Como o design da loja online impacta na conversão?
Descubra como vender cosméticos pela internet em 7 passos

Diferença entre preço e valor: saiba como mostrá-la em sua loja

Publicado em: • Última Atualização:

Por incrível que pareça, ainda há quem ache que preço e valor são sinônimos. Na prática, porém, esses conceitos são bem diferentes. Enquanto o preço está ligado ao aspecto monetário de um produto ou serviço, o valor diz respeito à percepção que o cliente tem acerca de uma mercadoria. Nesse sentido, um único item terá o mesmo preço para qualquer consumidor, mas valores provavelmente bem diferentes.

O detalhe é que, em grande parte das negociações, as pessoas tendem a fazer um balanço entre essas abordagens para chegar a uma relação de custo-benefício considerada vantajosa. Do ponto de vista do vendedor, é preciso comunicar com eficiência as vantagens das mercadorias para que os possíveis clientes percebam o valor agregado de suas ofertas.

Está aí se perguntando como exatamente dar conta desse recado? Pois acompanhe os próximos tópicos e conheça ótimas dicas para melhorar a percepção do consumidor sobre sua loja e alavancar seus resultados de uma vez por todas!

Selecione fornecedores de alta qualidade

O sonho de uma parcela significativa dos empreendedores ao redor do mundo é construir uma empresa que seja referência em seu mercado de atuação, reconhecida pelo público-alvo como a primeira opção no segmento. Sem dúvida, chegar a esse estágio requer tempo e muita dedicação. Afinal, consolidar uma marca por sua qualidade demanda repetidas experiências positivas dos clientes. Mas como fazer isso?

Um passo importante para gerar satisfação nos clientes é pensar na empresa de modo global, levando em conta toda as entradas e saídas do estabelecimento. Nesse caso, a escolha de fornecedores de qualidade é o pontapé inicial para se conseguir a aprovação do consumidor mais tarde.

Para tanto, o lojista deve estabelecer critérios para tomar excelentes decisões na hora de adquirir estoque. Nesse quesito, é de grande relevância conhecer as necessidades dos clientes para que as mercadorias (sejam elas adquiridas ou fabricadas) atendam direitinho aos requisitos dos potenciais compradores.

Um grande erro de muitos empreendedores é achar que sua opinião sobre qualidade é a mesma dos clientes. Lembre-se: a noção de valor da oferta será definida pelo próprio consumidor! Assim, para aumentar as vendas da sua loja, é necessário que o mix de produtos seja adequado aos anseios do público-alvo. Caso contrário, o negócio pode sofrer com estoque parado, que só serve para imobilizar capital.

Ofereça um atendimento diferenciado

Uma forma eficiente de melhorar a relação entre preço e valor é aperfeiçoar o atendimento da empresa. Em uma época em que os consumidores ainda têm que perder tempo no telefone ou em um chat para resolver pendências, um negócio que agiliza esse processo automaticamente ganha relevância.

Ao oferecer diversos canais de atendimento, como e-mail, telefone e redes sociais, a empresa se aproxima do cliente, aumentando as chances de ser efetiva na resolução de eventuais entraves. Além disso, é importante identificar as situações mais comuns enfrentadas pelo público para, a partir daí, estabelecer padrões de atendimento, espécies de guias para tratar adequadamente cada caso. Com o tempo, descobrindo o que dá mais certo na hora de suprir as demandas dos clientes, esse roteiro pode ser melhorado.

Produza conteúdos relevantes

A produção de conteúdos relevantes tem um papel crucial no aumento das vendas. E isso vale principalmente para os comércios online, meio em que a tomada de decisão do comprador é feita, muitas vezes, com base nas informações encontradas na própria web.

Se, em uma loja física, o vendedor tem tempo para abordar o potencial cliente e fazer uma exposição detalhada do produto, no ambiente virtual essa interação geralmente não existe. Por isso, com boas imagens e descrições precisas das mercadorias, que englobem não só características técnicas, mas também benefícios, as chances de a loja fechar mais vendas são maiores.

Textos em blog e vídeos com tutoriais ou testes dos produtos contribuem para que o potencial cliente se sinta seguro para efetuar a aquisição. Note que cabe à loja dar estímulos para que o consumidor identifique, por si mesmo, o valor do bem. Logo, não basta dizer que a mercadoria fará um milagre na vida do comprador se essa ideia não for percebida por quem recebe a mensagem.

Em vez disso, é importante estabelecer uma conexão entre a apresentação do produto e as necessidades do cliente. Assim, quando essas realidades se encontrarem, vão se encaixar naturalmente para gerar o efeito esperado: a venda. Sem dúvida, para chegar a esse nível, a loja precisa entender bastante o perfil do público-alvo.

Personalize a experiência de compra

As pessoas não gostam de ser vistas apenas como números. Na verdade, elas valorizam o contato pessoal e um atendimento customizado. O ideal é, portanto, que a loja personalize a experiência de compra para dar aos clientes uma interação satisfatória com a empresa. A impressão deve ser positiva a ponto de dar vontade de repetir a dose!

Com um chat online, por exemplo, a equipe de vendas pode tirar dúvidas dos consumidores e, com isso, facilitar as negociações. Para tanto, é indispensável que os profissionais tenham o treinamento necessário para passar conhecimento e segurança aos potenciais compradores. Com um atendimento de excelência, os clientes certamente enxergarão valor agregado na loja. Conforme o caso, podem até se dispor a pagar um pouco mais pela qualidade do serviço prestado.

Além disso, ainda é necessário que a experiência da compra em si seja agradável, com navegação intuitiva pelo site — seja em computador ou em dispositivo móvel. Nesse sentido, é obrigação da empresa oferecer uma exposição de qualidade do produto, pois, caso contrário, o cliente não pensará 2 vezes para procurar outra loja na web.

Aperfeiçoe a logística e o pós-venda

Como já mencionamos, a negociação deve ser pensada de ponta a ponta, incluindo desde a escolha dos fornecedores até a entrega do produto. Portanto, para diferenciar preço e valor perante o público, a empresa deve investir em uma logística eficiente bem como no suporte pós-venda.

Entenda: não basta simplesmente fechar a negociação. É preciso que a mercadoria chegue ao comprador com certa rapidez, bem como também é importante que a loja esteja à disposição do cliente após a concretização da entrega para tirar eventuais dúvidas. Esse atendimento é crucial para aumentar a recorrência de vendas, uma vez que o consumidor terá a certeza de que não será abandonado após a compra.

Agora que você já conhece a diferença entre preço e valor e sabe como mostrá-la em sua loja, que tal receber mais dicas para melhorar o desempenho do seu negócio? Curta nossa página no Facebook e confira as próximas novidades!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Diferença entre preço e valor: saiba como mostrá-la em sua loja
Avalie esse artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10% de desconto
50% de desconto
10% de desconto
30% de desconto
20% de desconto
30% desconto
50% de desconto
20% de desconto
30% de desconto
50% desconto
30% de desconto
50% de desconto
Gire e ganhe desconto no ingresso
Digite seu endereço de e-mail e gire a roda. Esta é sua chance de ganhar descontos incríveis!

Escolha a cidade para o desconto!

Regras:
  • Uma chance por email
  • Não acumula para outra cidade
  • Enquanto durarem os ingressos free.