Como usar o vale presente no seu e-commerce? Entenda aqui

O vale presente existe há muito tempo nas lojas físicas, mas a ideia de usá-lo no comércio eletrônico é relativamente nova. Para […]

O vale presente existe há muito tempo nas lojas físicas, mas a ideia de usá-lo no comércio eletrônico é relativamente nova. Para grandes ou pequenas empresas, os vales são uma maneira inteligente de atrair novos compradores e aumentar o engajamento no site.

Embora seja uma prática relativamente simples, também há alguns fatores a serem observados para garantir uma boa experiência aos clientes. Conheça, a seguir, as melhores práticas para começar!

Qual é a importância de investir em vale presente no e-commerce?

Os vales são especiais, pois permitem que o destinatário escolha o item que deseja em uma determinada loja. Também é comum que os clientes gastem mais do que o valor do cartão presente — usando como um cupom de desconto. O fato é que muitas pessoas gostam de dar e receber presentes em qualquer época do ano.

O vale presente é uma ótima maneira de recrutar novos compradores. Mesmo que alguém nunca tenha comprado em sua loja, com certeza, ele vai conhecer o serviço e efetuar o pedido. Para o lojista, essa divulgação é gratuita, pois o remetente está “investindo” na promoção.

Se o presenteado ficar satisfeito com a experiência, é muito provável que ele compre novamente ou envie um vale para outra pessoa — criando um círculo virtuoso de atração de usuários. Veja outras vantagens!

  • Aumenta a receita: as vendas de vales presente geram uma receita antecipada aos lojistas — que podem utilizar o dinheiro até que o produto seja resgatado;
  • direciona as pessoas para o site: o remetente pode comprar o cartão de forma prática pelo site e receber por e-mail — perfeito para compras de última hora;
  • estimula a conversão: o vale pode ser usado para estimular compras maiores – por exemplo, ofereça um cartão presente gratuito de R$ 50 aos clientes que comprarem acima de R$ 500;
  • podem ser usados ​​em devoluções e descontos: o cartão presente pode ser oferecido para manter o cliente no site, mesmo após algum problema com o produto;
  • coleta dados de clientes: o varejista online pode coletar os dados (e-mail e telefone) dos compradores — em lojas físicas, a compra dos vales é anônima.

Dar um vale presente pode parecer impessoal, mas, quando a loja está de acordo com as preferências do presenteado, isso adiciona mais valor ao gesto. Por isso, pequenos varejistas que oferecem cartões presente podem competir ou até superar as grandes lojas.

Como usar vale presente para aumentar as vendas

Antes de vender ou distribuir vale presente, conheça as melhores dicas para sua loja virtual.

Prefira vales presente digitais

O motivo é simples, a versão eletrônica é mais barata, segura e rápida (normalmente enviada por e-mail). Isso permite atender vários tipos de clientes: compradores de última hora, aqueles que conhecem a marca e compram por impulso, ou os indecisos que querem um presente prático.

Outro ponto é que o digital permite que os destinatários copiem e colem facilmente os códigos no site — evitando erros e avarias em um cartão físico.

Crie regras para o frete

Os clientes que compram o vale presente podem não querer que o destinatário pague pelo envio. Por isso, deixe claro quais são as regras para o frete. Uma boa ideia é oferecer incentivos como: “compre um vale presente acima de R$ 200 para que seu destinatário receba frete grátis!”

Forneça cartões sem datas de validade

Seja físico ou digital, nenhum vale presente deve ter datas de validade (a menos que seja um brinde da loja). Porém, se o cliente pagou pelo serviço, ele deve utilizar quando quiser. Estipular prazos para o resgate apenas gera reclamações — o que também pode reduzir as vendas.

Use um formato que incentive a abertura dos e-mails

O destinatário do vale presente pode nunca ter ouvido falar da sua empresa – isso aumenta as chances de que o e-mail seja excluído ou ignorado. No entanto, eles vão reconhecer e abrir e-mails de seus amigos e familiares.

Por isso, inclua no e-mail o máximo de dados para que o remetente seja identificado rapidamente. Evite, também, o uso em excesso de links e imagens — para que seu e-mail não seja identificado como spam. Uma mensagem simples com o cartão em anexo é a melhor alternativa.

Envie amostras aos atuais clientes

Além de anunciar no site e em seus canais de comunicação, envie também algumas amostras aos clientes. Pode ser uma surpresa na caixa (cartão físico), ou algo mais pessoal, como um e-mail de aniversário com um vale presente.

Execute promoções sazonais

As datas comemorativas são perfeitas para estimular as vendas. Você pode oferecer o cartão como benefício para compras acima de determinado valor, ou criar campanhas personalizadas para cada época do ano. Por exemplo, “compre um vale presente de R$ 200 para o dia das mães e concorra a um kit de maquiagem!”

Considere que os compradores também querem ganhar presentes. Uma forma de incentivar esse desejo é com promoções como: “compre um vale presente de R$ 300 e ganhe outro de R$ 50!”

Notifique o remetente

O cliente pagou pelo serviço e precisa receber informações detalhadas. Verifique se seu sistema pode notificar o comprador quando o vale-presente for entregue ao destinatário — se possível, informe o dia e a hora da entrega.

Permita que o cartão seja personalizado

Uma das vantagens do cartão digital é a possibilidade de personalização. Na página de venda, você pode incluir opções de imagens (de acordo com a época do ano) ou até permitir que o usuário use uma foto própria. Isso, com certeza, aumenta o valor do presente.

Essa é uma opção mais avançada e que pode exigir conhecimento técnico. No entanto, é possível começar de forma mais simples — usando o sistema nativo da sua plataforma ou com plugins, como o Gift Up! e o Gift Vouchers (para sites em WordPress).

Por fim, o vale presente traz muitas vantagens para sua loja virtual. Ele proporciona crescimento ao negócio — aumentando suas vendas, a receita e o reconhecimento da marca.

Sendo uma funcionalidade bastante comum, incluída na maioria das plataformas de e-commerce, não há motivos para não aproveitar. Mesmo que alguns ajustes sejam necessários, vale a pena o investimento.

Gostou do artigo e quer mais dicas práticas? Assine agora nossa newsletter para receber novidades e junte-se a mais de 300.000 empreendedores!

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário