Como utilizar um ERP para vender em múltiplos canais?

Foi-se o tempo em que estar no meio virtual de negócios compreendia apenas manter vendas a partir de uma loja virtual. A […]

Foi-se o tempo em que estar no meio virtual de negócios compreendia apenas manter vendas a partir de uma loja virtual.

A presença digital em canais variados é uma realidade dos lojistas que buscam aumentar suas vendas como uma estratégia também de conhecer melhor seu público e ir ao encontro do consumidor, seja através de marketplaces abrangentes ou nichados.

Entretanto, para conseguir administrar os pedidos, as vendas, emissão de notas e controlar o estoque de maneira integrada, a utilização de um sistema de gestão ERP é fundamental, para garantir a excelência do serviço, que sempre visa a boa experiência de consumo na jornada de compra do cliente. 

O que é ERP e como funciona o sistema?

O ERP é um software usado para cuidar de diversas operações da empresa, como, por exemplo, gestão de estoque, cadastros, compras, controle financeiro, logística, entre outras.

Do inglês Enterprise Resource Planning, significa “Planejamento dos Recursos da Empresa”, e é uma ferramenta de gestão para administrar o seu negócio de forma simplificada. O ERP também auxilia no controle e pagamento de impostos, assim como geração de notas fiscais, processos estes feitos de forma rápida e descomplicada.

Fazer uso de um sistema de gestão online é interessante, pois faz com que todos os setores da empresa funcionem de forma estabilizada. Além de auxiliar na produtividade e organização de cada departamento e fazer integrações com marketplaces e parcerias logísticas de forma eficaz e sólida. 

Dicas para vender em múltiplos canais 

Quando a missão não é conciliar apenas um canal de vendas, mas vários ao mesmo tempo, os desafios vão tomando forma e tarefas simples como gerenciar o estoque ou controlar a logística vão ficando cada vez mais complexas. Algumas dicas são importantes:

  • Automatize o controle de estoque:

    No e-commerce, a premissa básica é garantir que o que foi vendido pode ser entregue ao consumidor de maneira rápida. Para que isso aconteça, a gestão de estoque é muito importante.  Ao controlar de forma unificada seu estoque em múltiplos canais de venda, você evita que um mesmo produto seja vendido ao mesmo tempo em sua loja virtual e no marketplace, garantindo um melhor atendimento ao seu cliente, sem furos de estoque nem demora na entrega dos pedidos aos consumidores.

  • Controle financeiro é tudo:

    Quando se fala em negócio se pressupõe que o controle financeiro seja importante, mas no e-commerce ele é também um indicador para ver se está tendo o retorno esperado. Quando bem gerido, o administrador sabe que não faltarão recursos para a reposição de produtos, e também garante a saúde financeira do negócio, equilibrando as contas. Quando há vendas em múltiplos canais, as entradas são variadas, mas também é preciso fazer o fluxo de caixa acontecer de forma fluida. 

  • Tenha bons parceiros logísticos:

    Quem compra no e-commerce não compra somente o produto, mas compra a comodidade de comprar sem sair de casa e também a agilidade de entrega. O prazo de entrega é determinante em muitas situações de vendas, e por isso, ao vender em mais de uma plataforma a organização logística é importante, e ela pode ser integrada também ao sistema de gestão para facilitar os processos e evitar demoras. 

  • ERP para gerir os múltiplos canais de venda:

    Cadastrar preços, subir imagens e configurar todas as informações nas diferentes plataformas é uma das partes mais complexas da gestão, é preciso muita dedicação para dar atenção a isso e também acompanhar estoque, pedidos e logística. Um sistema de gestão automatiza processos, elimina tarefas repetitivas e sincroniza as informações atualizando o sistema em tempo real. Isso mantém o empreender mais focado em estratégias de vendas e menos sobrecarregado de processos gerenciais. 

O que um ERP faz pelo seu e-commerce: 

  • Integra aos marketplaces: 
  • Emite notas fiscais e boletos bancários;
  • Controla e organiza o estoque;
  • Gerencia vendas e controla as finanças;
  • Cadastra clientes em uma plataforma única;
  • Faz integrações logísticas;
  • Economiza tempo de gestão e energia dos colaboradores com processos manuais. 

Um mesmo sistema para várias operações

É um novo momento de mercado, e o cenário do e-commerce está cada vez mais atrelado à venda através de marketplaces. Nos últimos meses, surgiram novos players de nicho, o que pode também ser uma oportunidade interessante para ir ao encontro do consumidor. Vale sempre pensar que quanto mais seu produto for visto e acessado, mais chances de compra e maior a possibilidade de garantir uma boa reputação para a seu negócio.

Quando um mesmo sistema de gestão consegue sincronizar informações de venda, torna o trabalho mais facilitado e assertivo, fazendo com que a jornada de compra do consumidor também seja beneficiada, com uma loja organizada e pedidos sendo entregues conforme o previsto no momento da compra. 

É um círculo de desenvolvimento: vender em mais canais, pode gerar mais vendas, mais trabalho de gestão, mas que se tiver um ERP para sintonizar os pedidos e vendas, o processo se torna descomplicado e possível. 

Atente também para contratar um sistema de gestão online e com armazenamento em nuvem, o que facilita o acesso de qualquer lugar e mantém as informações atualizadas e bastante seguras devido ao cloud computing. 

Integração para vender mais 

Um sistema de gestão integrado aos marketplaces, e com gestão única dos diversos canais de venda, as vendas, estoques, produtos, cadastro de clientes e emissão de notas ficam registradas em uma única plataforma. Isso facilita na contabilidade da empresa e também passa a ser o fio condutor do negócio, podendo apontar indicadores importantes quanto aos rumos da empresa. 

Diretamente a isso também é possível aumentar a produtividade dos colaboradores, garantindo mais tempo para a equipe pensar no negócio de forma inteligente, criativa e estratégica. 

Além disso, gerenciar um negócio no e-commerce envolve muito processo de gestão interna, e organização é o ponto forte do ERP, para operacionalizar os serviços relacionados ao e-commerce, e vender em múltiplos canais de forma organizada e inteligente. Integração é a chave para converter vendas em processos orgânicos e aumentando a força da marca do seu negócio. 

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário