12 dicas incríveis para ter sucesso ao abrir uma papelaria online!

Abrir uma papelaria online pode ser um grande negócio. Entre 2018 e 2019, o faturamento no setor cresceu 64%, muito impulsionado pela […]

Abrir uma papelaria online pode ser um grande negócio. Entre 2018 e 2019, o faturamento no setor cresceu 64%, muito impulsionado pela onda de organização em casa e no escritório, além de datas específicas como a volta às aulas.

Além disso, a pandemia do coronavírus fez com que grande parte da força de trabalho precisasse transformar a casa em um home office. Como essa tendência parece ter vindo para ficar, as pessoas precisarão cada vez mais de produtos para escritórios em casa. Além, é claro, das aulas que devem voltar em breve e com força total para 2021!

Para ter sucesso ao abrir uma papelaria online e poder aproveitar o potencial desse mercado, é preciso bastante planejamento e cuidado. É necessário definir pontos que vão desde o marketing até a logística, passando pelos aspectos administrativos e financeiros.

Se você é um gestor de e-commerce iniciante ou está pensando em abrir sua loja virutal, e quer ter sucesso em seu negócio, continue lendo este post. Vamos apresentar 12 dicas para ajudar você a abrir uma papelaria online.

1. Conheça seu público-alvo

O primeiro passo para montar uma papelaria online é conhecer seu público-alvo. Como você está vendendo pela internet, o público potencial pode ser bem amplo. Isso é ótimo, mas também significa que você tem um leque muito grande ao começar. Se você está lançando uma papelaria nova, o ideal é ter um público-alvo específico em mente, que ajudará você a alavancar seu negócio.

Sua loja pode ser mais focada em artistas, estudantes, profissionais de escritório, nerds e diversos outros. Você pode começar focando em uma região específica, de modo a diminuir os custos de frete, antes de expandir para uma operação maior. Ter as respostas de quem você prioriza a venda traz um norte para todas as questões posteriores.

2. Escolha bem os produtos

Montar o mix de produtos oferecidos é bem desafiador. O ideal é fazer uma pesquisa de mercado extensa para conhecer o que o seu público-alvo mais compra no dia a dia. Esses são os produtos que não podem faltar na sua loja em momento nenhum. Por exemplo, se sua papelaria começa com foco em material escolar, você precisa ter:

  • estojos;
  • fichários;
  • lápis;
  • borracha;
  • caneta;
  • lápis para desenho;
  • mochila;
  • cola;
  • tesoura;
  • apontador;
  • estilete;
  • cadernos de diversos tamanhos e mais.

Para artistas, o mix de produtos é diferente, assim como para as papelarias focadas em material de escritório. No primeiro caso, não podem faltar pincéis, e no segundo, todo escritório conta com post-its. De qualquer forma, uma ótima dica é procurar nos concorrentes do mesmo setor quais são os produtos mais vendidos, de modo que você possa oferecer tudo que é mais importante para seu cliente.

Se quiser ter um diferencial, você pode oferecer produtos especiais. São aqueles que despertam o desejo em quem compra, permitindo que você aplique táticas como o upselling. Imagine que mãe e filho estão no computador comprando cadernos escolares. A mãe vê um caderno preto mais barato, mas o menino vê um caderno que é mais caro, mas é do seu herói preferido. Qual ele tem mais chance de comprar?

3. Aposte em boas fotos dos produtos

Para qualquer e-commerce, ter boas fotos dos produtos é essencial. Afinal, a sua página principal é a sua vitrine, o que significa que as fotos são o primeiro contato que o público tem com os produtos. Além disso, eles não podem tocá-los, usá-los ou senti-los nas mãos. O ser humano é extremamente visual, o que significa que se a foto não chama sua atenção, ou se a experiência é negativa, a venda é praticamente sempre perdida.

Antes de mais nada, fotos em uma papelaria online são questão de credibilidade. O raciocínio do cliente é muito simples: se uma loja não tem o capricho de ilustrar bem os produtos, qual é a sua preocupação com o resto da experiência?

Além disso, muitas papelarias cometem um erro ao usar as fotos do fabricante. Essa é uma opção que permite gastar menos dinheiro e poupar tempo no cadastro dos produtos. O problema é que todas as outras lojas da internet também fazem isso. Se tudo é muito igual, você não consegue se destacar.

4. Use as ferramentas de marketing digital para ajudar na divulgação

A vantagem de vender online é que você pode usar as ferramentas de marketing digital que existem à sua disposição. O Google Ads, por exemplo, é a plataforma de anúncios pagos do Google. Quando o usuário fizer uma pesquisa sobre determinado produto que sua loja vende, esses anúncios podem ajudar a sua marca a ser encontrada.

É semelhante à ideia de SEO. Search Engine Optimization é um conjunto de estratégias e técnicas que você aplica no seu e-commerce para se posicionar melhor quando alguém procura determinado termo. Ter uma loja que já nasce aplicando esses conceitos é uma ótima forma de se destacar e ter um grande sucesso.

É claro que você não pode deixar de marcar presença nas redes sociais. Não só porque parte do seu público tem Facebook e Instagram, mas também porque ainda são ótimas formas de produzir conteúdo compartilhável, como desenhos. É mais uma possibilidade de interagir com seu público, mas você precisa garantir que ele de fato está nessas redes.

O marketing de conteúdo também pode ser uma ótima forma de trazer mais tráfego para sua papelaria, além de permitir fechar mais vendas. O importante é focar em conteúdo que seja de qualidade e realmente útil para seu público-alvo. Por exemplo, se você vende materiais de escritório, pode criar um guia bem completo sobre como organizar o local de trabalho. Para materiais escolares, você pode oferecer conteúdos mostrando como fazer brincadeiras com os materiais, como a pintura artística.

5. Faça parcerias com negócios que complementem o seu

Uma ação de marketing que merece destaque são as parcerias. Existem diversos caminhos que você pode seguir e que ajudam muito no seu e-commerce. Você pode fazer parcerias com cursos digitais, por exemplo. Existem diversos cursos de arte online que as pessoas podem fazer. Uma opção é entrar em contato com quem os oferece, fazendo uma parceria com descontos no material. Caso conheça algum artista, você pode dar um passo à frente e fazer o próprio curso.

Existem diversos outros tipos de parcerias. No caso do material escolar, fazer parcerias com as escolas da região é uma ótima ideia. Caso venda produtos para escritório, você pode fazer parceria com as empresas e oferecer descontos para os profissionais. É uma opção interessante, especialmente, com o crescimento do home office.

Por fim, existem diversos influenciadores digitais dos mais variados tamanhos e em determinados nichos. Existem estudantes que são influenciadores, ajudando outras pessoas a se preparar para o vestibular. Caso seu público seja mais jovem, uma opção são os influenciadores em idade escolar. Independentemente do nicho, aproximar-se dos produtores de conteúdo também é uma forma de se aproximar do público.

6. Crie um programa de fidelidade

O programa de fidelidade é sempre uma estratégia poderosa. Com ele, você pode garantir a compra recorrente. Por exemplo, se uma criança está em idade escolar, você pode ter praticamente 10 anos de um cliente que compra na sua loja. Ofereça descontos e acumule pontos a cada compra na sua loja para que ele tenha mais um incentivo ao fazer negócios com você. Ao final do acúmulo de pontos, ele pode trocar por produtos ou descontos.

7. Automatize processos e tenha um cadastro de clientes

Para acompanhar os programas de fidelização, você precisa ter um cadastro atualizado dos clientes. Em uma loja online, isso já faz parte do processo, já que o público precisa se cadastrar na sua loja de qualquer forma. Então, por que não aproveitar esse cadastro para trazer ofertas personalizadas? Se você sabe que o cliente compra produtos escolares, prepare um mix de descontos assim que o período de volta às aulas se aproximar.

É claro que fazer tudo isso na mão é extremamente trabalhoso. Portanto, é preciso considerar uma ferramenta de automação de marketing. Felizmente, existem ótimas soluções no mercado que permitem conhecer sua base de clientes e fazer o disparo de e-mails de forma inteligente e sem tanto esforço.

8. Tenha uma loja rápida e responsiva

O Google é obcecado pela velocidade das páginas. Afinal, ninguém aguenta um site lento. Logo, ter um site rápido é ótimo para ajudar a sua papelaria online a aparecer no buscador, bem como para a experiência do usuário. Ou seja, a velocidade impacta diretamente na taxa de conversão e nas vendas.

O mesmo se aplica à questão dos dispositivos móveis. Em 2019, ocorreu a tão esperada virada do mobile sobre o desktop, com os celulares se tornando a principal forma de navegação. Isso mostra a importância que esses dispositivos têm no e-commerce. Então, é preciso estudar bastante e garantir que os sites são rápidos e preparados para o mobile. Por outro lado, pode ser que no seu nicho o desktop ainda prevaleça. O ideal é acompanhar os dados de navegação, usando ferramentas como o Google Analytics.

9. Procure complementar a sazonalidade da papelaria

De modo geral, a papelaria online “bomba” em meses como dezembro, janeiro, junho e julho. Ou seja, períodos de volta às aulas em escolas e faculdades. Portanto, é preciso pensar em estratégias para tentar equilibrar o faturamento ao longo do ano. É claro que você investirá em publicidade todos os meses, mas também pode fazer campanhas em outras datas especiais, como o dia das mães e dos pais, dia dos namorados e dia das crianças.

10. Foque nos melhores fornecedores

Para uma papelaria, os fornecedores são essenciais. Eles são um dos segredos do sucesso, garantindo que você conte com os melhores produtos possíveis. Afinal, não adianta nada ter tudo acima e não vender o que o cliente quer. Pesquise bem os fornecedores para encontrar os que oferecem o melhor negócio. Opções mais próximas ganham na agilidade e quem sabe no preço, mas você não precisa se limitar. Uma infraestrutura de logística e estoque boa pode compensar um fornecedor distante.

Uma das principais dicas nesse sentido é não depender de um único fornecedor. Não somente isso permite que você negocie melhor preços e prazos, mas se ele tiver um problema, o seu negócio não é comprometido. Portanto, busque ter dois ou três fornecedores para cada categoria de produto.

11. Planeje o frete e o prazo

Para uma papelaria online e qualquer outro e-commerce, o frete e o prazo de entrega devem ser grandes preocupações. Um valor de frete alto pode assustar o cliente, sendo um dos maiores motivos para a taxa de abandono no carrinho de compras. Além disso, você pode ter a opção de oferecer frete grátis, mas isso precisa ser muito bem planejado.

Uma ótima dica é trabalhar com diferentes modalidades de entrega. Os smart lockers dos Correios estão começando a surgir e eles podem ser uma opção que traz mais conveniência para o cliente. Em relação ao prazo, é claro que quanto mais rápido melhor. Porém, é preciso ser realista. Não adianta prometer uma entrega super-rápida se você não conseguir cumpri-la. Isso gera muita frustração no cliente.

12. Garanta atendimento de qualidade

Para ter ainda mais sucesso na sua papelaria online, você precisa oferecer um atendimento de qualidade. Esse é um dos maiores motivadores de satisfação do cliente, o que pode contribuir muito para que ele volte — ou não — a fazer negócios com a sua empresa. Tenha múltiplos canais de conversa, desde e-mail, chat na página da loja e redes sociais, e garanta que todos os canais girem em torno de uma única conversa. Responda o mais rápido possível e tire todas as dúvidas para que o volume de compras se mantenha alto.

Se você quer vender mais na sua papelaria online, marketplaces são uma boa opção. Essas plataformas são ótimas para ajudar você a ter mais alcance com as vendas. Para um e-commerce na prática, quanto mais formas de acessar seus produtos o público tiver, maiores são as possibilidades de venda. Os maiores marketplaces do Brasil atraem milhões de usuários por dia, podendo ser a primeira (e às vezes única) forma como eles pesquisam produtos. Portanto, é um canal que permite trazer faturamento constante além de atrair novos compradores.

Gostou do post? Então siga-nos no Facebook, Instagram e YouTube para não perder nenhuma novidade!

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário