Dicas de como vender no Submarino, Americanas e Shoptime (B2W)

Já imaginou anunciar seus produtos nos maiores sites da internet brasileira sem pagar nada por isso? Parece bom demais para ser verdade, […]

Já imaginou anunciar seus produtos nos maiores sites da internet brasileira sem pagar nada por isso? Parece bom demais para ser verdade, não?

Mas é! Hoje, graças ao surgimento do marketplace da B2W, você pode vender seus produtos em grandes sites como Americanas, Submarino e Shoptime sem pagar nada para aparecer ali.  A única taxa cobrada ocorre sobre o valor do produto vendido. O canal é administrado pela B2W Digital, a maior empresa de e-commerce do país e da América Latina.

Aprenda mais com o quadro Escola Responde:

 

Então, como vender no Submarino, Americanas e Shoptime?

Para começar a vender seus produtos nesses sites, você precisará criar uma conta no Marketplace B2W. O cadastro é limitado a pessoas jurídicas, já que é necessário emitir nota fiscal para todas as vendas feitas. Confira abaixo o passo-a-passo do processo:

  1. Crie seu cadastro clicando aqui
  2. Configure sua loja na B2W
  3. Cadastre seus produtos
  4. Pronto! Se tudo deu certo, seus produtos já começam a aparecer nos sites da B2W.

Se você já é cliente Tray o processo é um pouco diferente – visto que você pode administrar seus produtos na B2W direto do painel da sua loja. Dessa forma, não será necessário seguir os passos 2 e 3.

Tudo que você precisa fazer é ativar a integração da sua loja com o marketplace da B2W. O processo é simples – faça seu cadastro na B2W e entre em contato com o suporte para que este recurso seja acionado.

Com o marketplace ativado em sua conta, entre no painel da loja e siga o caminho: extensões > Marketplaces > Integração ao Submarino, Americanas e Shoptime.

Em seguida, escolha os produtos que deseja vender nos marketplaces, siga o passo-a-passo do site e pronto! Seus produtos começaram a aparecer nesses sites.

Você também pode criar regras especiais para os produtos que são vendidos nos marketplaces, como por exemplo: adicionar 10% ao valor do produto para cobrir uma parte da taxa da B2W. Isso fica a seu critério, mas, para saber mais sobre o assunto, confira nosso guia na página de atendimento.

Observação importante: é necessário ter CNPJ para vender na B2W.

Como funciona o marketplace da B2W

O funcionamento é relativamente simples:

A princípio, depois de feito o cadastro da loja e produtos, a B2W fica responsável por fazer a análise de risco e fraude dos produtos vendidos. Assim que confirmada a legitimidade da venda, você recebe um alerta com os dados do cliente para então gerar nota e cuidar da entrega do produto.

A B2W cobra uma taxa fixa de 16% sobre todas as vendas. O dinheiro da venda do produto (já retirada a taxa da B2W) fica disponível na sua conta B2W e pode ser sacado quinzenalmente.

É importante ficar atento ao processo de compra para dar suporte ao cliente em caso de possíveis trocas ou devoluções.

Quer se aprofundar mais no assunto? Leia nosso Guia sobre marketplace, em que entramos em detalhes sobre o funcionamento dos marketplaces.

Vale a pena vender no Marketplace da B2W?

Decerto, uma das grandes dificuldades para lojas virtuais novas é conseguir tráfego para seus produtos. Isso a Americanas, Submarino e Shoptime têm de sobra. Essa alta visibilidade junto a isenção de taxas de adesão e permanência, já fazem valer muito a pena vender nesses canais.

Mas existem outros fatores que comprovam a eficácia das vendas via B2W:

1) O e-consumidor brasileiro está lá

Certamente, o e-consumidor brasileiro conhece as marcas do B2W Marketplace e costuma comprar nelas. Para se ter uma ideia, no primeiro semestre de 2018, o canal recebeu 138,8 milhões de visitas únicas e 575,6 milhões de pageviews a cada mês. Além disso, manteve uma base de 1,6 milhão de clientes ativos mensalmente.

2) As vendas estão em crescimento e o marketplace também

Inegavelmente, na Black Friday 2018, por exemplo, os sites faturaram o equivalente a 45 dias normais de venda e muito disso foi movimentado pelo marketplace. Em outubro, as vendas de parceiros já superaram o estoque próprio do canal, respondendo por 52,2% do GMV (Gross Merchandise Volume) da B2W Digital.

3) As marcas possuem credibilidade

Primordialmente, o consumidor confia nas marcas e sabe do comprometimento do B2W Marketplace em entregar bem o produto. Por isso, as lojas parceiras podem se beneficiar dessa reputação vendendo no canal. Os sites já receberam, entre outros, prêmios como o Marcas Mais (Estadão), Top 5 Loja Diamante (E-Bit), e o de E-Commerce – Grandes Operações (Prêmio Época Reclame Aqui).

4) Há treinamentos para seu desenvolvimento

Por meio da Universidade B2W Marketplace, o canal oferece muitos materiais e treinamentos para auxiliar no desenvolvimento de seus parceiros. Desta forma, foco é auxiliar tanto na administração das informações de vendas no Portal Parceiro, como também no crescimento do negócio. Por conta disso, os lojistas podem ficar seguros de que sempre receberão ajuda e dicas para otimizar os resultados e vender cada vez mais.

5) O canal ajuda na sua operação e crescimento

Sobretudo, a B2W oferece muitos serviços com foco nas necessidades do e-commerce e do marketplace que podem ajudar os parceiros na operação. Há soluções que contribuem na logística, fulfillment, integração, inteligência de preço, anúncios patrocinados e crédito. É possível acionar os serviços quando desejar e conforme a necessidade do negócio, em suas diferentes etapas de crescimento.

6) Utilize a Tray em sua integração com o canal

Dessa forma, se você já utiliza a Tray, pode contar com mais esse benefício: esta plataforma está homologada com a SkyHub, integradora oficial do B2W Marketplace. Isso significa que você pode cadastrar seus produtos no canal com facilidade, sem pagar nada pela integração com a SkyHub, e já começar a vender.

Hora de vender na B2W

Agora que você já sabe como chegar lá, vamos aprender um pouco sobre como ser Líder de Vendas nos Marketplaces?

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário