Como Vender no Mercado Livre: Passo a Passo para Anunciar!

Para vender no Mercado Livre é preciso se cadastrar na plataforma como vendedor. Não é necessário ter CNJP, você pode vender no Mercado Livre como pessoa física (CPF), bem como MEI ou CNPJ. Veja o passo a passo de como se cadastrar e anunciar seus primeiros produtos no Mercado Livre.

A venda por meio de marketplaces é uma excelente opção para empreendedores que estão iniciando a jornada no meio digital.

Entre as diversas dúvidas de quem está começando, uma das principais é a de como vender no Mercado Livre.

Mais do que bons produtos e uma logística eficiente de entregas, um vendedor de marketplace precisa atuar nas melhores plataformas se quiser construir uma receita no longo prazo. 

No Brasil, poucas plataformas se destacam como o Mercado Livre.

Apesar de estar ativo no Brasil desde os primórdios das vendas online, o Mercado Livre continua atualizando os recursos para os vendedores e ainda consegue esbanjar uma popularidade e fidelidade do público que estão muito à frente de seus concorrentes.

Neste artigo, montamos um guia com tudo que você precisa saber sobre como vender no Mercado Livre, o marketplace mais latino-americano de todos os tempos. 

Confira e tire suas dúvidas sobre o assunto!

O que é Mercado Livre?

O Mercado Livre é um marketplace com renome mundial que se consolidou como a maior plataforma de e-commerce da América Latina.

Fundada na Argentina em 1999, pelo empresário Marcos Galperín, desde então a plataforma cresceu e se tornou um dos maiores marketplaces do mundo, com quase 139 milhões de usuários ativos, mais de 12 milhões de vendedores e operando em 19 países:

  • Argentina;
  • Bolívia;
  • Brasil,
  • Chile;
  • Colômbia;
  • Costa Rica;
  • República Dominicana;
  • México;
  • Equador;
  • Guatemala;
  • Honduras;
  • Peru;
  • Panamá;
  • Uruguai;
  • Venezuela.

No Brasil, o Mercado Livre é o 5º site mais acessado da internet, com 52 milhões de visitantes únicos por mês, segundo dados da própria plataforma.

Assim como todo marketplace, o Mercado Livre permite que os seus vendedores exibam produtos para uma audiência ampla.

No entanto, além de permitir a publicação de produtos de milhões de vendedores, a plataforma oferece outros serviços para facilitar a experiência do usuário e do vendedor, como serviços de armazenamento, logística de entrega e pagamentos online.

Benefícios de vender no Mercado Livre

Se você está procurando uma maneira fácil de vender seus produtos, o Mercado Livre é uma das melhores opções que você encontrará.

O marketplace argentino possui regras bem estruturadas que oferecem uma experiência gratificante tanto compradores quanto vendedores, além de ser um dos sites mais seguros onde você pode comprar e vender todos os seus produtos.

Abaixo, entenda mais sobre as vantagens de anunciar seus produtos no Mercado Livre.

Opção econômica para empreendedores

Começar a vender no Mercado Livre é uma escolha muito barata. 

Na verdade, você não precisa investir nada para se cadastrar como vendedor na plataforma.

E você também pode postar os produtos sem pagar nada

No entanto, você deve considerar que, se quiser se tornar um líder de vendas, terá que apostar em estratégias diferentes do resto dos vendedores, como criar anúncios pagos.

Alcance internacional

Como o Mercado Livre lida com compradores em diferentes países da América Latina, a plataforma mostra os produtos nos idiomas correspondentes de cada usuário.

Para facilitar o processo, o Mercado Livre disponibiliza uma ferramenta gratuita de tradução automática do conteúdo dos vendedores para espanhol e português.

A tradução automática nem sempre é perfeita, por isso o mercado recomenda fortemente que os vendedores forneçam conteúdo nos idiomas suportados.

No entanto, isso já é o suficiente para fazer com que seus produtos alcancem clientes de outros países latinos.

Anúncios de produtos

Os vendedores podem criar anúncios dedicados para promover seus itens dentro e fora da plataforma do Mercado Livre.

As opções de anúncios disponíveis incluem banners ou produtos sugeridos nas classificações de pesquisa.

Este é um serviço Pay-per-click. 

Isso significa que as marcas pagam apenas uma taxa ou cada clique em seus anúncios.

Os vendedores podem escolher quando exibir anúncios. 

Você também pode definir orçamentos diários para aumentar sua visibilidade.

Melhor experiência de compra

Um dos diferenciais do Mercado Livre é o sistema para avaliar a reputação do vendedor, calculado com base em algumas métricas, como:

  • o número de reclamações que um vendedor recebe de seus compradores;
  • a taxa de pedidos cancelados pelo vendedor;
  • o tempo de preparação do pedido.

Esse sistema de avaliação simples, mas poderoso, permite que os vendedores identifiquem e trabalhem questões que afetam sua reputação e a experiência de compra do cliente.

Acesso a uma base de clientes fiel

Mercado Livre e outras plataformas de marketplace como a Amazon e Magazine Luiza têm milhões de visitantes da web ansiosos para comprar.

Eles não estão lá para ler artigos ou se divertir com vídeos fofos de gatos: estão lá para colocar produtos no carrinho e finalizar compras.

Isso torna as vendas em qualquer marketplace popular uma excelente estratégia, principalmente para quem está começando nas vendas online.

Em vez de vender para algumas centenas de pessoas que visitam seu site, você pode vender para milhões de clientes que confiam na segurança do Mercado Livre.

Acesso ao Mercado Pago

Mais um dos grandes benefícios que o Mercado Livre oferece a seus vendedores é o acesso ao seu próprio processador de pagamentos, o Mercado Pago.

É uma ferramenta que oferece segurança e confiança a milhões de consumidores que optam por usar o Mercado Livre para comprar produtos online.

O Mercado Pago é, como o próprio nome sugere, um sistema de pagamento próprio do Mercado Livre que pode ser usado para cobrar ou pagar qualquer produto dentro da plataforma.

A principal vantagem desse método de pagamento é o alto nível de proteção para o vendedor. 

O Mercado Pago fica responsável por fazer uma retenção do dinheiro do vendedor até que o cliente receba o pedido e confirme que está tudo em ordem.

Como funciona o Mercado Livre na prática

Para começar a vender pelo Mercado Livre, você precisa considerar o que essa plataforma oferece de especial para os vendedores.

No geral, o Mercado Livre, assim como outros marketplaces, funciona como se fosse um shopping virtual capaz de receber milhares de clientes diariamente.

Os vendedores podem se cadastrar na plataforma de graça, sem pagar nada. 

Uma vez cadastrados, eles precisam criar seus primeiros anúncios de produtos.

A seguir, veja respostas para algumas dúvidas comuns sobre como vender no Mercado Livre e como a plataforma funciona para os vendedores.

Preciso ter CNPJ?

Para começar a vender no Mercado Livre, você não precisa abrir uma empresa. 

Não há a obrigatoriedade de cadastrar um CNPJ, e você pode realizar o cadastro na plataforma como vendedor utilizando apenas seus dados pessoais e CPF.

Na maioria dos casos, as pessoas começam vendendo os produtos no Mercado Livre como pessoa física. 

No entanto, a plataforma tem promovido cada vez mais iniciativas para incentivar os vendedores a abrir um CNPJ.

Um bom exemplo é o sistema de classificação de MercadoLíder, permitido apenas para os vendedores cadastrados na plataforma com o CNPJ.

Que tipo de proteção eu tenho como vendedor?

De acordo com informações do próprio Mercado Livre, há um conjunto de maneiras de proteger os vendedores em negociações.

Além de monitorar todas as operações financeiras que acontecem entre vendedores e clientes, o sistema do Mercado Livre exige uma segunda senha sempre que você (vendedor) solicitar a transferência do dinheiro da plataforma para sua conta bancária.

O Mercado Livre também mantém um canal de suporte com os vendedores para resolver problemas nas vendas ou eventuais desentendimentos.

Em casos de contestação de pagamentos, quando o consumidor contesta uma compra feita em seu cartão de crédito, o Mercado Livre ajuda o vendedor por meio de uma iniciativa chamada Programa de Proteção ao Vendedor.

Como são feitas as entregas?

O Mercado Livre oferece duas maneiras de o vendedor enviar os produtos para os consumidores. 

A primeira delas é fazer a entrega por conta própria, contratando um serviço de entrega terceirizado ou levando os produtos pessoalmente ao destino do consumidor.

A segunda maneira é utilizar a ferramenta oficial da plataforma, o Mercado Envio, que atua em parceria com os Correios para possibilitar que o cliente faça uma simulação do frete de entrega conforme seu CEP.

Essa parceria faz com que o serviço ofereça condições especiais, reduzindo o frete em até 20%. 

Para o lojista, é possível acessar pacotes com etiquetas do Mercado Envios, sem custo adicional.

No Mercado Envios, o cliente pode simular sozinho e automaticamente o preço exato do valor da taxa de entrega. 

Sem a iniciativa, o cliente interessado em realizar uma compra tem que fazer uma pergunta à plataforma sobre o valor do frete para sua região.

O que é MercadoLíder?

O MercadoLíder é uma maneira recente que o Mercado Livre encontrou de classificar seus vendedores conforme a qualidade da experiência que eles oferecem para seus clientes.

O selo do MercadoLíder funciona como um atestado de confiança. 

Ele indica que o vendedor fez diversas vendas e que, por isso, comprar dele é seguro.

Existem três níveis de MercadoLíder que são divididos por uma série de critérios como volume de vendas, faturamento e volume de reclamações. 

Os selos são: MercadoLíder, MercadoLíder Gold e MercadoLíder Platinum.

Para se tornar um MercadoLíder, independente de qual dos três níveis você seja, é necessário cumprir uma série de requisitos

  • – ter um tempo de cadastro na plataforma superior a 4 meses;
  • – manter documento de identidade e dados atualizados e cadastrados;
  • – manter o documento fiscal com comprovação fiscal;
  • – apresentar na conta menos de 1% de reclamações com mediação do Mercado Livre sobre a quantidade total das suas vendas;
  • – ter menos de 2% de todas as vendas canceladas com a devolução de dinheiro.

Além desse conjunto de critérios, cada nível de MercadoLíder deve cumprir especificações particulares. Veja quais são esses critérios a seguir.

MercadoLíder

Para ganhar o selo básico de MercadoLíder, é preciso ter 60 ou mais vendas concretizadas e um faturamento total de R$ 25.000 ou mais.

MercadoLíder Gold

Para alcançar o Gold, o vendedor deve alcançar 150 vendas concretizadas ou mais, além de um faturamento total de R$ 80.000 ou mais.

MercadoLíder Platinum

Para alcançar o selo mais alto de Platinum, o vendedor precisa ter 450 vendas concretizadas ou mais, além de um faturamento total de R$ 200.000 ou mais em vendas concretizadas.

Passo a passo de como vender no ML

Se você ainda não vendeu produtos online, o Mercado Livre é o lugar perfeito para dar os primeiros passos e ter uma experiência enriquecedora.

Tudo que você precisa é aprender o processo e seguir algumas dicas de como evitar armadilhas comuns. 

O passo a passo é super simples, como também a criação da conta e a divulgação do produto são totalmente gratuitas. 

Confira logo abaixo!

Crie uma conta no Mercado Livre

O passo inicial para vender no Mercado Livre é criar um perfil.

Para fazer isso, você pode acessar o site do Mercado Livre ou baixar o aplicativo da plataforma no seu celular. 

O app está disponível nas versões iOS e Android.

É possível utilizar sua conta de consumidor para vender um produto online, caso já tenha uma. 

Ao fazer isso, é importante tornar o seu perfil o mais profissional possível.

Caso ainda não tenha uma conta no Mercado Livre, basta seguir o passo a passo:

  • no canto superior direito da página inicial do Mercado Livre, clique em Criar sua Conta;
  • você será redirecionado para a página de cadastro como pessoa, mas você também pode se cadastrar como empresa clicando em Criar uma conta de empresa;
  • no caso de cadastro pessoal, você deverá preencher a ficha de cadastro com os dados: Nome e Sobrenome, CPF, e-mail e senha. Já na conta empresarial, os dados são: CNPJ, Razão Social, e-mail e uma senha. Com todos os campos em branco preenchidos, clique em continuar;

Você receberá um código de confirmação de cadastro no e-mail.

Quando receber o código, coloque no espaço destinado. 

Pronto, a sua conta no Mercado Livre está ativada!

Agora você está preparado para cadastrar seu primeiro produto na plataforma.

 

Defina o produto e a categoria na plataforma

Para cadastrar seu produto pela primeira vez no Mercado Livre, será preciso definir qual produto será vendido e escolher uma categoria para ele.

O Mercado Livre oferece uma lista extensa de categorias que ajudam a definir facilmente o produto a ser publicado.

Você pode pesquisar em qual categoria sua concorrência costuma cadastrar os produtos para ter certeza de que está cadastrando corretamente.

Escreva a descrição do produto

Na descrição do produto, você quer mostrar que seu produto tem os melhores recursos e as especificações mais exclusivas.

O consumidor, por outro lado, não está interessado apenas nas características técnicas do produto. 

Ele também quer saber como isso pode beneficiá-lo.

Portanto, na descrição do produto, além de explorar detalhes técnicos, diga como o produto pode melhorar a vida do consumidor.

Além disso, certifique-se de escrever uma descrição fácil

Se você ler sua descrição em voz alta, parece uma conversa real que você teria com seu amigo?

Se a descrição do seu produto não é tão simples quanto o que você diria ao seu amigo sobre o produto, então, é hora de injetar um pouco de vida no texto.

Trazer um tom natural, que você usaria em uma conversa real, ajudará seu cliente a se conectar com sua marca.

Insira as fotos do produto

É importante ter em mente que nas vendas online uma boa imagem é um fator essencial para atrair o consumidor. 

As fotos são o que convencem a fazer a compra.

Para isso, é fundamental que as imagens mostrem outros ângulos do produto e que permitam conhecer todas as características de forma clara, sem distrações.

Verifique se as fotos estão em foco e bem iluminadas. 

Nem muito claro, nem muito escuro: os detalhes do produto ficam bem. 

A plataforma recomenda que as fotos tenham 1200 x 1200 px para que os clientes possam dar zoom.

Defina o preço do produto

Definir o preço do produto vendido em um marketplace não é a mesma coisa de precificar itens vendidos numa loja virtual tradicional. 

Assim como em outros marketplaces, os vendedores do Mercado Livre precisam considerar a tarifa da plataforma se não quiser sair perdendo de uma compra.

A tarifa por venda cobrada pelo Mercado Livre leva em consideração o cruzamento de dois fatores: a categoria do produto e o tipo de anúncio

O próprio Mercado Livre tem um guia completo informando todas as taxas e comissões cobradas nas categorias permitidas na plataforma.

Além disso, é importante não cometer o erro de tomar como base somente a média do mercado ou da concorrência. 

Os preços variam de uma empresa para outra porque cada uma tem despesas específicas que precisam ser cobertas na venda.

A concorrência deve ser considerada apenas uma régua por meio da qual você avalia se os seus preços são competitivos. 

Ao mesmo tempo, os preços devem cobrir despesas de produção e garantir sua margem de lucro.

No Mercado Livre, ainda há a norma de que os preços não podem custar abaixo de R$ 7,00

Esse é o valor mínimo que um vendedor pode pedir por quaisquer produtos.

Preencha informações de entrega

Uma das etapas finais do processo de cadastro de um produto no Mercado Livre é informar se os clientes também poderão buscar o produto em um ponto de retirada ou se o produto estará disponível apenas para envio ao endereço.

Após tomar essa decisão, você também precisará completar informações referentes ao endereço de partida para que o frete possa ser calculado na plataforma.

Configure tipos de anúncio

Anúncio grátis, clássico ou premium. 

Em todos os casos, os anúncios são gratuitos, você só paga quando fizer uma venda! 

Após escolher o tipo de anúncio, clique na opção Publicar e pronto, seu produto já estará à venda.

Os tipos de anúncios para vender no Mercado Livre

O Mercado Livre oferece três tipos de anúncios: grátis, clássico e premium

Em todos os casos, não há custos para a criação de um anúncio na plataforma.

Conforme o tipo escolhido pelo vendedor, é preciso pagar uma taxa referente à venda fechada com a ajuda do anúncio. 

É um modelo de cobrança conhecido como CPA (Custo por Aquisição), que não faz a cobrança baseada em visualização.

Abaixo, conheça os benefícios e as possibilidades de cada tipo de anúncio do Mercado Livre.

Anúncio grátis

O vendedor que não quer investir muito dinheiro inicialmente, mas ainda assim pode divulgar seu conjunto de produtos com os anúncios gratuitos da plataforma.

Nesse caso, não há nenhuma tarifa para criar o anúncio. 

No entanto, a exposição dos anúncios é mais baixa em relação aos outros dois tipos de anúncios. 

Além disso, eles ficam ativos apenas durante 60 dias.

É importante destacar que, para fazer o anúncio Grátis, o vendedor precisa ter feito pelo menos 20 vendas em 1 ano.

Anúncio clássico

O vendedor ganha mais vantagens para anunciar, mas também surgem as taxas sobre as vendas fechadas.

Nos anúncios clássicos, a tarifa por venda é de 11% para produtos de R$120 ou mais.

Por unidade para produtos de menos de R$120, a tarifa é de 11% por venda + R$ 5,00.

A exposição deste anúncio é média e tem um prazo de duração ilimitado. 

Os vendedores podem alcançar mais visibilidade do que se estivessem com o anúncio grátis.

A adesão ao anúncio clássico também permite que o vendedor utilize a plataforma financeira do Mercado Livre, o Mercado Pago, e tenha anúncios com duração ilimitada. 

Outro benefício é o ganho de visibilidade nos produtos anunciados, já que a exposição é considerada mediana: superior à visibilidade alcançada com o anúncio gratuito, embora ainda fique atrás do Premium.

Anúncio premium

O Anúncio Premium é o tipo de anúncio que mais oferece vantagens aos vendedores cadastrados no Mercado Livre. 

Além de permitir o acesso do vendedor ao programa financeiro de pagamento da plataforma, o Mercado Pago, o anúncio premium tem uma duração ilimitada e permite que os clientes consigam parcelar suas compras sem juros. 

Outra vantagem do anúncio premium é a ampla exposição dos produtos

Os itens anunciados ganham prioridade nas buscas dentro da plataforma, ocupando as primeiras posições nos resultados de busca do Mercado Livre.

Por outro lado, a única desvantagem do anúncio premium é que esta opção pode ser cara demais para um vendedor iniciante.

Para aproveitar os benefícios do anúncio premium, é preciso pagar uma tarifa de 16% pela venda realizada na plataforma

Para produtos abaixo de R$ 120,00, o vendedor também deve desembolsar uma taxa de R$ 5,00.

Nesse caso, a comissão final para produtos que custam menos que R$ 120,00 é de R$ 5,00 + 16% do valor anunciado.

Como vender mais no Mercado Livre: dicas extras

Colocar seus produtos no Mercado Livre é o passo número um, mas fazer vendas consistentemente é o passo número dois.

É preciso mais do que um nome cativante e um produto que as pessoas gostam para aumentar as vendas em uma plataforma tão disputada como o Mercado Livre.

Aqui estão algumas dicas nas quais você pode confiar várias vezes para vender em um mercado online:

Incentive seus clientes a avaliarem seus produtos

Dado que as opiniões de outros consumidores muitas vezes podem acelerar muito a decisão de compra, você pode dar a seus clientes incentivos para escrever avaliações e avaliar a qualidade de seus itens por meio de chamadas para ação ou brindes.

A seção de classificação deve permanecer sempre visível e sem censura, sem ocultar comentários negativos, para os quais você deve estabelecer um protocolo de resposta.

Não descumpra as regras do Mercado Livre

O não cumprimento das regras estabelecidas pelos marketplaces pode resultar em críticas negativas ou até mesmo na remoção do portal. 

No Mercado Livre, não é diferente.

Um descumprimento pode ter um sério impacto na reputação da sua marca dentro e fora da plataforma, algo que você não quer arriscar.

Forneça mais valor do que seus concorrentes

Quando os clientes têm tantas marcas e produtos para escolher, não é de admirar que a retenção e fidelização de clientes seja uma tarefa difícil.

Os clientes querem produtos que ofereçam o maior valor pelo seu dinheiro e, disputando espaço em uma plataforma como o Mercado Livre, isso pode ser um desafio.

Concentre-se no que torna seu produto único e coloque seus diferenciais em destaque. 

Os compradores adoram novidades e são naturalmente atraídos pelo que é novo.

Especialize-se em um nicho

Se você está apenas começando a vender em um grande marketplace, especializar-se em um nicho é uma boa estratégia para começar.

Isso pode significar oferecer alguns produtos relacionados em um nicho ou oferecer apenas um produto.

Além de controlar melhor as vendas e aperfeiçoar o ciclo de envio, especializar-se em um produto pode permitir que você construa sua reputação na plataforma.

A partir de então, você pode obter suas primeiras avaliações e adicionar mais produtos sem precisar atrair clientes completamente novos do zero.

Começar pequeno e escalar é uma estratégia de mercado que você também pode aplicar à expansão internacional dentro do Mercado Livre.

Sua reputação de vendedor já estará consolidada e você poderá se expandir com um crescimento mais rápido para vendas onde o Mercado Livre alcança.

Use estratégias de SEO para aumentar sua visibilidade

O SEO é crucial para vender no Mercado Livre e em qualquer outro marketplace, porque ajuda suas páginas de produtos a terem uma classificação mais alta nos resultados de pesquisa, resultando em aumento do tráfego orgânico e da receita.

Otimize seus títulos

Os títulos das postagens são fundamentais por duas razões: posicionar sua postagem no topo da sua categoria e convencer o usuário a clicar em sua postagem.

É por isso que é preciso usar as melhores dicas para fazer títulos vencedores. 

Por exemplo, dê detalhes do seu produto se você tiver espaço de sobra e adicione palavras-chave que o usuário usa para pesquisar seu produto.

Para encontrar termos eficientes, coloque-se no lugar do usuário e pergunte-se: se eu tivesse que comprar este produto, como eu o procuraria?

Perguntas e Respostas: forneça soluções para todas as dúvidas

Uma atenção especial deve ser dada à seção de perguntas e respostas de seus produtos. 

Nunca deixe a pergunta de um potencial cliente sem resposta, mesmo que a solução já esteja nas informações que você forneceu na descrição.

Criar esse vínculo mais humano e prestar atenção direta aos potenciais clientes proporciona confiança entre vendedor e comprador, o que pode ser um fator decisivo na hora de fazer uma compra.

Aproveite o Mercado Shops

O Mercado Shops é uma opção oferecida pelo Mercado Livre para criar uma página específica para o seu negócio.

Essa página é dedicada ao detalhamento completo de seus produtos, onde já são adicionados todos os produtos que você publicou no Mercado Livre.

É uma ótima maneira de começar com uma loja virtual sem gastar muito no desenvolvimento e design do site.

Esta opção dá mais destaque e identidade à sua marca, ao permitir fazer a página com suas preferências em cores, design, logotipo, nome, banners e até URL personalizada.

Use mais de um canal

Não limite a difusão de suas vendas apenas ao alcance do Mercado Livre. 

Embora a plataforma tenha milhares de visitas diárias, você pode aproveitar todos os canais de difusão que você tem à sua disposição para levar clientes aos seus produtos.

Faça posts no Facebook, Twitter e Instagram, onde você pode direcionar potenciais compradores para os seus produtos dentro do Mercado Livre. 

Quanto mais visualizações você acumular, melhor.

Adicione variações do seu produto

Se você tem um produto em estoque com mais de uma versão, embora tenha o mesmo preço, aproveite a oportunidade para fazer a publicação do produto incluindo cada variante.

Dessa forma, haverá mais possibilidades que uma das versões seja selecionada pelos usuários, em vez de opções do seu concorrente.

Vale a pena vender no Mercado Livre? 

Agora que você sabe tanta coisa importante sobre como vender no Mercado Livre, fica a questão: vale a pena vender nesse marketplace? 

A resposta não poderia ser outra a não ser: SIM, vale a pena.

Seja você um vendedor iniciante no comércio virtual, seja você um vendedor com um pouco mais de experiência nesse ramo, seu negócio será capaz de se adaptar às normas flexíveis do Mercado Livre — e talvez seja isso que faz da plataforma ainda tão popular.

Essa é uma excelente forma de vender seus produtos, pois é uma plataforma que conta com um ecossistema de soluções voltadas para democratizar o comércio eletrônico e multiplicar oportunidades tanto para consumidores quanto para vendedores.

Como vimos, você pode começar seu negócio hoje mesmo, criando uma conta gratuita como vendedor no Mercado Livre em poucos minutos e usando apenas seu CPF.

E aí, agora que você sabe como vender no Mercado Livre, o que está esperando para criar uma conta de vendedor na plataforma? 

Aproveite as dicas deste artigo para começar a vender em um dos maiores marketplaces do mundo.

Para dar os primeiros passos no Mercado Livre, não perca nosso e-book com as estratégias que todo vendedor deve priorizar ao criar uma conta na plataforma.

Clique aqui e confira!

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário