Conheça 8 desafios de logística no e-commerce e saiba como superá-los

Quem é empreendedor sabe das diferentes dificuldades que existem num e-commerce. Dentre elas, os desafios de logística parecem complexos, pois exigem bastante […]

Quem é empreendedor sabe das diferentes dificuldades que existem num e-commerce. Dentre elas, os desafios de logística parecem complexos, pois exigem bastante atenção de diferentes lados e em diferentes circunstâncias — não somente a entrega ao consumidor final.

Tais desafios, no entanto, podem ser contornados caso o dono do negócio saiba quais são eles e caso invista capital e atenção para que não ocorram. Por isso, criamos este artigo para você conhecer os principais desafios de logística no e-commerce e como superá-los!

Quer saber quais são eles e como superá-los? Continue a leitura conosco!

1. Estoque organizado e eficiente

Um estoque organizado ajuda com que seus funcionários encontrem com maior facilidade e rapidez os produtos. Além disso, você pode fazer uma melhor disposição dos produtos colocando próximo à porta de saída aqueles com maior giro de vendas. Essa simples ação é capaz de tornar o processo ainda mais eficiente.

Se possível, crie também caminhos no chão que indiquem aos colaboradores as alas de produtos. Por isso, evite caixas entulhadas e sem identificação, pois assim sua entrega terá mais rapidez.

2. Entrega rápida

Ninguém gosta de esperar, não é mesmo? Portanto, tenha uma equipe especializada para garantir que o pedido seja listado assim que o pagamento for aprovado e, logo depois, já encaminhado para a área de logística separar e embalar. Não é possível garantir rapidez caso haja falha em algum dos principais processos. Portanto, esteja sempre atento ao que pode melhorar.

3. Relação saudável com seus fornecedores

Manter um relacionamento saudável com fornecedores pode ser um problema ou até mesmo uma solução. Se vocês tiverem uma boa relação, é possível garantir algumas regalias ou o famoso “quebra-galho” num pedido com entrega mais rápida, por exemplo. Lembre-se de que eles são de extrema importância para o seu negócio e que, sem os produtos, o processo de vendas é afetado.

4. Modernização nos processos

É muito importante que as empresas modernizem ou automatizem seus processos, mas que não deixem isso atrapalhar a logística de alguma forma. Sempre que houver mudança em algum processo ou software, é necessário que fazer testes antes (e, se possível, durante dias não úteis) para garantir o sucesso da sua implantação e evitar quaisquer atrasos no processo logístico.

5. Falha na comunicação

A falha na comunicação é um grande problema em qualquer empresa. Quando ela acontece com o cliente, principalmente, pode ser um fator crucial para que ele deixe de ser fidelizado ou que crie um marketing boca a boca negativo sobre seu negócio.

Por isso, é muito importante que sua loja ofereça uma comunicação clara sobre o tipo de entrega e prazo que será feito a fim de não gerar frustrações. Por exemplo, se você comunica ao cliente que o item adquirido chegará em 10 dias, certifique-se de despachá-lo o mais rapidamente ou garantir que sua transportadora efetue a entrega no prazo correto.

6. Logística reversa

É obrigação dos e-commerces oferecerem o direito ao consumidor devolver o produto caso não tenha gostado ou apresente defeitos. Desse modo, é muito importante que sua empresa tenha uma logística reversa (ou seja, que saiba como receber do cliente o produto de volta).

Existem algumas maneiras bastante eficientes disso ser realizado, como:

  • coleta no local: um colaborador vai até o local para retirar o produto com o consumidor sem horário previsto;
  • coleta no local com horário marcado: um colaborador vai até o local para retirar o produto com o consumidor num horário acordado por ambos;
  • pontos de entrega: a empresa cria uma lista de locais onde o consumidor pode levar o produto para ser armazenado e um colaborador, posteriormente, retira-o, levando novamente para a empresa. Um local bastante comum para isso são as agências e centros de distribuição dos Correios.

Lembre-se de oferecer uma política de devolução clara e uma equipe (SAC, e-mail, etc.) disponível para atender a clientes e esclarecer dúvidas.

7. Decisão entre transportadora ou correios

É estimado que 40% das entregas realizadas por e-commerces acontecem através dos Correios, já que a empresa oferece diferentes modalidades de frete, prazos e valores. No entanto, lojas virtuais que trabalhem com produtos com dimensões maiores, como eletrodomésticos ou produtos inflamáveis, podem optar pelo uso da transportadora.

Geralmente, as transportadoras costumam ser mais flexíveis, tendo seus prazos respeitados e diminuição de atrasos em datas comemorativas. Por isso, identifique bem o tipo de produto e público e faça a melhor escolha para o seu negócio.

8. Escolha da embalagem ideal para produtos

A embalagem é um dos pontos essenciais para que todo o plano de logística faça sentido. Imagine você investir em bom armazém, entrega, comunicação etc. e a embalagem ser frágil o suficiente para danificar o produto? Desse modo, é importante que todo o processo seja levado em consideração, desde quando o pedido sai de sua empresa até a hora em que chega às mãos do consumidor.

Por isso, invista em embalagens de qualidade e que sejam atraentes para o consumidor, para que ele valorize a entrega do produto. Embalagens coloridas podem ser mais custosas, mas chamam atenção e fazem o cliente valorizar seu produto. Além disso, você ainda pode investir em folders que mostrem a melhor forma de utilizar o item e como mantê-lo por mais tempo.

São diferentes maneiras que podem ser utilizadas para superar os principais problemas acerca da logística. Se possível, invista em um time que possa executar nossas dicas para garantir melhoria nos processos e, consequentemente, no serviço de sua empresa.

Viu como existe uma série desafios de logística em que você deve colocar atenção para seu e-commerce funcionar bem? É importante, portanto, manter o seu estoque organizado e intuitivo; oferecer entrega seja rápida e segura; desenvolver uma relação saudável com fornecedores; modernizar seus processos para otimizar falhas; cuidar bem da comunicação a fim de não haver maus entendidos pensar em como realizar a logística reversa; decidir a melhor forma de entrega para seus consumidores; e utilizar a embalagem ideal. Assim, você, com certeza, garantirá maior número de vendas e fidelização de clientes!

Agora que você já sabe tudo a respeito dos principais desafios do tema, saiba quais são os KPIs e métricas utilizados na logística!

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário