7 dicas de digital branding para construir uma marca digital forte

O que os clientes estão dizendo sobre nós é mais importante do que o que dizemos sobre nós mesmos, concorda? Nossos esforços […]

O que os clientes estão dizendo sobre nós é mais importante do que o que dizemos sobre nós mesmos, concorda? Nossos esforços de marca dizem muito sobre quem somos e o valor que oferecemos aos nossos clientes, parceiros e consumidores em potencial.

Em um mundo conectado e com muitos pontos de contato online — e-commerce, sites ou aplicativos, resultados de mecanismos de busca, análises ou discussões de mídia social —, a maioria das decisões dos consumidores é tomada após eles experimentarem a sua marca no ambiente digital. É dessa experiência que o digital branding cuida.

Diferentemente do marketing digital, que consiste em promover um produto ou serviço com base nas características dele, o branding enfatiza os valores e o propósito da empresa.

Neste artigo, nós trazemos 7 dicas de digital branding para você construir uma marca digital forte e consistente. Acompanhe!

1. Conheça bem o seu cliente

Para começar uma estratégia de digital branding, antes de tudo, você precisa conhecer bem o seu cliente. Em suma, você deve mapear uma jornada completa dos estágios de compra para estar ciente das necessidades de seus clientes em potencial e o que eles farão no próximo estágio.

Aqui estão algumas etapas que você deve seguir para criar sua persona de cliente ideal:

  • defina amplamente detalhes pessoais como localização, idade, sexo, interesses, nível de educação, cargo, idioma, motivação de compra, nível de renda etc.;
  • use os relatórios do Facebook Insights e do Google Analytics Audience para compreender melhor seus clientes;
  • modele suas personas com base em motivadores comportamentais e na mentalidade percebida;
  • realize pesquisas com clientes para identificar informações relevantes sobre eles e crie personas com base no que eles responderam;
  • teste os dados e continue a otimizar suas personas de clientes existentes.

2. Compreenda a cultura do seu negócio

A marca e a cultura de uma empresa se refletem em um sistema interligado. Embora uma marca possa ser definida como a manifestação externa do DNA de uma empresa, a cultura é onde sua marca nasce. A cultura vai além para realmente determinar se uma marca é bem vista tanto pelos funcionários quanto pelos clientes. Sua cultura influencia as decisões de gerenciamento e todas as funções de negócios, desde produção, publicidade e contabilidade.

Não importa se a cultura da sua empresa é amigável ou competitiva, nutridora ou analítica. Se sua cultura e sua marca são movidas pelo mesmo propósito e valores, e se você os une em uma única força orientadora, você vencerá a batalha competitiva por clientes e funcionários, tornando seu negócio à prova de falhas e recessões e construindo uma organização que opere com integridade e autenticidade.

3. Defina o tom de voz

O tom de voz de uma marca é o estilo utilizado para se comunicar com o público, considerando a escolha das palavras, a personalidade da marca e o tom emocional. A ideia por trás desse conceito é definir um padrão de abordagem que a marca terá em toda a sua comunicação. Dessa forma, o tom de voz pode ter um estilo único, que o diferencia dos demais players.

Cada marca possui uma personalidade ligada ao seu segmento de mercado, seu público-alvo e seus valores. Portanto, essa técnica faz parte dos detalhes essenciais definidos em um briefing de criação.

O tom de voz ajuda a criar uma visão específica sobre a empresa, fazendo parte de um conjunto de elementos que transmitem essa identificação. Isso inclui cores, modelos gráficos em layouts de publicidade e outros pilares essenciais.

4. Crie sua identidade visual

identidade visual da marca é uma combinação de elementos usados ​​para expressar o propósito, a missão e o valor de uma marca para seus consumidores. Isso geralmente inclui as cores, um logotipo, fontes, linguagem visual e exibição de conteúdo.

Como é a primeira coisa que as pessoas entram em contato, aqui estão algumas coisas que uma identidade visual bem projetada deve transmitir com sucesso aos consumidores em potencial:

  • comunica visualmente o propósito e os valores da marca;
  • faz a marca se destacar com um estilo único;
  • torna a marca facilmente reconhecível;
  • é bem configurado e agradável à vista;
  • é consistente em todos os produtos e canais.

As marcas de maior sucesso oferecem produtos e serviços de alta qualidade para começar. O visual e a embalagem são um recurso adicional que aumenta ainda mais o valor.

5. Construa sua história: do “porquê” ao ROI

Uma marca digital de sucesso começa com uma história — seu “grito de guerra” interno, que responde porque sua empresa existe e porque os consumidores devem se importar. Esse “porquê” está no centro da inspiração da sua marca.

Os clientes não ficam entusiasmados com um negócio, mas com a história por trás dele, e aprendem o que torna sua marca diferente das outras. É fundamental ter uma história de marca que ressoe emocionalmente, gere credibilidade e visibilidade para sua empresa e crie defensores que acreditam em seus valores.

Seu “porquê” precisa responder por qual motivo sua marca existe e quais são os valores de sua empresa. Após identificá-lo, seus esforços e estratégias de marketing podem começar a ser integrados. Esse é o ponto em que uma empresa começa a se unir.

6. Una dados e criatividade nos canais certos

Parte da marca digital consiste em utilizar os dados disponíveis para entender verdadeiramente seus clientes e suas necessidades. Isso significa saber em que redes sociais está o seu mercado-alvo, compreender a jornada online do seu cliente e medir o comportamento digital dele. Você precisa saber onde interagir, como se destacar, como atrair clientes em um mar de informações e em quais canais as empresas e consumidores estão se engajando.

Isso não significa que seu conteúdo precisa ser orientado exclusivamente por dados — ótimo conteúdo combina dados e criatividade. Os dados revelam como alcançar seu público, enquanto a criatividade torna seu conteúdo acessível e valioso. Os dados mostram quando e onde as marcas devem postar conteúdo para atingir o mercado-alvo, enquanto uma equipe de criatividade comunica com eficácia a mensagem da marca ao espectador. Seu conteúdo digital precisa obter o máximo de impressões possível.

7. Foque a experiência do cliente

Sua marca é o que você representa no mercado e define as expectativas do cliente para as interações com sua empresa. A experiência do cliente é definida como a forma como os clientes percebem suas interações com sua marca. Por exemplo, se sua marca “representa” simplicidade e flexibilidade, é isso que os clientes esperam nas interações com ela — seja na loja, online ou por telefone. Se a experiência do cliente não cumprir essa promessa de maneira consistente, você tem um problema.

Em resumo, a marca define as expectativas do cliente quanto à experiência. Ela nada mais é do quão bem você cumpre essas expectativas. Oferecer aquela oferta ideal para o cliente só é possível quando você entende a ligação entre a marca e a experiência do cliente.

Por fim, uma dica importante é que as métricas podem ajudá-lo a entender o desempenho de sua marca dentro da estrutura de percepção do cliente e marcas concorrentes. À medida que eles interagem com sua marca no espaço digital, você precisa medir as análises sociais e da web. Suas contas sociais, anúncios, e-commerce e site são frequentemente os primeiros pontos de entrada deles. Medir o ROI do seu digital branding em todas as frentes é a chave para entender como você está impactando suas vendas, receitas e conversões.

Recomendamos passar por esse processo de medição do digital branding seguindo indicadores como identidade, visibilidade e credibilidade, anualmente. Essas três características estão diretamente ligadas, e as marcas com forte classificação em todas elas são impossíveis de parar. É hora de realmente entender o ROI de sua marca digital para que você possa comunicar seu valor para o resto de sua organização e continuar a gerar valor para sua marca.

Agora que você está preparado para começar a sua estratégia de digital branding, continue com a gente no blog e saiba como o design para e-commerce contribui para percepção do público quanto a sua marca!

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário