Cresce o número de empresas migrando seu negócio para o digital

O Boom do e-commerce, fez com que muitas empresas, que antes não investiam no digital, começassem a buscar alternativas para entrar nesse mercado que só cresce. Acompanhe quais tecnologias podem ser usadas por lojistas a favor de seu negócio.

Não há como negar que as lojas virtuais hoje fazem parte do cotidiano da maioria das pessoas.

A facilidade que ela traz, sem dúvidas caiu no gosto popular e fez com que o resultado do e-commerce desse um salto muito grande nesse ano.

E-commerce fatura bilhões 

Para se ter uma ideia, somente no primeiro semestre deste ano, por exemplo, o e- commerce brasileiro faturou cerca de R$ 53,4 bilhões, ou seja, um resultado 31% maior em comparação com o mesmo período de 2020.

Negócio digital se tornou uma necessidade para os comerciantes

Visto todo esse sucesso, e principalmente a adaptação do consumidor em comprar online, muitos comerciantes perceberam a necessidade de migrar suas lojas para este meio.

Dessa forma, os desafios dessa mudança trouxeram também a necessidade de utilizar a tecnologia a favor de seus negócios.

Varejo digital: como migrar da loja física para a loja virtual? Confira o passo a passo.

Maior uso de ferramentas de automação

Com a concorrência acirrada, foi necessário automatizar os processos de venda online o que permite, acima de tudo, fazer uma análise prática e rápida para se destacar, por exemplo.

Em outras palavras, o uso de automações que permitem acessar, coletar e estruturar dados da internet, aumentaram de forma considerável, por exemplo. 

Essas automações, são vantajosas para o negócio pois minimizam erros e aumentam a produtividade, evitando por exemplo, divergências muito grande entre valores de produtos semelhantes.

Uso de Bots inteligentes no e-commerce

João Drummond, CEO e fundador da Crawly startup de desenvolvimento de robôs inteligentes para busca e coleta de dados , afirma que o ramo vai muito além de pesquisa de concorrente e pode identificar até mesmo, consumidores em potencial.

“O uso de plataformas de automação para pesquisa de dados em lojas virtuais e marketplaces permite, por exemplo, que empresas possam mapear seus concorrentes, identificar nichos de mercado em potencial e investir em marketing, vendas e logística com mais assertividade”, informa.

“A partir de informações de qualidade, é possível prever o comportamento de consumidores e oferecer melhores condições para comercialização de produtos na internet”, finaliza Drummond.

Em conclusão, podemos perceber que muitas empresas deverão migrar suas lojas para o digital em 2022.

Ainda possui dúvidas se sua loja tem perfil virtual? Confira esse post esclarecedor: afinal, minha loja física se encaixa no digital?

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário