Criar site de vendas: veja os itens básicos para começar a vender
Você sabe como conseguir vender roupas pela internet?

Você sabe quais são os custos do marketplace? Veja todos agora!

Publicado em: • Última Atualização:

Muitos empreendedores têm vontade de expor seus produtos em marketplaces — como o Mercado Livre —, visando mais um canal de vendas para alavancar o faturamento. Porém, uma das maiores dúvidas a respeito disso, saber se vale mesmo a pena (ou não), está ligada aos custos do marketplace.

Quer saber quais são as vantagens de expandir a estratégia e como esses gastos impactam a receita de um negócio? Falaremos sobre isso neste artigo. Continue com a leitura e confira agora mesmo!

Quais as vantagens em expandir para marketplaces?

Hoje, a maior dificuldade para o e-commerce é a aquisição de tráfego. O dono da loja virtual, ao fazer a integração com o marketplace, não vai sofrer com esse problema, visto que essas plataformas geralmente já têm a aderência de um público grande e constante.

Sendo assim, a maior parte do trabalho vai ser voltada para conseguir oferecer produtos com preços competitivos e contar com um operador logístico que oferece agilidade para poder entregar com rapidez e responder o cliente com prontidão (um fator de muita importância na decisão de compra).

Em suma, dentro de um marketplace, o empreendedor precisa trabalhar em três frentes principais:

  1. preço;
  2. entrega;
  3. atendimento

Se conseguir trabalhar esses pilares com eficácia, o resultado possivelmente será vender bem no mercado e ter sucesso em qualquer lugar — não só no marketplace.

Além disso, a principal vantagem é justamente a de não ter que se preocupar com a aquisição de tráfego. Para quem está iniciando seus projetos isso é muito bom, porque você:

  • começa a entender o e-commerce;
  • tem contato com mais clientes online;
  • tem um capital de giro importante (porque é um dinheiro que entra e que não se tinha antes);
  • começa a testar seu produto (se vende bem ou mal, se o preço está alto ou não, por exemplo).

Dessa forma, podemos dizer que o canal de vendas de marketplace é fundamental para expandir o negócio e alavancar as vendas (principalmente para início e manutenção da saúde financeira), porém, vale ressaltar que ele não pode ser o único.

Existe um momento ideal para fazer essa expansão?

Não existe um momento certo para essa decisão. Porém, o ideal é começar o negócio online já apostando nos marketplaces.

Todo o e-commerce hoje em dia tem que estar integrado a eles — salvo algumas exceções em que se vende muito bem em loja virtual e não exista uma margem para trabalhar com marketplaces (essa margem seria a autenticidade dos produtos e a baixa concorrência, por exemplo).

De qualquer forma, um empreendedor não perde nada com a integração. Mesmo que, posteriormente, o resultado não seja o esperado, servirá como um teste que pode se tornar uma operação muito bem-sucedida.

Afinal, quais são os custos do marketplace para essa expansão?

Isso depende, principalmente, de cada plataforma de marketplace. Geralmente, é um valor que pode chegar até 20% de comissão sobre o valor das vendas realizadas. Também depende muito do segmento no qual se vai trabalhar — o de eletrônicos, por exemplo, têm um custo diferente do de moda.

É importante ressaltar aqui que não existe uma taxa fixa. É necessário verificar anteriormente com os sites qual é esse valor cobrado para cada tipo de produto que você vende.

Quanto é o gasto para investir em marketplace?

É preciso deixar claro que não existe custo inicial. Todos os gastos que o lojista tem é com o pós-vendas. Assim, se é existe uma integração com a Tray, por exemplo, — que já realiza a integração de forma nativa —, é possível aproveitas os mesmos produtos existentes na loja virtual e migrar os dados para o Mercado Livre sem nenhum custo.

A grande questão aqui é que, se o seu objetivo é vender mais e mais rápido, precisará arcar com o custo de anunciar o produto por lá. Porém, vale relembrar que o serviço essencial não é pago.

Portanto, apenas quando a venda é concretizada que se desconta a comissão. Em relação aos demais custos gerados com a operação, estão:

  • estoques (que já existem, caso já se trabalha com e-commerce ou loja física);
  • operacional (separação e expedição dos pedidos);
  • frete para as entregas;
  • ferramentas de gestão e outras tecnologias.

É preciso pensar na comissão como se fosse um vendedor que busca e encontra clientes para os seus produtos e, em troca do esforço, cobra um percentual sobre a venda realizada.

Geralmente, esse montante é utilizado pelos marketplaces para investir mais em marketing (visando atrair mais clientes) e em tecnologia, a fim de aprimorar os processos.

Qual é a importância de controlar o estoque?

No caso de trabalhar com mais de um canal de venda, é essencial fazer uma boa gestão do estoque, a fim de atender todas as demandas com qualidade — e não correr o risco de perder uma venda em decorrência de indisponibilidade, direcionando o consumidor para o concorrente.

Utilizando a plataforma da Tray, é possível fazer a integração e monitorar os níveis de estoque, realizando a gestão por meio de um painel — no qual todas as informações estão consolidadas.

O controle de estoque é muito importante porque o que vai dizer se você está com um produto aparecendo na primeira página do marketplace é um score que eles criam. Entre os principais fatores que contribuem para aumentar essa pontuação, estão:

  • o prazo para envio dos produtos;
  • a pontualidade na entrega;
  • nível de satisfação do comprador

Por isso, é de suma importância que o vendedor invista em um excelente controle de estoque, além de uma entrega bem rápida e de qualidade.

Os custos do marketplace podem ser encarados mais como um investimento, já que essa estratégia pode ser bem vantajosa para quem pretende aplicá-la. Ainda que não seja possível estabelecer um gasto fixo inicialmente — em decorrência das variações das comissões dos sites e das categorias de produtos, por exemplo —, fica mais fácil ter uma previsibilidade de quanto essa operação impacta o faturamento.

O que achou do artigo? Quer saber como anunciar seus produtos nos principais marketplaces do mercado? Então, você não pode deixar de conferir esse material bem completo sobre o assunto!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Você sabe quais são os custos do marketplace? Veja todos agora!
3.7 (73.33%) 3 votos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *