Dicas importantes para escolher uma nova plataforma de e-commerce

Precisando migrar de plataforma?  Aqui vão algumas dicas do que você precisa observar nas plataformas antes de escolher a certa! Nova plataforma […]

Precisando migrar de plataforma? 

Aqui vão algumas dicas do que você precisa observar nas plataformas antes de escolher a certa!

Nova plataforma de e-commerce

A migração de plataforma é vista como algo muito doloroso pelos lojistas, e precisamos admitir que estão certos, realmente é um processo com muitos riscos de perdas e é quase que comprovado que o lojista perderá algo no caminho. 

Mas existem males que vem para o bem, quando a migração é bem feita essas perdas podem se tornar evoluções que irão funcionar muito melhor. Agora vamos falar do que realmente importa, como escolher a plataforma correta e não precisar fazer novas migrações por um bom tempo. 

Muitas vezes, quando o lojista começa sua vida no e-commerce, a única coisa que o faz escolher uma plataforma é o preço, afinal é o começo, depois a gente vê o que faz. E está tudo bem, no começo, depois começam a vir as limitações, e agora chegou a hora de escolher uma plataforma de forma inteligente e o preço não é mais o mais importante.  

Todos gostamos de ser bem tratados e bem atendimentos nas lojas onde escolhemos para comprar, e com as plataformas é a mesma coisa, o lojista sempre vai precisar de muito apoio da plataforma, às vezes erros acontecem e precisam ser solucionados. Ter um canal online para atendimento é essencial!

O segundo ponto a ser estudado com cuidado é a inovação, todos trabalhamos focados no crescimento, mudar, atender melhor, ter novos produtos, melhorar nossos produtos. Por isso, é necessário entender se a plataforma também busca se atualizar, trazer novos recursos e o quanto ela tem feito isso nos últimos anos, nada adianta trazer soluções ultrapassadas, é preciso acompanhar o mercado e as tendências. 

Além de acompanhar as inovações do mercado, também é necessário que a plataforma seja compatível com todos os meios de pagamentos utilizados pelo lojista, assim como com o sistema de gestão e formas de entrega. Sem das integrações nativas com marketplaces.

Falamos um pouco sobre os recursos da plataforma acima, mas ainda há mais um tópico que precisamos levar em consideração nesse tema. É necessário estudar e analisar todas as possibilidades  que a plataforma oferece, talvez de início o recurso não seja implantado, mas em um futuro próximo tenha a perspectiva de disponibilizar ao cliente uma retirada na loja, por exemplo, e para isso precisa ter essa disponibilidade de recurso.

Estude as tendências do mercado e as soluções que os grandes concorrentes utilizam, planeje uma perspectiva de crescimento do e-commerce, e escolha uma plataforma que atenda o crescimento conforme planejado. Mas principalmente, utilize os recursos, muitos lojistas acabam por não explorar as plataformas e por isso não utilizam muitos dos benefícios disponibilizados por elas. 

Chegamos ao final das nossas dicas e o último ponto que precisamos observar com atenção ao escolher uma plataforma, é estudar sua compatibilidade com o Google, é necessário que sua linguagem seja “amigável” aos olhos do Google, isso irá ajudar na construção do tráfego orgânico do site nas estratégias de SEO.

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário