Aprenda como vender vinhos pela internet e faturar aos montes!

As possibilidades de nicho em e-commerces são amplas, por isso fica fácil para um comerciante se encontrar em uma área na qual ele […]

As possibilidades de nicho em e-commerces são amplas, por isso fica fácil para um comerciante se encontrar em uma área na qual ele mais se identifica. Pensar na viabilidade de como vender vinhos pela internet pode, dessa forma, atrair aquele que entende sobre a produção da bebida.

Contudo, como em qualquer tipo de investimento em vendas, existem desafios: é preciso conquistar a confiança dos consumidores, estudar sobre o produto e, principalmente, ter fornecedores confiáveis. O lado bom é que essa área de comércio ainda está crescendo e não existe uma vasta concorrência, o que facilita, ao empreendedor, conseguir se fixar mais fácil.

Vender não é tão simples, mas quando encontramos orientações relevantes como as seguintes, esse processo se torna bem menos descomplicado. Quer entender melhor e começar sua venda de vinhos na web? Acompanhe o artigo!

Conheça as autorizações e os documentos necessários

Nesse tipo de negócio, além das autorizações comuns exigidas para qualquer e-commerce que se abra, serão obrigatórias outras específicas para quem comercializa bebidas alcoólicas. Primeiro, é importante saber que cada cidade pode ter uma exigência diferente. Assim, vale a pena se informar em órgãos, como a prefeitura. Em cada estado existe uma agência que controla a comercialização de bebidas alcoólicas, a Agência de Controle de Bebidas (ACB).

As licenças para bares e depósitos são diferentes. Além disso, será preciso pedir a solicitação e esperar pela autorização, para iniciar as vendas. Lembre-se também de renovar, anualmente, esse documento, a fim de andar de acordo com a legislação.

Encontre bons fornecedores

Vinhos são produtos especiais, que não podem ser adquiridos de qualquer pessoa. Os clientes costumam ser exigentes e a maioria conhece detalhes sobre a bebida. Contar com fornecedores confiáveis é um passo que não pode ser negligenciado, pois, do contrário, há um risco de decepcionar algum consumidor seja pela má qualidade, falta de conservação ou até falsificação da bebida.

Para não correr esse risco, tenha um cadastro de colaboradores seguros, assim você poderá contatá-los sempre que precisar.

Invista em um estoque

O comportamento de compra nesse ambiente online pode variar de vez em quando. Por exemplo, se um determinado vinho é mostrado em novela ou seriado de sucesso, é possível que surja, de repente, alta demanda pela mesma bebida. Assim, é importante planejar uma quantidade razoável para cada tipo deles.

Além disso, não se esqueça das boas práticas de conservação, como a temperatura ideal da adega no estoque, a inclinação recomendada para a garrafa, o cuidado com a limpeza do local. Tudo para evitar perdas.

Tenha um diferencial

É preciso fazer a diferença sempre se o lojista quiser se destacar. O comum e o esperado a maioria já faz, mas entregar algo mais especial nem todos. E é nesse aspecto que a marca pode chamar a atenção.

Ao vender vinhos pela internet, tente oferecer algo de valor e que, ao mesmo tempo, tenha a ver com o tipo de produto. Uma ideia é investir em queijos que harmonizem com as bebidas vendidas. Pratos com snacks, decorados em temas como Natal, Ano Novo, Dia dos Namorados, também podem ter boas saídas, principalmente em épocas festivas.

Frequente feiras e vinícolas

É fundamental estar por dentro das novidades que estão acontecendo no ramo. Ir a feiras temáticas e conhecer outras vinícolas é uma forma de ter contato com outros vendedores, produtores e conhecedores da área. Também é um meio de conseguir bons insights para serem implementados na própria loja e fazer-se conhecido, ganhando um pouco mais de autoridade.

Mostre competência

Primeiro, é fato que ao trabalhar com esse nicho é essencial que o lojista tenha conhecimentos sobre o assunto. Ele precisa ter noções das diferenças de uvas, reconhecer vinhos especiais e de reserva, entender o processo de maturação da bebida, conhecer a distinção de armazenamento em barris, saber harmonizar cada rótulo com um tipo de comida diferente. Esse conhecimento precisa ser apurado com certa frequência.

Além disso, para ganhar confiança, mostre o quão conhecedor você é nesse assunto. Produza conteúdos, sejam escritos ou em vídeos, dando dicas que possam ajudar as pessoas a encontrar o que elas desejam e lhes tirar as dúvidas. Ter um chat online, para o momento da compra no site, também pode ser útil a quem quiser tirar dúvidas sobre algo mais específico.

Monte um clube de fidelização

É preciso encontrar maneiras de fazer com que o consumidor se motive a comprar da sua loja e queira continuar consumindo dela, em vez de optar por um concorrente. Fazer clubes de fidelidade, com pontuações, descontos, premiações, sorteios, brindes pode ser um bom estimulante para tal comportamento. No entanto, é primordial que a recompensa seja algo realmente valioso ao cliente, como ingressos para eventos ou descontos em outras garrafas.

Invista em uma boa plataforma

O ambiente onde os produtos estarão expostos e no qual os consumidores inserirão seus dados precisa passar confiança, ter uma navegação intuitiva, um design legal e links relevantes. O usuário que acessa o site precisa não só encontrar o que ele deseja e saber todas as informações detalhadas, como também sentir segurança em fazer a compra. Existem selos que o lojista pode conquistar e que confirmam o site como protegido.

Quando for inserir as mercadorias, é importante colocar todas as particularidades possíveis, fotos, informações. Inserir sugestões de harmonizar com queijos ou outras comidas pode aproximar mais clientes.

Faça a divulgação correta

Como atrair visitantes, se eles nem sabem da existência da loja? Por isso, é recomendado investir em algum tipo de divulgação ou marketing digital, como banners promocionais, página em redes sociais, marketing de conteúdo, remarketing, Google Ads, Facebook Ads. Saiba, antes disso, o perfil de público ideal para sua marca atingir, estude a estratégia e coloque os planos em ação.

Seguindo todas essas dicas de como vender vinhos pela internet, as chances de conseguir cativar um público se tornam mais reais. Não deixe de continuar buscando conhecimentos e atualizações para seu empreendimento ter sucesso!

E se você acha interessante se aprimorar em vendas online, para aumentar o êxito do negócio, siga-nos no Facebook, Twitter, LinkedIn e YouTube e acompanhe as novidades mais de perto!

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário