pequenininha na página do produto, logo ao lado da informação de vendido e entregue por. Já na loja virtual, você tem espaço de sobra para comunicar sua marca, fortalecendo-a junto a seu público-alvo. Assim, as pessoas certamente se lembrarão de você quando precisarem comprar determinado produto que é seu carro-chefe.

Menos concorrência direta

Quando você tem um e-commerce próprio e explora as diversas estratégias de marketing digital para divulgá-lo, reduz a concorrência direta vista no marketplace — com o produto do concorrente listado bem ali, ao lado do seu. Mas não se esqueça que a concorrência que você estará enfrentando será com outras lojas virtuais! É importante, portanto, conhecer quais são, o que fazem e até como atraem clientes, para que você possa criar elementos de diferenciação.

Mais liberdade para inovar

Lembra a ideia que demos de aproveitar datas pouco lembradas pelo público para fomentar as vendas? Pois esse é um dos maiores benefícios da loja virtual independente, já que você pode alterar banners, cores, layout, imagens e vários outros elementos do seu site para aumentar o engajamento da audiência com a proposta. No marketplace, porém, isso não é possível, pois a plataforma não permite esse tipo de customização.

Mais vendas 24 horas por dia

Essa é a vantagem mais conhecida das lojas virtuais: você pode vender de dia, à noite, de madrugada, aos finais de semana e até em feriados sem ter um custo maior por isso. Afinal, sua loja não requer vendedores a postos e infraestrutura física. É por isso que tanta gente prefere vender on-line, já que o custo se torna bem mais baixo e a flexibilidade para vender é um grande atrativo. Lembrando que essa vantagem também se aplica aos marketplaces, ok?

Menor custo de manutenção

Se você for comparar ao comércio físico, uma loja virtual tem um custo de infraestrutura bem menor, o que atrai a atenção de quem quer investir pouco e ter grandes resultados. Além disso, dependendo da plataforma de e-commerce que você escolhe para hospedar seu e-commerce, tem acesso a manutenções periódicas, suporte, acréscimo de funcionalidades e outros benefícios que seriam completamente de sua responsabilidade em uma loja física.

Maior proximidade com o cliente

Ao investir em um e-commerce próprio, você cria sua base de leads e clientes, passando a se relacionar com eles de forma direta — usando estratégias como e-mail marketing, SMS, blog, site e chat, dentre outras, para manter um contato próximo, de qualidade. Esse contato é o principal fator de fidelização no e-commerce, já que, para comprar, as pessoas precisam se sentir seguras em relação à empresa que está por trás da venda.

Maior rentabilidade

Se a concorrência é acirrada no marketplace, uma das maneiras de conquistar o cliente é praticando preços mais baixos. Em contrapartida, se você está no seu próprio e-commerce, pode destacar as vantagens de um clube de relacionamento, um programa de pontos ou a concessão de bônus e descontos para fazer com que o possível consumidor veja outros benefícios além do preço, comprando de você por um valor um pouco mais elevado — o que garantirá a rentabilidade do seu e-commerce.

Como integrar marketplaces e lojas virtuais?

Integrar marketplace e e-commerce é como colocar um motor turbo em um automóvel: você conseguirá ir muito mais longe combinando essas duas modalidades de vendas. Mas como conseguir unir essas duas forças em prol das suas vendas? Aprenda agora:

Escolha uma boa plataforma

Tudo começa com a escolha da sua plataforma de e-commerce, uma solução que deverá permitir a integração com marketplaces. Existem boas opções no mercado, sendo que a maioria que permite integração necessita de uma API (aplicativo) para tanto. Vale ressaltar, no entanto, que a Tray é a única plataforma de e-commerce do mercado que já vem com essa opção integrada, sem precisar envolver terceiros.

Selecione a API

Se você tem uma plataforma de e-commerce que não possui a capacidade de integração por conta própria, terá que procurar uma ferramenta de integração, que fará a intermediação entre seu e-commerce e o marketplace. Não há nada de mal nisso! Você apenas terá mais um elemento influenciando nos resultados de suas vendas.

Cuide da gestão da loja virtual

Muitos e-commerces também têm um sistema ERP e um sistema CRM integrados à loja virtual, visando organizar e facilitar a gestão do negócio ao automatizar processos e fluxos de informação. Se esse é seu caso, verifique se seu ERP e seu CRM também podem ser integrados ao marketplace para aumentar sua capacidade de controle e análise dos dados gerados a partir das vendas e interações dos clientes.

Lembre-se do marketing

A automação de marketing é uma estratégia que não pode ficar de fora do seu e-commerce, pois permite que você mantenha o relacionamento com sua audiência de maneira ágil e assertiva. Se você usa uma ferramenta de automação de marketing à parte, faça também a verificação sobre a possibilidade de integração aos demais sistemas. Quanto mais conectado estiver seu e-commerce, mais fácil será atingir os resultados que você espera tanto no marketplace quanto na sua loja própria.

Sair do anonimato para ganhar visibilidade, credibilidade, respeito e vendas requer alguns esforços. Mas como você percebeu ao longo deste post, não é tão difícil quanto parece! Existem tecnologias que facilitam sua vida e trazem as soluções praticamente prontas para serem usadas. É o caso dos marketplaces e das lojas virtuais. No marketplace você coloca seus produtos à venda sem muitas complicações, não se preocupa com infraestrutura ou marketing, apenas com a gestão do seu estoque e algumas ações de caráter administrativo. Na loja virtual, você gere toda a operação, mas tem a certeza de estar criando um negócio robusto, que trará grandes resultados.

Mas aí existe a possibilidade de unir marketplace e e-commerce, fazendo com que a magia simplesmente aconteça. Nesse cenário, você diversifica seus pontos de contato com uma audiência enorme e ainda aproveita os benefícios de cada modalidade de venda para potencializar o negócio. Não parece demais?

E então, pronto para expandir seu negócio ou ainda tem alguma questão que não ficou muito clara? Deixe seu comentário, fale sobre suas dúvidas, compartilhe suas impressões conosco e comece a criar sua reputação on-line agora mesmo!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Expanda seu Negócio: Do Mercado Livre à Sua Primeira Loja Virtual
5 (100%) 1 voto

One thought on “Expanda seu Negócio: Do Mercado Livre à Sua Primeira Loja Virtual



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10% de desconto
50% de desconto
10% de desconto
30% de desconto
20% de desconto
30% desconto
50% de desconto
20% de desconto
30% de desconto
50% desconto
30% de desconto
50% de desconto
Gire e ganhe desconto no ingresso
Digite seu endereço de e-mail e gire a roda. Esta é sua chance de ganhar descontos incríveis!

Escolha a cidade para o desconto!

Regras:
  • Uma chance por email
  • Não acumula para outra cidade
  • Enquanto durarem os ingressos free.