O que é branding e como aplicar na minha loja virtual?
7 Dicas de como vender mais pelo Instagram

Entenda aqui como começar a vender no Ponto Frio

Publicado em: • Última Atualização:

O marketplace do Ponto Frio aparece com um dos principais do Brasil. Ele está vinculado à Nova Pontocom, subsidiária brasileira do grupo Cnova.

Com forças unidas aos e-commerces das Casas Bahia e do Extra, o negócio que se torna parceiro desse grupo tem grandes possibilidades de ampliar as vendas online, a custos reduzidos de suporte e marketing. São e-commerces já estabelecidos no mercado e que viabilizam um volume enorme de visitações.

Se você ficou interessado em fazer parte desse marketplace, continue acompanhando este artigo e saiba agora como começar a vender no Ponto Frio!

Características e diferenciais do Ponto Frio

O marketplace do Ponto Frio está vinculado à Via Varejo, uma das maiores empresas de varejo brasileiras e uma das líderes no mercado online.

Ao se tornar parceiro da Via Varejo, sua empresa operará a loja e venderá os produtos, mas o cliente navegará pelos sites do Ponto Frio e dos outros integrantes do grupo: Casas Bahia e Extra.

Alguns dos principais pontos fortes desse marketplace são: amplo canal de vendas disponível, possibilidade de posicionar estrategicamente sua marca e qualidade do time montado para auxiliar na gestão da sua loja.

Com relação ao alcance dos marketplaces da Via Varejo, eles têm, mensalmente, mais de:

  • 100 milhões de procuras nos buscadores da internet;
  • 59 milhões de visitas;
  • 1 milhão de pedidos;
  • 1,4 milhões de itens vendidos.

Como vender no Ponto Frio

O passo a passo para começar a vender no Ponto Frio é descomplicado. Veja a seguir.

Reunir a documentação necessária

O que poderá tomar um tempo maior é juntar os documentos e as informações requeridas. Essa etapa é muito importante, e sugerimos que faça isso com bastante atenção. Você precisará de:

  • cartão CNPJ emitido há até 30 dias;
  • contrato social;
  • requerimento de empresário ou certificado ME;
  • Sintegra;
  • cópia de documento de identificação oficial com foto do responsável legal pela loja;
  • comprovante bancário contendo o CNPJ, a razão social e os números da agência e da conta-corrente da pessoa jurídica.

Com os documentos em mãos, parta para a próxima etapa.

Preencher o formulário

Na página de marketplaces da Via Varejo, realize o seu pré-cadastro por meio do preenchimento do formulário disponibilizado. Você deverá informar os seguintes dados:

  • razão social;
  • nome fantasia;
  • CNPJ;
  • qual a forma de constituição / natureza jurídica da sua loja;
  • site da loja ou link de outros marketplaces dos quais já faz parte;
  • e-mail;
  • nome do responsável legal pelo e-commerce;
  • telefone do responsável pelo e-commerce com DDD;
  • em qual banco você possui conta jurídica;
  • qual a sua principal categoria de atuação;
  • qual a forma de integração — ERP, integradora, plataforma ou manual;
  • qual o nome do ERP, da integradora ou da plataforma que utiliza;
  • quantos SKUs sua loja tem;
  • como você soube do marketplace.

Após enviar o formulário de pré-cadastro, faça o download do formulário de cadastro de marketplace e do certificado de integridade, também disponíveis na página. Você deverá imprimir e preencher o documento com todos os dados da sua loja.

Nas páginas seguintes, assinale “sim”ou “não” para as perguntas feitas. Se necessário, complete com dados adicionais. Ao final do processo, insira o nome completo e a assinatura do responsável legal pelo negócio.

Por último, digitalize o formulário já preenchido e anexe, ao final do documento digitalizado, toda aquela documentação que você reuniu.

Lembre-se de que o envio correto da documentação facilita e acelera os processos de cadastro e ativação da sua loja.

A equipe da Via Varejo fará a análise da sua inscrição e entrará em contato. Em caso de aprovação, essa equipe passará as coordenadas para as próximas etapas necessárias.

O pagamento à Via Varejo é feito apenas quando uma venda é realizada, por meio de uma comissão por pedido.

Dicas para destacar seus produtos e vender mais

Se conseguiu passar por todo esse processo e ser aprovado, isso é ótimo! Mas um cuidado constante que você deve ter é com relação à manutenção da sua loja. A seguir, conheça práticas que podem ajudar você a se sair muito melhor nas vendas.

Usar uma plataforma de integração

Mostramos que, ao preencher o seu pré-cadastro, você deverá informar a forma de integração com o marketplace. Nós aconselhamos fortemente que você use uma plataforma de integração para isso.

Se você já é parceiro de outros marketplaces ou pretende ser — o que é uma escolha acertada —, a gestão integral possibilitada por uma plataforma desse tipo será fundamental. Assim, você pode centralizar em um lugar apenas todos os pedidos feitos, envio de notas fiscais, informações sobre estoque, transporte e prazos de entrega, entre outras funções.

Além da vantagem do gerenciamento mais simples da sua loja, o uso de uma plataforma de integração facilita até mesmo a ativação do seu negócio como parceiro dos marketplaces, pois, por meio dela, é possível migrar todas as suas ofertas em vez de cadastrar uma por uma em cada site.

Apresentar satisfatoriamente seus produtos

Tenha em mente que você precisa ser lembrado e procurado. Mas como fazer isso em meio a tantos negócios do mesmo segmento? Ser fiel ao que o seu público-alvo deseja é uma das principais ações.

Suponhamos que você tenha uma loja virtual de artigos de moda. Ao visualizar seu anúncio, o cliente em potencial espera poder ver cada detalhe do produto.

Assim, faça fotos nítidas, que cubram vários ângulos e foquem nos detalhes. Use preferencialmente fundos brancos ou neutros para que eles não “briguem” com o que precisa, de fato, ser destacado. Se possível, apresente um modelo usando o produto. Dessa forma, o consumidor tem uma noção mais clara de como o item ficará no corpo.

Estar presente nas redes sociais

Os marketplaces dão mais visibilidade ao seu negócio pois têm um grande alcance. Ainda assim, na atualidade, é imprescindível que você faça uso das redes sociais para mostrar o seu trabalho e vender mais.

Elas podem ser usadas de diversas formas: para apresentar seus produtos — fazendo links até mesmo para os marketplaces —, divulgar conteúdos interessantes e até usar os recursos de publicidade oferecidos por essas redes — Facebook Ads e Instagram Ads são bons exemplos.

Agora que você já sabe como vender no Ponto Frio, caso tenha ficado interessado e esteja apto a se tornar parceiro, reúna já sua documentação e faça sua inscrição!

Para vender mais em marketplaces, é fundamental conhecer determinadas técnicas de atuação nesse mercado. Temos um e-book esclarecedor sobre o tema. Faça o download dele agora mesmo e aprenda como anunciar nos principais marketplaces!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Entenda aqui como começar a vender no Ponto Frio
5 (100%) 1 voto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *