Dia das Crianças: Pesquisa revela que data deve movimentar mais de R$ 10 bilhões no varejo

A data comemorativa deste ano, promete não decepcionar lojistas com faturamento alto e preferência do consumidor em comprar online. Veja os principais […]

A data comemorativa deste ano, promete não decepcionar lojistas com faturamento alto e preferência do consumidor em comprar online. Veja os principais dados do levantamento.

 

 

Uma pesquisa realizada pela  CND – Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, revela que 72% dos consumidores brasileiros irão comprar algum item no Dia das Crianças. Como resultado, a data comemorativa que ocorre neste 12 de outubro deverá movimentar cerca de R$ 10,93 bilhões no varejo.

Os consumidores têm preferência por compras online

Apesar da retomada gradativa do comércio físico e reabertura de lojas em grandes centros ou shoppings, por exemplo, as estatísticas mostram que o consumidor já se adaptou à comprar online e não deve abandonar este novo hábito tão cedo.

Para esclarecer, a pesquisa aponta que pelo segundo ano consecutivo, a internet deverá ser a principal escolha de compra do brasileiro. Ou seja, 37% dos entrevistados afirmam que vão aproveitar a ocasião para comprar seu presente sem sair de casa.

Quais canais de compra serão mais utilizados este ano?

Para os lojistas é cada vez mais essencial utilizar diferentes canais de vendas e comunicação com seus clientes e isso varia muito de acordo com a persona de cada negócio está aí a importância de conhecê-los muito bem para proporcionar uma experiência de compra adequada.

Dessa forma, a pesquisa nos mostra o comportamento do consumidor online deste ano e quais canais ele acha mais atrativo. Veja:

  • 79% dos consumidores afirmam que vão acessar sites de lojas para realizar suas compras do Dia das Crianças;
  • Por outro lado, 70% avisam que vão utilizar os aplicativos de compras para adquirir seus produtos. Ou seja, o dado prova mais uma vez a importância de fornecer uma boa experiência mobile, por exemplo; 
  • Já 20% dos entrevistados, afirmam que vão comprar através do Instagram de sua loja favorita. Portanto, pensar em estratégias de vendas para redes sociais também é essencial.

Os pais preferem não levar as crianças para as lojas

Em entrevista, Carolina Pêra mãe de Tereza  que hoje tem apenas um ano e dez meses, nos traz um ponto de vista diferente sobre comprar presentes sem levar as crianças para as lojas físicas. Carolina revela que a filha até agora, ganhou apenas presentes comprados online. E ela acredita que a experiência tem sido muito positiva.

“Eu acho que a compra online facilita um pouco o controle do consumismo, porque a gente não precisa ir às lojas. Lá existem opções variadas e a criança acaba querendo muita coisa, e às vezes nem mesmo ela sabe o que realmente quer. Através da internet, a gente (pais) acaba escolhendo, não a criança. E tem também o fator surpresa, quando chega algo em casa estimula o interesse dela de desvendar o que tem ali. Então, tem esses dois pontos positivos”, finaliza Carolina.

Para resumir, o Dia das Crianças poderá ter o melhor resultado dos últimos tempos. Dessa forma não deixe de investir nesta data tão importante. 

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário