Como montar um brechó online: tudo que você precisa saber para começar!

Para começar um brechó online faça uma pesquisa online de mercado e encontre um nicho para trabalhar, escolha aonde irá vender: loja virtual, marketplace ou através das redes sociais, por exemplo. Selecione os produtos para o seu brechó, planeje a logística dos pedidos, faça boas fotos e descrições de produtos.

Quer começar um negócio na internet e pensou em vender produtos usados? Saiba que isso pode ser mais fácil do que você imagina, se souber como montar um brechó online!

Em todo o mundo, os brechós estão se tornando cada vez mais bem-vindos pelos consumidores.

A revenda de produtos é uma grande tendência no comércio virtual e moda enfrenta uma espécie de “retromania” e o melhor lugar para encontrar roupas dos anos 60 é nos brechós.

Você pode lucrar vendendo quase todo tipo de produto com um brechó online, o que é uma excelente notícia.

No entanto, como em qualquer negócio, abrir um brechó exige tempo e dedicação e vamos te ensinar por onde começar.

Este guia sobre como montar um brechó online tem as informações que você precisa para iniciar um negócio de brechó do zero.

O que é um brechó online?

O brechó online é uma loja virtual que vende roupas de segunda mão por um preço acessível.

Apesar de ser conhecido por vender principalmente roupas e calçados usados, um brechó também vende objetos de arte, bijuterias e outros objetos de uso doméstico.

É uma versão digital do brechó físico que você pode encontrar facilmente nos centros urbanos.

Mas, por não demandar instalações físicas de atendimento ao cliente, um brechó online é uma alternativa até mais econômica e fácil de começar.

A compra em um brechó online é feita da mesma forma que em outros sites de comércio virtual: o cliente acessa o site do brechó, coloca os itens no carrinho e escolhe uma forma de pagamento.

O brechó online ainda tem algumas vantagens particulares.

Por exemplo, os itens que são vendidos lá são na maioria das vezes únicos.

Os vendedores podem disponibilizar itens raros no Brasil ou fora de estoque em lojas tradicionais. Logo, pode ser difícil encontrar outra roupa da mesma cor ou tamanho em outro lugar.

Essa vantagem transforma o brechó em uma loja especial.

A chance de encontrar um item único, por um preço acessível, torna a experiência de compra no brechó particularmente interessante aos olhos dos clientes do mercado da moda.

Por que montar um brechó online?

A revenda no mercado da moda está em alta, e existem várias justificativas para isso.

Uma delas é o bom impacto na ecologia. Quando os consumidores compram peças de roupas que já foram usadas, eles estão colaborando para a manutenção do meio ambiente.

No mercado da moda, há um crescente consumo de recursos fósseis e não renováveis para a fabricação de roupas simples.

Os brechós, por outro lado, fazem com que o mercado da moda continue girando sem a necessidade de que novas peças sejam fabricadas.

Abrir um brechó totalmente online, vendendo pela internet, também é uma alternativa econômica de ter um negócio próprio e uma oportunidade de alcançar clientes sem qualquer barreira geográfica.

O tempo de pandemia causou danos desastrosos à maioria das indústrias, mas não ao comércio na internet.

Muitas empresas se adaptaram e se tornaram online, e o varejo da moda, sem dúvida, se concentrará nas vendas online nos próximos anos.

Por fim, há uma razão óbvia para montar o seu brechó, que é a chance de abrir um negócio lucrativo investindo muito pouco.

Você não precisará produzir novas mercadorias para ter seu próprio estoque.

Você também poderá escolher diferentes modelos de negócios em um brechó: fazer parceria com brechós maiores ou vender seus próprios produtos de segunda mão.

Como montar um brechó online? 13 dicas para começar agora!

Antes de iniciar um brechó online, existem alguns passos iniciais que você deve saber.

Tenha em mente que o básico é crucial para acertar ou você corre o risco de começar com o pé errado.

Se você é novo na revenda de produtos usados ​​na internet, os 13 passos iniciais que separamos aqui podem ser muito úteis para você. Confira e tire suas dúvidas!

1. Faça uma pesquisa de mercado e encontre um nicho

O primeiro passo para abrir um brechó online é realizar uma pesquisa de mercado.

Esta pesquisa tem como objetivo entender os principais desejos dos consumidores e verificar se o seu modelo de negócio é atrativo para eles.

Você pode pesquisar usando a internet. Basta analisar brechós online existentes para descobrir o que é tendência, o que funciona e o que os consumidores mais gostam.

A realização da pesquisa para seu brechó também ajudará a saber mais sobre seu nicho de mercado.

O nicho nada mais é que uma parte dos consumidores que, muitas vezes, não tem suas necessidades atendidas pelos atuais produtos do mercado.

Para definir um nicho de mercado, você pode buscar respostas para as seguintes perguntas:

  • Qual é o perfil dos clientes (exemplo: gênero, idade, hábitos de compra etc.)?
  • Quais tipos de produtos eles gostam?
  • Com que frequência compram novos itens?
  • Quanto costumam comprar/gastar?
  • O que levará os consumidores a comprar do seu brechó?

As informações coletadas aqui também serão de grande valor no desenvolvimento de suas projeções financeiras e na criação do conceito de seu brechó.

2. Crie uma marca

Depois de encontrar o nicho certo para o seu negócio, é hora de pensar na sua marca. Uma estratégia de branding é, antes de qualquer coisa, a criação de uma história que você quer contar sobre o seu negócio.

Seu nome, logotipo, design e estilo devem estar alinhados com essa mensagem principal da marca.

Então, antes de pensar nos detalhes, pense na vantagem que você vai trazer para o seu público com o brechó online.

3. Escolha como você quer vender: loja virtual, marketplace ou redes sociais?

Determine como você deseja vender seus produtos antes de começar a divulgá-los para o público.

Quando se trata de um brechó online, existem três caminhos diferentes: criar sua própria loja virtual, vender em marketplaces ou vender por meio das redes sociais.

Você pode começar anunciando os seus produtos em marketplaces e criando um perfil no Instagram, por exemplo, porque são maneiras mais econômicas e menos trabalhosas de conseguir seus primeiros clientes.

À medida que seu brechó online dá os primeiros sinais de faturamento, ficará mais fácil planejar uma loja virtual profissional.

A seguir, entenda mais sobre como funciona um brechó online via loja virtual, marketplace e rede social.

Loja virtual

Criar uma loja virtual é a maneira mais eficaz de atrair clientes no comércio virtual. Sua marca terá um site, um domínio e um sistema de pagamento próprio.

O primeiro passo para criar uma loja virtual é buscar uma plataforma de e-commerce.

A maioria das plataformas oferece aos vendedores a capacidade de personalizar uma loja virtual do zero sem a necessidade de habilidades técnicas.

As plataformas de e-commerce oferecem comandos intuitivos e convenientes para a maioria dos vendedores.

Além disso, há quase sempre uma equipe de suporte disponível para orientar e ajudar o vendedor a configurar a loja virtual.

loja virtual com sacolinha das redes sociais

Marketplace

Milhões de pessoas em todo o mundo visitam marketplaces todos os dias para comprar os mais variados tipos de produtos.

Por isso, fazer um cadastro para vender nesses sites é uma oportunidade de ser visto por muitos consumidores.

O marketplace um site reúne vários vendedores em um só lugar.

Para se cadastrar como vendedor em um marketplace, o passo a passo costuma ser simples. No site, basta preencher uma ficha de cadastro com dados pessoais e dados do seu novo negócio.

Em seguida, você só precisa criar as descrições dos produtos e inserir fotos de qualidade. A maioria dos marketplaces cobra uma tarifa por produto vendido.

Alguns também cobram uma taxa mensal fixa para manter os anúncios ativos.

Os principais marketplaces no Brasil são Mercado Livre, Shopee, Amazon e Americanas.

Você também pode buscar marketplaces de nicho para anunciar seus itens para um público ainda mais segmentado.

Rede social

As redes sociais são um excelente canal de vendas para brechó.

O Instagram, por exemplo, é uma plataforma gratuita que permite vincular ao seu perfil uma loja virtual (se tiver), divulgar imagens dos produtos e vender para milhões de usuários.

Muitos vendedores de roupas usadas começam no Instagram antes de criar cadastros em marketplaces ou uma loja virtual própria.

De fato, é uma excelente ideia criar uma base de clientes em um primeiro momento.

Mas, à medida que cresce seu número de pedidos, uma infraestrutura digital mais robusta acaba sendo um avanço inevitável, como começar uma loja virtual própria.

4. Selecione os produtos para o seu brechó

Não invista muito dinheiro no início. Em vez disso, comece com uma pequena coleção para saber o que está vendendo melhor no seu brechó antes de comprar mais.

Os donos de brechós geralmente começam vendendo seus próprios itens.

Por exemplo, você pode abrir uma loja para vender roupas que estão em bom estado no seu guarda roupa.

Revendedores mais avançados passam os dias em busca de produtos para revenda em brechós maiores e outras lojas.

5. Tenha um espaço do estoque

Então, uma vez que você tenha produtos prontos para vender, você se deparará com a próxima pergunta: onde você deve armazená-los?

Quando você estiver começando, um quadro vago pode funcionar como estoque para o seu brechó online.

Mas, à medida que sua empresa crescer, não demorará muito para que seu local de armazenamento fique sobrecarregado.

É uma boa ideia ter um local mais permanente para armazenar o estoque e organizar os pedidos para a rotina de entregas.

6. Planeje a logística dos pedidos

Depois de garantir um espaço próprio para os produtos do seu brechó, você precisará pensar em uma logística eficiente para armazenar e separar os pedidos.

Faz sentido armazenar seu estoque de uma maneira que corresponda à forma como ele é categorizado no seu principal canal de vendas.

Se você vende roupas, por exemplo, provavelmente será mais fácil dividir o estoque entre as peças para homens e mulheres (se você oferecer os dois) e, depois, agrupá-las por estação ou tipo de roupa.

Isso facilita a localização de um item quando você precisa enviá-lo.

7. Descreva em detalhes o estado de cada peça

Ao comprar em um brechó online, pode ser difícil para o cliente saber a condição real de cada produto.

Ele pode encontrar na descrição algo como “regular” ou “bom”, mas o que você acha que está em boas condições pode não ser o que os outros fazem.

Seu objetivo aqui, então, é entrar em detalhes sobre a condição de cada item à venda na sua vitrine virtual.

Até porque a condição pode impactar diretamente no preço cobrado pelo item de segunda mão. Então, não hesite em prezar pela transparência.

Quando você está em uma loja física, pode ver o material de perto para perceber os detalhes.

Você também pode tocá-lo para saber se a textura é certa para você. No brechó online, você precisa compensar essa falta de contato com o máximo de detalhes sobre o produto.

8. Precifique seus produtos

Ao precificar seus produtos, pense cuidadosamente em cobrir gastos com marketing, equipamentos e entrega de pedidos.

Quando tiver certeza de que seus custos estão cobertos, verifique se o preço de cada item é competitivo em comparação com os seus rivais.

Evite colocar um preço no produto só porque a concorrência está fazendo do mesmo jeito.

É importante não vender seu estoque por menos do que mereça: cada item deve ser oferecido pelo preço adequado para que nada seja perdido só porque você não pesquisou bem.

9. Utilize fotos autênticas no anúncio dos produtos

Brechós vendem itens usados e alguns itens podem ser danificados. Por isso, existe o risco de os consumidores devolverem os produtos ou dar feedback/reclamações negativas.

As imagens da sua loja online podem não refletir os arranhões de um óculos de sol enviado ao cliente e, como resultado, ele ficará insatisfeito com a compra.

É por isso que é crucial usar imagens “realistas” e saber como lidar com reclamações dos clientes.

Fotos de alta qualidade são uma maneira segura de atrair clientes para um brechó online.

Não cometa o erro de não dedicar tempo suficiente às fotos do seu produto.

Tire fotos realistas em um ótimo cenário, sem muitos filtros ou efeitos artificiais de iluminação.

Certifique-se de que cada foto coloque em uma boa luz natural para que os clientes identifiquem rapidamente o que eles precisam saber.

10. Crie um plano de marketing

Faça com que seus clientes o conheçam, crie uma campanha de marketing e execute-a bem.

Se você não sabe por onde começar, use o planejador gratuito de palavras-chave do Google para determinar as palavras-chave que seus clientes em potencial usam na internet.

Em seguida, certifique-se de trabalhar esses termos no título de anúncios, descrições dos produtos e outros lugares estratégicos do seu site.

Essa é uma estratégia de SEO para garantir que seus produtos apareçam nos resultados de busca do Google.

Além disso, não hesite em usar as redes sociais e mídia paga. Qualquer canal de marketing digital é ótimo quando seu público passa a saber mais sobre seu negócio.

Quando as campanhas de marketing são construídas com sabedoria, elas podem trazer muitos clientes, e boa parte deles ficará com você e fará indicações para amigos e familiares.

