O que é LifeTime e Por Que Medi-lo em Sua Loja Virtual?
Formas de Entrega e Frete para Loja Virtual

Taxa de Rejeição: 10 Dicas para Reduzir esse Indicador

Publicado em: • Última Atualização:

Não tem mistério: ninguém quer ser rejeitado. E essa realidade também vale para o ambiente on-line, viu? Afinal de contas, nesse contexto, uma rejeição significa a perda de um potencial cliente. E definitivamente não é nada fácil perceber que as pessoas chegam até seu site, mas não navegam por ele, mostrando que não se interessam em conhecer o que você tem a oferecer.

Mas sabia que a taxa de rejeição tem muito a ensinar sobre o comportamento do público-alvo, sobre as estratégias de marketing e vendas e sobre como é possível melhorar a atuação no universo digital? Pois se você tem uma taxa de rejeição alta, nada de perder mais noites de sono! Trouxemos aqui 10 ótimas dicas para você reduzir esse indicador e começar a atrair mais clientes para seu negócio! Confira:

Produza conteúdo relevante

O conteúdo de sites, blogs, landing pages e redes sociais é um grande atrativo para que as pessoas cheguem até você. Afinal, o que os usuários mais fazem na internet é buscar conhecimento que agregue valor, certo? Nesse sentido, procure manter seu site sempre atualizado, com conteúdo relevante e útil para seu público consumidor. E melhor que atualizar todo o site em um único dia, passando depois um mês sem nenhuma alteração, é realizar essas alterações dia a dia, de modo a mostrar aos mecanismos de busca e a seus potenciais clientes que você está realmente preocupado em acompanhar a evolução do mercado.

Capriche no layout

Como o layout é mesmo a primeira impressão que fica, cuide para que seja limpo e agradável, com uma disposição harmoniosa dos elementos, a fim de que o internauta consiga encontrar as informações que está buscando com facilidade. Prefira sempre cores neutras mescladas com outras tonalidades mais fortes, que devem ser destinadas aos botões de call to action ou quaisquer elementos que você queira destacar. Além do mais, use fontes de fácil leitura, sem serifas ou muitos detalhes, bem como ferramentas de mapa de calor para saber quais elementos de cada página chamam mais a atenção de quem chega até seu site. Com esta análise você será capaz de inserir os elementos de maior importância em pontos de destaque, atraindo a atenção de quem chega.

Cuide da navegabilidade

Guarde desde já que a dificuldade em navegar pelo site é uma das principais responsáveis por uma taxa de rejeição alta. Páginas que demoram a carregar, imagens que não aparecem e menus que estão escondidos: tudo isso prejudica a experiência do consumidor, podendo culminar no abandono da jornada de compra logo no início. Para evitar queimar a largada, prefira plataformas leves, responsivas e intuitivas, que favoreçam a usabilidade e a experiência do usuário. Se você tem dúvidas em relação à qualidade da sua plataforma nesse quesito, peça para que algumas pessoas naveguem pelo site e digam honestamente o que acharam!

Otimize seu conteúdo

O Search Engine Optimization (SEO) foi feito para colocá-lo frente a frente com seu público-alvo, atraindo leads qualificados para o empreendimento. Por meio dele, você cria conteúdos otimizados para os mecanismos de busca, atraindo assim pessoas interessadas no seu negócio. E isso obviamente contribui para a redução da sua taxa de rejeição! Para tanto, use ferramentas de planejamento de palavras-chave para que otimizar adequadamente seus conteúdos e, assim, melhorar o posicionamento do seu site nos mecanismos de busca, chamando a atenção de quem está pronto para a compra.

Crie links internos

Imagine o seguinte cenário: um visitante chega até uma página e confere tudo o que há nela, mas não há nenhum convite para seguir navegando. O que ele faz? Fecha a aba e passa a procurar outras coisas na internet! Para que você não perca facilmente um visitante, crie links internos, conectando as páginas do seu site para manter os internautas o máximo de tempo possível em contato com sua proposta de valor. Cuide para que esses links estejam inteiros e direcionem para as páginas corretas, sem erros. Caso contrário, você pode perder um potencial cliente pela falta de navegabilidade.

Evite links externos

Pense bem: links externos nada mais são que convites para que o visitante vá embora. Mas também não precisa ser radical, porque eles são importantes quando você está referenciando algo. Nesses casos, portanto, faça questão de deixá-los! Do contrário, podem fazer com que você seja esquecido rapidamente, aumentando sua taxa de rejeição. Então use links externos somente quando necessário e configure seu site para que eles sejam abertos em uma outra aba de navegação, para que sua página se mantenha aberta e atrativa para o visitante.

Ofereça comparativos e sugestões

Outra forma de reduzir sua taxa de rejeição é oferecer opções de produtos ou conteúdos para que o visitante siga em frente na navegação. No e-commerce você pode, por exemplo, exibir produtos semelhantes, que tenham sido buscados por outros internautas, ou oferecer comparativos entre o artigo que está sendo visualizado e outros da mesma categoria. O usuário que está em busca de informações fica feliz com essas comodidades e, por isso, acaba se comprometendo com seu e-commerce, bem como navega por mais páginas e avalia as opções que você apresenta, aumentando o tempo de permanência.

Faça CTAs criativos

Os calls to action (CTAs) são aquelas chamadas que fisgam o internauta para que ele continue a navegar pelo site. Nesse quesito, o segredo está em ser criativo na elaboração das chamadas e não se esquecer de dar o devido destaque com botões e cores contrastantes. Botões flutuantes ajudam o visitante a não perder de vista sua oferta de valor, assim como os mapas de calor mostram o local mais adequado para que você capte a atenção do usuário e faça com que ele siga em frente em sua jornada de compra.

Crie um mapa do site

Muitas vezes, um internauta até chega direitinho até seu site, mas não sabe muito bem onde encontrar a informação de que precisa. É aí que entra o mapa do site, uma estrutura de links que facilita a identificação das seções e categorias, levando o usuário diretamente até a página que deseja. Para melhorar ainda mais a visibilidade do seu site nos mecanismos de busca, indexe seu mapa para que ele seja lido com maior facilidade. Assim, quando alguém buscar por um produto ou conteúdo que você tem a oferecer, ficará mais fácil efetivamente encontrá-lo.

Continue monitorando

Reduzir a taxa de rejeição é um trabalho constante, que exige uma leitura crítica de seus indicadores e de suas métricas de desempenho. Monitorando constantemente seus resultados (como tráfego no site, usabilidade, tempo médio de permanência de cada visitante, entre outros fatores de influência na taxa de rejeição), você será capaz de encontrar formas de corrigir as falhas e melhorar consideravelmente a aceitação do site junto ao público-alvo.

Praticamente tudo o que você precisa saber para reduzir a taxa de rejeição do seu site está aqui!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Taxa de Rejeição: 10 Dicas para Reduzir esse Indicador
Avalie esse artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *