MadeiraMadeira Se Torna Mais Nova Parceira Da Tray em Marketplace
Em parceria com MailBiz, Tray disponibiliza E-mail Marketing com foco em conversão

Confira o passo a passo para usar analytics no e-commerce

Publicado em: • Última Atualização:

Diferentemente da loja física, a internet não permite que o lojista veja e acompanhe o consumidor diretamente. No entanto, existem ferramentas propícias para que seja possível conhecer melhor o público-alvo nas lojas virtuais, como as do Google. Para tal, saber como usar o analytics no e-commerce é essencial.

O Google Analytics é uma ferramenta que permite que o lojista acesse uma série de dados dos usuários para mensurar o desempenho da loja virtual, identificar os problemas e propor soluções para corrigi-los, melhorando os resultados alcançados.

Com isso, a importância do analytics no e-commerce se deve à possibilidade de uma tomada de decisão mais estratégica, considerando as particularidades, os resultados reais do negócio e o potencial de crescimento da loja, a partir de dados gerados pelos próprios consumidores no processo de navegação e compra.

Saber como usar esse poderoso recurso e fazer dele ainda mais benéfico para o negócio é crucial para crescer e solidificar resultados. A seguir, montamos um passo a passo em 6 etapas para que você veja como utilizar melhor essa ferramenta!

1. Faça uma conta no Google Analytics

Primeiramente, você deve criar uma conta no Google ou usar uma conta do Gmail para se cadastrar no analytics. Acesse a página do Google Analytics e clique em “inscreva-se” ou “criar conta”.

Inicialmente, você terá que inserir dados de acesso, nome e senha apenas. Na tela seguinte, escolha a opção “Website” e preencha as informações solicitadas, como URL, moeda e outras. Ao final da página, clique em “Obter ID de acompanhamento”. Na página seguinte, aparecerá um código de rastreio que você deve copiar.

Agora vá até a plataforma de e-commerce que você usa e insira o código copiado na página de confirmação de compra do e-commerce. Para evitar problemas, recomenda-se que um programador experiente seja responsável por essa etapa.

Após o código ser adicionado ao site, uma etapa fundamental é voltar ao Analytics, ir na barra “administrador” e, na terceira coluna, sobre configurações de comércio eletrônico, clicar na opção “ativar comércio eletrônico”.

O Google pode demorar até 24 horas para processar essas novas configurações e iniciar a coleta de informações dos usuários.

2. Conheça os tipos de relatórios disponibilizados

Além de ter o Google Analytics, é fundamental saber como usar essa ferramenta de forma estratégica para alavancar os resultados. Para isso, você deve atentar-se aos tipos de relatórios disponibilizados para conhecer em profundidade o consumidor e melhorar a experiência de compra do cliente. Se está começando, conhecer os relatórios básicos é uma boa forma de descobrir mais sobre o recurso.

  • tempo real: esse relatório ajuda a entender quem está navegando no e-commerce no momento, informando origem do tráfego, localização, fluxo de navegação etc.;
  • público-alvo: gera mais informações específicas sobre o público-alvo para que o lojista possa compreender melhor as particularidades do consumidor e melhorar a experiência dele nos esforços de marketing e vendas;
  • aquisição: apresenta dados relevantes sobre origem do tráfego do site, mostrando como os clientes chegaram até a sua loja;
  • comportamento: mapeia como o usuário se comporta após entrar no site, sendo uma informação relevante para otimizar investimentos de marketing;
  • conversões: um dos relatórios mais importantes traz informações detalhadas sobre vendas e conversões no e-commerce, permitindo que o lojista conheça quais produtos mais saem, qual a receita gerada, quanto tempo demorou entre primeiro acesso e compra etc.

Com essas informações, o lojista conhece melhor os próprios consumidores e potenciais de vendas e, assim, pode trabalhar para gerar melhores resultados.

3. Entenda o que os consumidores mais procuram no seu site

Ao utilizar o analytics no e-commerce, o lojista vai se deparar com uma série de dados e informações. Conseguir elencar as mais importantes é um fator decisivo para que a ferramenta possibilite gerar mais vendas.

Entre as informações mais relevantes, destacam-se aquelas relacionadas ao comportamento de compra do consumidor que permite conhecer a jornada de compra. Saber quais produtos são mais procurados na loja virtual é essencial para entender quais as expectativas dos clientes com a marca, além de visualizar quais conteúdos foram úteis para qualificar o lead para a compra.

Ao identificar quais são os carros-chefe do negócio, invista em estratégias para valorizá-los e torná-los ainda mais atrativos para os clientes, aumentando as chances de fechar mais vendas e fidelizar o consumidor. Essas informações estarão disponíveis nos relatórios de comportamento e conversões.

4. Crie campanhas

Um dos usos mais vantajosos do Google Analytics é acompanhar o desenvolvimento e desempenho das campanhas de marketing e também aprimorá-las, a partir das métricas apresentadas na ferramenta. Para tal, você deve utilizar URLs rastreáveis que podem ser geradas no Criador de URL para campanhas do Google.

Ao inserir as informações da campanha, o Google vai gerar uma URL rastreável que deverá ser usada em toda a campanha para identificar conversões, origem, cliques etc. Essas informações estarão disponíveis nos relatórios gerados no item “aquisição – campanhas”.

A partir disso, toda campanha de marketing realizada pelo e-commerce, como de links patrocinados, e-mail marketing, estratégia de conteúdo, redes sociais e outras, poderá ser acompanhada com mais detalhes e informações relevantes para as decisões de negócio.

5. Mensure resultados

A mensuração dos resultados consiste não apenas em ter os dados disponíveis, mas também em realizar análises que permitam que eles se transformem em tomada de decisão e mudanças efetivas na experiência gerada no e-commerce. Os relatórios são fundamentais para mensurar a performance do negócio e identificar se os objetivos e as metas estão sendo alcançados.

Métricas como taxa de conversão, canais de aquisição, desempenho do produto, ticket médio e outras permitem alinhar a realidade do negócio com as ações da empresa, tornando os resultados mais sólidos e a operacionalização mais vinculada aos interesses dos consumidores.

Portanto, além das informações gerais, é importante estabelecer as métricas-chave que vão ajudar o negócio a alcançar os objetivos de vendas e crescimento.

6. Otimize as campanhas com analytics no e-commerce

Por fim, todos os dados e passos anteriores para usar o Google Analytics resultam na oportunidade de otimizar as campanhas para que elas sejam mais acertadas e vinculadas em canais mais relevantes para o público-alvo identificado, além de focar nos produtos mais interessantes para cada perfil de consumidor.

As informações geradas nos relatórios do analytics só terão valor real para o negócio se forem aplicadas no cotidiano do e-commerce para direcionar a estratégia e torná-la mais eficaz.

Agora, seguindo esse passo a passo que criamos, você está pronto para usar o analytics no e-commerce e alcançar os benefícios gerados por meio do uso correto dessa poderosa ferramenta.

Quer mais dicas para alavancar os resultados do seu e-commerce? Assine a nossa newsletter agora mesmo!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Confira o passo a passo para usar analytics no e-commerce
5 (100%) 1 voto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10% de desconto
50% de desconto
10% de desconto
30% de desconto
20% de desconto
30% desconto
50% de desconto
20% de desconto
30% de desconto
50% desconto
30% de desconto
50% de desconto
Gire e ganhe desconto no ingresso
Digite seu endereço de e-mail e gire a roda. Esta é sua chance de ganhar descontos incríveis!

Escolha a cidade para o desconto!

Regras:
  • Uma chance por email
  • Não acumula para outra cidade
  • Enquanto durarem os ingressos free.