Embora não exija tanto investimento, um brechó online pode gerar altas receitas quando o vendedor pensa com cuidado nas estratégias de marketing digital.

11. Pense na experiência do cliente com o seu brechó

Sua prioridade número um é deixar os clientes do brechó felizes e satisfeitos.

Aqueles que compram mais de uma vez serão a sua melhor fonte de receita e marketing boca a boca.

No entanto, a fidelidade dos clientes depende de um bom atendimento.

Então, responda sempre que puder dúvidas de visitantes e clientes.

Na descrição dos produtos, preze pela transparência, fornecendo o máximo de informações sobre os itens.

Atualize suas ofertas de acordo com o feedback do cliente.

Certifique-se de oferecer produtos diversificados ao longo do tempo em seu brechó.

Você quer criar uma boa reputação e ser conhecido como um dono de brechó respeitável, certo?

Então, certifique-se de que os clientes se lembrem de você e mantenha-os interessados ​​no que você tem a oferecer.

Sempre envie um agradecimento ao cliente após a compra e faça o possível para se destacar de outros brechós na etapa de pós-venda.

12. Gerencie seu negócio

Depois de lançar seu brechó, você precisará mantê-lo em funcionamento.

Isso pode ser fácil nos primeiros meses. Mas, quando você começa a receber clientes regulares e pedidos em um ritmo diário, o gerenciamento pode envolver muitas tarefas diferentes.

Rapidamente, a sua rotina com um grande brechó online pode se tornar uma experiência esmagadora sem um sistema de gerenciamento.

Então, tente desde já automatizar o maior número possível de processos e criar sistemas para organizar o estoque, envio de pedidos e acompanhamento de vendas.

13. Encontre fornecedores

Quando as peças antigas do seu guarda-roupa forem vendidas, você precisará decidir se deseja passar de um brechó básico para um negócio que revende produtos.

Para avançar nessa etapa, será preciso criar uma rede de fornecedores.

Você precisará encontrar empresas que possam fornecer produtos de alta qualidade a um bom preço

Para fazer isso, gaste algum tempo pesquisando e construindo relacionamentos com fornecedores em potencial.

Leia avaliações online e compare preços para ter uma ideia de quem seria o mais adequado para o seu negócio.

Vantagens de montar um brechó online

Montar um brechó online pode ser uma ótima maneira de limpar seu guarda-roupa, ganhar renda extra ou até mesmo construir um negócio de varejo sólido.

Entenda, a seguir, mais sobre essas e outras vantagens de gerenciar um brechó online.

Oportunidade de atrair clientes que buscam descontos

Uma das vantagens mais populares de montar um brechó é que você pode oferecer produtos com desconto.

Roupas de baixo preço podem atrair clientes de vários perfis que estão atrás de descontos, desde recém-formados em busca de uma decoração para seus primeiros apartamentos, até famílias em busca de roupas e acessórios para seus cônjuges e filhos.

Uma grande variedade de produtos na sua vitrine

Os brechós online podem vender os diferentes tipos de produtos que podem ser transportados, o que torna suas diversas ofertas uma vantagem competitiva.

Os brechós vendem roupas e calçados usados, mas você também pode inovar vendendo livros, móveis, acessórios, itens de decoração e até material de escritório.

Colecionadores estão sempre atrás de um brechó

Colecionadores, compradores de antiguidades e vintage frequentam brechós em busca de peças que não encontram em boutiques ou lojas de departamento.

Com a capacidade de fornecer aos clientes de tudo um pouco, desde roupas a móveis de décadas anteriores, os brechós têm vantagem sobre as lojas tradicionais que oferecem marcas e produtos mais novos.

Estoque barato para manter as vendas

Ao contrário de butiques e outras lojas tradicionais, os donos de brechós (físicos e virtuais) gastam menos com o estoque que carregam.

Os brechós podem obter seu estoque de outros brechós maiores, doações de seus clientes, compras em leilões ou simplesmente do guarda-roupa dos vendedores — muitos brechós começam com o vendedor revendendo suas próprias peças de roupa.

Todas as formas econômicas de recarregar o estoque ajudam a manter os custos baixos, o que permite que os proprietários repassem economias significativas para seus clientes.

Marketing boca a boca

Os clientes que frequentam brechós espalham a notícia sobre seus lugares favoritos para amigos, familiares e colegas, bem como para pessoas de fora da cidade.

Como resultado, um brechó tem cobertura de blogs locais e até da mídia regional, o que aumenta sua visibilidade e a quantidade de tráfego que recebem no dia a dia.

No brechó online, não é diferente. Sua loja pode refletir a personalidade de uma região específica do país e gerar um marketing boca a boca entre os moradores dessa região que não querem pagar caro no frete.

Modelo de negócio que apoia a sustentabilidade

Uma razão pela qual os clientes do mercado da moda são incentivados a comprar em brechós online é para salvar o meio ambiente.

A indústria de tecidos gera toneladas de resíduos, e empresas renomadas do mercado da moda têm grandes fábricas que produzem mercadorias colossais.

Muitas dessas mercadorias são rejeitadas por falhas e são descartadas.

Você está, portanto, contribuindo com a proteção do nosso meio ambiente para as gerações futuras ao revender roupas que podem ser usadas por outras pessoas.

Brechó online ou físico: em qual investir?

Um brechó físico tem suas vantagens para vendedores e clientes.

Quando o contato do cliente com os produtos de segunda mão acontece em uma loja física, pode-se eliminar eventuais desconfianças em relação ao estado de uso do produto.

Além disso, você como vendedor pode oferecer uma experiência de compra mais imersiva dentro de um ponto de vendas físico, usando itens de decoração e outras estratégias.

Mas, colocando na balança as vantagens de cada um, o brechó virtual é ainda melhor.

Uma loja virtual tem menos gastos do que uma loja física e você pode alcançar um público muito mais amplo logo nos primeiros meses de negócio.

No brechó online, o cliente não precisa perder tempo garimpando as vitrines da loja até encontrar itens valiosos.

Ele só precisa explorar as categorias de produtos no site e identificar rapidamente aquilo que está procurando.

Se você tem como prioridades começar um negócio pagando pouco e vender seus produtos para um público amplo, o brechó online é a melhor opção.

Brechós online famosos para te inspirar

Que tal um empurrãozinho para começar seu negócio? Separamos 7 exemplos de brechós que fazem sucesso com o público brasileiro:

Enjoei

Enjoei é sem dúvidas um dos brechós mais famosos da nossa lista, conhecido por todos, a loja já é referencia em vender itens usados com preço acessível.

Como montar um brechó online - Enjoei

Repassa

A Repassa é um brechó brasileiro onde o cliente encontra roupas usadas de marcas, em ótimo estado. Zara, Forever 21, Adidas, Nike e Farm são algumas das marcas presentes na loja.

Como montar um brechó online - Repassa

TROC

A TROC é um brechó que tem o mesmo objetivo que o mencionado anteriormente.

Hoje a marca vende com descontos incríveis produtos das maiores marcas como: ANIMALE, BO.BÔ, CHANEL, GUCCI e SCHUTZ são apenas alguns dos exemplos que estão presentes em sua linha de usados.

Como montar um brechó online - TROC

Capricho à toa brechó

É uma loja que compra e vende roupas usadas. A marca está ativa desde 1991 e vende roupas, acessórios e calçados além de marcas famosas.

Como montar um brechó online - Capricho à toa Brechó

Garimpário brechó Online

O Garimpário brechó online oferece uma longa variedade de produtos como roupas, calçados, acessórios e mais.

Como montar um brechó online - Garimpário

Brechó da Poppi

Já o Brechó da Poppi é especializada em roupas vintage a marca já possui mais de 21k de seguidores no Instagram e seu e-commerce conta com os mais variados tipos de peças: vestidos, camisas, sobreposoção, tem para todos os gostos!

Como montar um brechó online - Brechó da Poppi

Cansei Vendi

Para finalizar nossa lista, temos a Cansei Vendi. Novamente um brechó de luxo que possui em seu acervo as mais belas peças das marcas: Chanel, Louis Vuitton, Prada, Gucci, Dior entre outras.

Um benefício da loja, é que ela parcela as compras em até 12X sem juros.

Como montar um brechó online - Cansei_Vendi

Veja como funciona um brechó online na prática e se inspire para montar o seu!

Chegamos ao final do guia sobre como montar um brechó online e esperamos que tenha gostado.

Agora é com você! Chegou a hora de colocar em prática os primeiros passos para criar um brechó de sucesso: fazer sua pesquisa de mercado e encontrar um nicho.

Vai começar sua loja virtual? Aproveite para pescar as melhores estratégias com nosso e-book Começando do zero: como vender online com uma loja virtual?

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário