Como montar uma loja de cosméticos? Dicas para começar e 40 produtos mais vendidos nesse tipo de lojas!

Para montar uma loja de cosméticos, o primeiro passo é selecionar um modelo de negócio em que pretende investir, montar um plano de negócios para sua empresa, criar um nome atrativo para sua loja de cosméticos e invista na estrutura da loja seja ela online ou física.

Os cosméticos formam um segmento de mercado muito rentável para os empreendedores e envolvem diferentes nichos. Mas, como montar uma loja de cosméticos?

Afinal, setor é muito concorrido e para ter sucesso é preciso ser estratégico e ter inteligência de mercado para se manter competitivo.

Com o avanço do comércio eletrônico, praticamente qualquer segmento pode ser adaptado para o mundo virtual.

Trata-se de uma boa vantagem para iniciantes ou para pessoas que, no momento, não têm muito capital disponível.

Neste artigo, vamos mostrar como montar uma loja de cosméticos, passando informações sobre os custos envolvidos, que produtos podem ser comercializados e outras dicas. Leia e confira!

Como montar uma loja de cosméticos?

Conforme dados da ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal), houve um crescimento de 5,4% no setor de cosméticos entre 2021 e o primeiro semestre de 2022.

Por isso, nessa parte inicial, vamos dar algumas dicas de como montar uma loja de cosméticos:

1. Selecione o modelo de negócio em que pretende investir

Após conhecer mais sobre o mercado, convém fazer um planejamento para abrir o negócio.

Para definir o processo de como montar uma loja de cosméticos, você deve entender que há diferentes modelos de pontos comerciais:

  • lojas multimarcas;
  • franquia de cosméticos;
  • quiosque de maquiagem;
  • marca própria.

A franquia de cosméticos, por exemplo, é uma boa opção. Assim, você conta com suporte de uma empresa especializada, dispensando a preocupação com estoques.

Outra vantagem é que o nome de uma marca já consolidada representa um grande diferencial na hora de captar clientes e obter mais vendas.

Quando o empreendedor investe em marca própria, é necessário se esforçar mais no que se refere ao marketing, mas não deixa de ser uma opção boa.

2. Conheça o que a legislação diz a respeito

Também é importante conhecer as normas para abrir, formalmente, seu negócio. Quando falamos em formalidade, estamos nos referindo a atuar dentro da legalidade.

Para formalizar sua loja, existem algumas etapas fundamentais:

  • contrato Social;
  • registro do Contrato Social;
  • registro na Secretaria da Receita Federal;
  • registro na Secretaria Estadual da Fazenda;
  • registro na Prefeitura;
  • registro no INSS (Instituto Nacional de Seguridade Nacional);
  • registro no Sindicato Patronal;
  • alvará de Funcionamento.

O município requer determinados procedimentos para abrir estabelecimentos novos.

Verifique ainda o CDC (Código de Defesa do Consumidor) e o site do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Outra dica é consultar o site da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Eles analisam se as mercadorias estão dentro do prazo de validade e devidamente registradas.

3. Monte o plano de negócios da empresa

Elaborar um plano de negócios também é uma relevante etapa no processo de como montar uma loja de cosméticos.

O plano de negócios contempla aspectos fundamentais, como estoque, público consumidor, estratégias de marketing, investimento inicial e outros pontos.

Quanto mais detalhes o plano de negócios apresentar, mais abrangente será sua visão e mais confiáveis serão os dados para a tomada de decisão. Um plano minucioso, além disso, reduz os riscos.

4. Crie um nome atrativo para sua loja de cosméticos

Criar um nome que atraia a atenção do público é muito importante para que, sempre que o consumidor pense em algum cosmético, lembre-se de sua loja.

Tome cuidado também para não escolher um nome que já está sendo usado por outra loja.

5. Escolha a localização do ponto comercial

Outra medida necessária é escolher o ponto comercial, caso a loja precise atuar em espaço físico. É dispensável essa etapa, caso sua loja seja completamente online.

Se você puder comprar seu próprio ponto comercial, será melhor. Pois assim você não precisará pagar aluguel de imóvel todos os meses.

Seja imóvel alugado ou comprado, será preciso escolher um ponto que esteja situado em local onde exista alto fluxo de pessoas, perto de escolas, pontos de ônibus e outros estabelecimentos comerciais, incluindo shoppings centers.

Escolha um lugar que ofereça boa acessibilidade, sem muitos concorrentes nas proximidades.

No caso de e-commerce essa preocupação será nula.

6. Invista na estrutura da loja de cosméticos

Após definir o lugar para abrir a loja de cosméticos e deixar o processo formalizado, chegou a hora de montar a loja, comprando a mobília conforme as dimensões do imóvel. Você vai precisar de:

  • prateleiras;
  • vitrines;
  • caixas;
  • espelhos;
  • computadores;
  • cestas;
  • impressora de nota fiscal;
  • cadeiras/poltronas;
  • balcões de mesas;
  • máquinas de cartão.

Caso pense em montar uma loja virtual, a estrutura da sua loja será feita de forma diferente, excluindo os gastos com aluguel, móveis e tudo mais.

Para uma loja virtual seus gastos seriam basicamente com plataforma de e-commerce, marketing e logística para fazer uma entrega eficiente.

Você também deve definir os produtos que serão comercializados na empresa, já que o segmento de cosméticos abrange uma diversidade de itens.

Confira os principais produtos de acordo com suas categorias:

  • cuidados com a pele: esfoliantes, cremes de hidratação, cremes/ceras de depilação;
  • higiene: desodorantes, sabonetes, talcos, sais de banho, escovas, toucas, buchas;
  • manicure: bases, removedores, esmaltes, palitos, alicates;
  • maquiagem: pó compacto, bases, rímel, corretivos, delineador, batom, sombras, lápis,;
  • cabelos: condicionadores, shampoos, hidratantes, óleos, tinturas, reparadores;
  • perfumaria: marcas do Brasil e de fora do país, como Natura, O Boticário, Carolina Herrera, Deo Parfum, Eau de Toilette, Savage e assim por diante.

A loja deve ser muito convidativa para o público. No caso da loja virtual é essencial ter um layout chamativo com elementos que prendam a atenção dos seus clientes.

Banners estratégicos, fotos de qualidade, cores da marca são apenas algumas das dicas para uma loja virtual atrativa. Claro, tomando muito cuidado para não poluir o visual da loja.

Agora se você pretende investirem uma loja física vale a pena investir na fachada da loja e algumas dicas são:

  • a fachada deve deixar em destaque a entrada da loja;
  • use cores atrativas e que representem a marca (laranja e vermelho, por exemplo, costumam atrair muito a atenção das pessoas);
  • seja criativo, o que significa usar elementos para prender o interesse de quem passar diante da loja (placas e cartazes são complementos recomendados, que não causam grande ônus no orçamento);
  • evite exageros para não gerar poluição visual;
  • contrate um profissional qualificado, pois ele pode auxiliar a deixar a fachada muito mais bonita;
  • respeite a legislação local, procurando a Prefeitura e informando-se sobre as possíveis restrições de materiais que podem ser aplicados, os tipos de propaganda permitidos, as dimensões mínimas e máximas, os letreiros que podem ser utilizados.

7. Decore o ambiente internamente

Outro aspecto relevante é decorar uma empresa de cosméticos. Afinal, o segmento se relaciona à estética.

Os elementos decorativos devem passar a ideia de comodidade e bem-estar visual. Separamos algumas dicas nesse sentido:

  • organize as mercadorias conforme categorias (maquiagem, cremes para o corpo, perfumes, higiene e outras);
  • desenvolva uma identidade visual para o estabelecimento, selecionando as melhores cores, aquelas que podem ser associadas à sua imagem (as cores neutras ou mais suaves são as mais indicadas para evitar exageros);
  • organize expositores em pontos estratégicos da loja para ocupar espaços vazios e promover mercadorias, o que contribui para destacar a percepção do consumidor.

No virtual, seus produtos devem ser distribuídos na mesma lógica.

Separe-os por departamento, categorias e subcategorias, além de ser necessário caprichar na descrição de produto para organizar sua loja virtual.

8. Organize estrategicamente as mercadorias

Para organizar as mercadorias estrategicamente, você vai levar tempo. Além disso, não é um trabalho simples. Confira algumas dicas para ajudar você nessa tarefa:

  • organize os itens por semelhança, colocando mercadorias iguais nas estantes;
  • coloque as mercadorias de maior demanda e atratividade perto da entrada, para que o público tenha mais acesso visual a elas;
  • o espaço que está à altura dos olhos é aquele que mais atrai a atenção do cliente — por isso, aproveite para organizar nesse espaço os itens de maior demanda;
  • crie uma vitrine atrativa, com um tema interessante e aproveite os períodos sazonais, além de criar um bom sistema de iluminação.

Na loja virtual, as dicas são praticamente as mesmas. Como vimos anteriormente é necessário criar categorias e subcategorias para os seus produtos, para facilitar a navegação do cliente pela sua loja virtual.

Tem uma promoção acontecendo naquele período, uma Black Friday, por exemplo? Aproveite para colocar os produtos com desconto em destaque, espalhar banners e fazer uma vitrine atrativa.

9. Invista no mix de produtos

Ao trabalhar com um mix de produtos, você oferece melhores opções para o público escolher, promovendo maiores lucros para seu negócio. Esse segmento está em constante inovação, oferecendo uma diversidade de produtos, como:

  • cosméticos naturais e orgânicos;
  • produtos veganos;
  • perfumes em geral;
  • maquiagem;
  • sabonetes industrializados e artesanais;
  • kits de tratamento facial.

10. Escolha bons fornecedores

A escolha de bons fornecedores, é uma medida importante para manter e repor o estoque dos produtos, para priorizar a diversificação e a qualidade desses itens.

Alguns critérios que você pode considerar são:

  • qualidade;
  • preço;
  • formas de pagamento;
  • prazos de entrega.

Priorize e negocie esses critérios até conquistar o melhor fornecedor para seu negócio.

Mantenha uma lista atualizada e monitore os fornecedores, analisando as tendências de preços, a capacidade de entrega e os prazos.

11. Capacite os colaboradores para garantir um atendimento excelente

Uma das principais necessidades de uma loja de cosméticos é prestar um bom atendimento ao público. Logo, cada funcionário deve ser selecionado com cuidado e responsabilidade.

Também é necessário investir em capacitação. Isso porque o bom atendimento favorece o aumento de vendas, já que os clientes se sentem mais satisfeitos e dispostos a comprar.

Dessa forma, a equipe deve aprender estratégias de vendas e técnicas eficazes para abordar os consumidores.

É importante ainda definir objetivos e metas para a equipe.

Dessa forma, os profissionais aprenderão a respeito de técnicas que podem ser usadas para atingi-las.

O funcionário também precisa conhecer quais são os itens da loja, suas principais características.

Esse conhecimento contribui para que o cliente se sinta mais confiante, volte outras vezes e ainda divulgue a marca para seus familiares, amigos e colegas.

12. Atualize-se sobre as tendências do mercado

O mercado de estética não para de crescer e de inovar. O Brasil registrou um aumento de 15,2% no ano de 2021. Assim, você precisa se manter atualizado a respeito das tendências do mercado.

Em função do crescimento, a população vem desenvolvendo hábitos novos de consumo. Conforme a ABIHPEC, a população se preocupa mais com a pele e com os cabelos (crescimento de 37%).

Por isso, vale a pena ficar atento às novidades nessas duas áreas, considerando novas oportunidades de expansão de mercado e de vendas.

13. Aprenda com a concorrência

Analise a concorrência direta, representada por outras lojas de cosméticos e perfumarias, e indireta, representada por boutiques, mercados, farmácias e outros estabelecimentos.

Mapeie a região, identificando as lojas concorrentes.

Você pode utilizar uma ferramenta muito conhecida: Google Maps.

Após o mapeamento, faça uma lista e se organize para visitas presenciais ou é claro, visite o site da empresa concorrente em caso de loja virtual.

Verifique a página de venda, produtos, de que forma é organizada e formas de pagamento oferecidas por eles.

Já durante as visitas nas lojas físicas, atente para os aspectos abaixo:

  • elementos decorativos;
  • organização das prateleiras;
  • nível de atendimento;
  • produtos;
  • localização;
  • novas tendências.

Colete informações e ajuste o que for possível ao perfil de seu negócio. Não seja um mero imitador.

Aproveite as ideias e seja criativo. É importante que você tenha seu próprio estilo.

14. Conheça os cosméticos mais comercializados do momento

Os cosméticos não fazem parte somente do dia a dia de mulheres, mas também de homens.

Há uma diversidade enorme deles, com funções diferentes: hidratar a pele, amenizar olheiras, colorir cabelos, esfoliar os pés, fortalecer as unhas, realçar a beleza e assim por diante.

Fique alerta às tendências dos cosméticos ao longo do ano.

No primeiro semestre de 2022, alguns produtos ficaram no ranking de mais vendidos na plataforma da Amazon:

  • hidratante para o rosto à base de água;
  • creme Leave-in;
  • sérum vitaminado para o rosto;
  • vitamina C;
  • óleo de cabelo para finalização;
  • máscaras de super-hidratação.

15. Invista no marketing

A divulgação ajuda a fazer seu negócio conhecido, principalmente no início. Veja algumas técnicas que custam pouco ou têm custo zero:

  • no dia da inauguração, você pode fazer uso de panfletos, carros de som, anúncios em redes sociais, como Instagram, Facebook, LinkedIn;
  • depois, você pode manter os anúncios nas redes sociais, já que é uma opção mais econômica e ajuda a atrair clientes;
  • utilize o WhatsApp Business para divulgar lançamentos e promoções;
  • ofereça mercadorias acompanhadas de brindes.

No caso da loja online invista em anúncios pagos, divulgue seus produtos nas redes sociais e coloque sua loja no topo do Google com a utilização correta do SEO – Search Engine Optimization (otimização de mecanismos de busca).

Loja de cosméticos virtual ou física?

Agora que você já viu como montar uma loja de cosméticos, deve estar se perguntando o que vale mais a pena, uma loja virtual ou física?

Qual possui o melhor custo-benefício? Vamos analisar as vantagens e as desvantagens de cada modelo de negócio para que você possa tomar a melhor decisão.

Loja virtual

Vamos começar pela loja virtual. Confira quais são os prós e os contras de ter uma loja de cosméticos online.

Mas não esqueça que o comércio eletrônico sempre é uma boa opção, já que se consolidou na atualidade. Além disso, a loja online pode complementar a loja física.

Disponibilidade

A loja virtual está aberta ao público ininterruptamente, ou seja, durante 24 horas por dia, por sete dias na semana, em finais de semana e feriados.

O cliente não fica condicionado ao horário comercial: pode comprar de madrugada, aos domingos, enfim, qualquer dia da semana e no horário em que estiver disponível.

Maiores informações sobre os produtos

A loja online permite exibir todas as informações sobre a mercadoria: marca, dimensões, modelo, peso, vídeos explicativos, fotos com boa resolução, fretes, preços, prazos de entrega.

Uma descrição detalhada deixa o consumidor ciente das principais características do item.

É uma página em que o cliente pode avaliar o que comprou, comentando, falando os prós e os contras.

É um espaço bem democrático, onde o cliente expõe com facilidade sua opinião.

Acesso

A loja virtual pode ser acessada de qualquer aparelho com acesso à internet: computador, notebook, smartphone, tablet.

Em casa, na rua, no trabalho — o cliente pode visitar a loja e fazer suas compras de qualquer lugar.

Custos operacionais baixos

O investimento é menor que o capital necessário para abrir uma loja física.

Não é preciso alugar/comprar um imóvel, comprar móveis, contratar funcionários, assumir custos com limpeza, pagar IPTU e outras coisas.

Sem a necessidade de pagar comissões, a loja aumenta sua margem de lucro.

Prazo

A estrutura virtual pode ser montada em um período bem mais curto que o período gasto para montar uma loja física.

Alcance

O comércio eletrônico tem um alcance territorial muito mais abrangente que a loja física. A partir de um e-commerce, você pode vender dentro e fora do país.

Facilidade nas pesquisas

O cliente pode fazer comparação entre produtos e preços com relativa facilidade, navegando na internet entre uma e outra loja.

Além disso, conteúdos informativos, de boa qualidade, tendem a melhorar a relevância do site e a taxa de conversão.

Buscadores, como o Buscapé, reúnem as empresas que oferecem determinado produto, com os preços atualizados.

Conforto

O cliente faz a compra e recebe as mercadorias diretamente em casa, não precisa ir à rua, enfrentar o trânsito, filas no estacionamento e na loja e outros inconvenientes.

Maior diversidade de itens

A loja pode oferecer uma maior diversidade de produtos sem a obrigatoriedade de manter estoques muito grandes.

O cliente pode encontrar muitos dos itens que procura na mesma loja e arcar com um frete mais baixo.

Melhores preços e descontos e mais formas de pagamento

Como as lojas virtuais não têm os mesmos custos operacionais de uma loja física, elas podem cobrar preços melhores, mais acessíveis, sem afetar a margem de lucro.

Assim, suas promoções e descontos podem ser bem mais atrativos.

O comércio eletrônico também pode oferecer melhores formas de pagamentos.

Dentre elas temos opções como cartão de crédito/débito, boleto bancário, transferências (principalmente PIX) e intermediadores de pagamento.

Por facilitar as coisas para o consumidor, as possibilidades de conversão de vendas são maiores.

Ansiedade para receber

Vamos agora falar de algumas desvantagens das lojas online.

A ansiedade para receber logo o produto comprado pode desestimular novas compras do cliente.

Por isso, é importante investir em entregas ágeis e manter o consumidor informado sobre o status do pedido.

Insegurança

Muitos consumidores não se sentem atraídos pelas lojas virtuais pela falta de um contato mais humanizado.

Esse “distanciamento” desperta dúvidas e insegurança no público. Por isso, convém manter um canal de comunicação direto, a fim de resolver problemas e esclarecer dúvidas.

O cliente também pode não sentir muita segurança para colocar dados pessoais e financeiros na plataforma.

Daí a necessidade de investir em segurança, mesmo que custe caro.

Impossibilidade da experimentação do produto

Quando não existe loja física, somente a virtual, o consumidor não tem como experimentar o produto: ver ao vivo, pegar, apalpar, vestir.

Para suprir essa limitação, é importante escrever com a maior exatidão possível as características do item.

Na hora de enviar, deve-se tomar o máximo cuidado para que o cliente receba o exato modelo que pediu, respeitando, por exemplo, cor e tamanho.

Atrasos e avarias

Prazos de entrega desrespeitados podem fazer com que o consumidor fique frustrado com a loja. Produtos que chegam avariados também não agradam.

Por isso, você deve estimar prazos ágeis, mas realistas, para não frustrar o cliente. O transporte da mercadoria deve ser efetivado com responsabilidade e segurança.

Frete

O frete ainda é um empecilho para a concretização de muitas vendas.

Um valor muito alto pode tornar inviável, para o cliente, a compra de um produto. Assim, o método de envio deve ser bem planejado pela loja.

Dificuldades na troca/devolução

Trocar/devolver o produto pode ser uma experiência desagradável na loja virtual. Além do trabalho, a falta de uma política de troca e devolução bem estruturada pode gerar ônus financeiro para o consumidor.

Loja física

Aquilo que é vantagem na loja virtual geralmente se constitui em desvantagem na loja física e vice-versa.

Por isso, vamos apenas citar as principais vantagens e desvantagens. As vantagens são:

  • possibilidade de experimentação;
  • entrega rápida (o cliente, na maioria das vezes, sai da loja com o produto);
  • mais confiabilidade;
  • atendimento mais humanizado;
  • facilidade na negociação de preços;
  • o índice de trocas/devoluções tende a ser menor.

Como desvantagens da loja física, podemos citar: manutenção mais trabalhosa e cara; pagamento de IPTU e aluguéis; riscos de assaltos e necessidade de pagar seguros e investir em segurança física; necessidades de licenças e vistorias, de mais funcionários, de estoques em cada PV.

Quanto custa abrir uma loja de cosméticos?

Além de saber como abrir uma loja de cosméticos, é importante saber quanto custa esse processo.

Em geral, o investimento fica em torno de R$ 5 mil. Mas isso está condicionado a fatores como aquisição de um imóvel e de equipamentos, quantidade de funcionários, tamanho da empresa dentre outras coisas.

No caso de lojas online, é preciso considerar a mensalidade da plataforma, os custos com embalagens de envio e internet de boa qualidade, a forma de envio e assim por diante.

Quais são os produtos que podem ser vendidos em uma loja de cosméticos?

Na parte em que falamos sobre como montar uma loja de cosméticos, citamos diversos produtos que podem ser comercializados:

  1. esmalte;
  2. acetona;
  3. lixa para unhas;
  4. alicate para unhas;
  5. tesourinha;
  6. polidor;
  7. algodão;
  8. palitos para unhas;
  9. talco;
  10. sabonete (rosto, corpo);
  11. creme corporal;
  12. creme para os pés/mãos;
  13. bucha;
  14. sal de banho;
  15. creme de pentear;
  16. condicionador;
  17. shampoo;
  18. esfoliante capilar;
  19. creme para massagem;
  20. tintura para cabelo;
  21. reparador de pontas;
  22. óleo capilar;
  23. escova de pentear;
  24. pincel para maquiagem;
  25. lápis;
  26. sombra;
  27. pó;
  28. rímel;
  29. batom;
  30. delineador;
  31. demaquilante;
  32. corretivo;
  33. lenço;
  34. redutor de medidas;
  35. creme/cera para depilação;
  36. perfume/desodorante;
  37. leite de rosas;
  38. leite de alfazema;
  39. espuma/gel de barbear e pós-barba;
  40. touca, luva, avental para salão de beleza.

As melhores lojas de cosméticos online para te inspirar

Para encerrar, vamos citar algumas lojas de cosméticos que podem inspirar você na montagem de seu negócio. São empresas que atuam online:

Strawberry.Net

A Strawberry.Net, também chamada de “Morangão”, oferece fretes gratuito na primeira compra além de produtos que vão desde cuidados com a pele até colônias masculinas. Ou seja, uma grande variedade.

Strawberry.net

SEPHORA

A Sephora oferece produtos exclusivos e fretes grátis em algumas situações. Seus itens são diversos e temos maquiagem, perfumes, linha de cuidados com a pele e muito mais.

Época Cosméticos

A Época Cosméticos integra o Grupo Magazine Luiza e oferece vantagens como fretes grátis e 50% e 20% de desconto em alguns casos.

Além de produtos importados, linhas para cuidado de cabelos e dermocosméticos.

ÉPOCA COSMÉTICOS

Beleza na Web

A Beleza na Web é uma loja que possui muitos tipos de produto, desde a linha de luxos como perfumes da Dior, Calvin Klein, Carolina Herrera e Dolce & Gabbana por exemplo.

Até itens mais simples como linha mamãe e bebê e cuidados diários.

Beleza na web

Beautybox

A Beautybox também segue a linha das lojas anteriores. Em seu catálogo temos uma variedade grande de produtos que vão de itens de luxo a produtos usados no dia a dia.

Beautybox

Agora, você já tem uma noção melhor sobre como montar uma loja de cosméticos. A opção online é uma alternativa boa para qualquer tipo de empreendedor, pois é um modelo mais flexível e que requer menos custos.

Já atua em alguma plataforma de e-commerce? Se ainda não, que tal montar sua loja virtual agora e vender seus produtos de maneira profissional, prática e barata!

Monte sua loja virtual

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário