O que é Product Market Fit, qual sua importância e como defini-lo?
Mercado Livre oferece desconto em comissão para novos vendedores

Como medir e melhorar a velocidade de carregamento no e-commerce?

Publicado em: • Última Atualização:

Mesmo que existam ferramentas que consigam descobrir a velocidade de carregamento das páginas online, há muitas lentas por aí. Com certeza, você já deve ter se deparado com alguma que demora uma eternidade para carregar completamente. Então, o que resta é desistir, fechá-la e procurar por outra que atenda às suas expectativas.

Esse fator, muito primordial para as empresas, ainda é negligenciado e traz diversos prejuízos, principalmente para quem tem e-commerce. Se o seu site demora mais do que alguns segundos para aparecer por completo, é hora de ficar alerta para não perder vendas.

Neste artigo, explicaremos em detalhes o que é isso, quais são os principais impactos nas lojas virtuais, como identificar os problemas e como resolvê-los. Essas dicas ajudarão você a melhorar sua posição no Google e a aumentar o faturamento. Confira!

O que é a velocidade de carregamento no e-commerce?

A velocidade de carregamento — conhecida como PageSpeed, em inglês — diz respeito ao tempo necessário para que um site seja completamente exibido em um dispositivo, seja móvel ou desktop. Esse é um dos pontos mais relevantes para se destacar na internet e conseguir vender os produtos da sua loja virtual.

Quais os impactos da velocidade de carregamento do site no e-commerce?

Ter uma um website lento, principalmente em vendas, pode ser prejudicial ao negócio. O principal impacto é relacionado à redução da taxa de conversão, pois o consumidor desiste de comprar devido à demora. É como entrar em uma empresa física e esperar em uma fila enorme para ser atendido.

Além disso, quando se leva por muito tempo para abrir um site, isso pode ser visto como fraude, pois passa a sensação de que não é seguro — principalmente se tratando de uma empresa virtual, que coleta dados pessoais importantes. Isso influencia na confiança do consumidor online.

Outro ponto é a piora do ranqueamento do e-commerce nos navegadores de busca, como o Google, que tem o objetivo de colocar nas primeiras posições apenas os que atendam e satisfaçam aos clientes. Por isso, a lentidão é um dos fatores que são punidos.

A partir disso, há diminuição do tráfego, pois quem não fica entre os três primeiros no ranking não recebe muitos cliques. Devido à demora, também não estimulam os visitantes a navegar pelos seus diversos links. Depois de obter essa experiência ruim, o usuário dificilmente acessará novamente para verificar se o problema foi resolvido.

O que pode ser feito para otimizar a sua loja virtual?

Agora que você já sabe a importância da velocidade do seu site, é hora de aprender algumas estratégias para evitar os prejuízos na sua loja virtual. Preparado? Confira cada uma seguir.

Otimização de imagens

As imagens são importantes para o SEO, além de serem ótimas para a venda de produtos online, pois elas incentivam o consumidor a finalizar a compra. No entanto, se usadas de forma errada, elas podem impactar no carregamento das páginas. Assim, é importante aliar beleza e rapidez com compressores de fotos, que diminuem o tamanho e a resolução sem comprometer a qualidade.

Eliminação de recursos desnecessários

Além das imagens, há a aplicação de outros widgets que, muitas vezes, deixam uma página sobrecarregada com tantas informações que a tornam desagradável, principalmente pelo tempo de carregamento. Esses módulos, plugins e códigos que melhoram o site devem ser avaliados para manter apenas os essenciais.

Moderação de publicidades

Há sites em que entramos que é quase impossível ler o conteúdo, pois o número de anúncios é exagerado. Isso afeta a escaneabilidade e, com o aumento das requisições, acaba atrasando a apresentação dos elementos. Por isso, anuncie apenas o que for relevante para o seu negócio e modere suas estratégias.

Utilização de um servidor dedicado

Caso o seu e-commerce continue apresentando lentidão mesmo depois de ajustes, verifique os fatores que formam a sua infraestrutura, como a localização dos servidores. Isso porque ele tem influência direta na abertura da plataforma, por isso, deve estar otimizado conforme a que você escolheu, uma vez que um servidor roda em diversos tipos.

Como medir a velocidade de carregamento das páginas?

É fundamental avaliar todas as páginas da sua loja virtual, mas para isso é preciso saber como. Você deve medir todos os indicadores possíveis para identificar gargalos e pontos que devem ser melhorados. Para isso, existem algumas ferramentas para analisar esse desempenho. Veja!

Pingdom

Essa ferramenta consegue identificar o que está exatamente afetando a página, sejam condições que a deixam rápida ou lenta. Por ser simples, tanto os usuários que tenham conhecimento técnico quanto aqueles que sabem apenas o básico são capazes de entender os seus recursos, que envolvem:

  • exame de todas as partes do site;
  • visão geral e rastreamento de performance;
  • teste em diferentes lugares do mundo.

GTmetrix

A GTmetrix faz uma análise completa. Além de descobrir como está o tempo de carregamento do site, o programa ainda oferece recomendações para otimizar o desempenho. Desse modo, permite:

  • monitoramento de testes por dia, semana ou por mês para garantir a estabilidade constante;
  • alertas para caso a página enfrente condições anormais;
  • gravação de vídeo para saber o momento exato em que acontecem os problemas;
  • análise em dispositivos mobile.

WebPage Test

Uma das mais populares formas de análise, testa o usuário com sua conexão, em diversas localidades e em navegadores reais, o que oferece um relatório com avaliação de aspectos como:

  • tempo total para o site carregar;
  • tempo de carregamento na primeira e outras visitas;
  • detalhes da CDN (Content Delivery Network) — intermediário entre servidor e hospedagem.

SUCURI LoadTimeTester

Fornece uma rápida e fácil maneira de verificar o carregamento do seu site por meio de uma nota de desempenho global baseado em 15 localidades. O relatório mostra fatores que envolvem:

  • Tempo gasto;
  • Resposta média;
  • Grau de desempenho em cada um.

Descobrir os pontos que afetam a velocidade de carregamento do seu site é imprescindível para procurar soluções cabíveis. Para que isso seja possível, você pode utilizar algumas das melhores ferramentas que identificam os gargalos e sugerem melhorias. Seguindo nossas dicas, o seu site lento ficará no passado!

Para ter acesso a materiais incríveis que ajudarão na melhor performance de seu e-commerce, acesse nossos E-books completos!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Como medir e melhorar a velocidade de carregamento no e-commerce?
Avalie esse artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *