Afinal, o que é e-commerce e por que esse setor cresce a cada dia?
As 5 maiores tendências entre os e-commerces brasileiros

Como comprar roupas importadas para revender?

Publicado em: • Última Atualização:

O mercado de roupa importada é definitivamente um dos que mais têm crescido nos últimos tempos. A grande variedade de fornecedores, as altas margens de lucro e as inúmeras ferramentas online fazem com que comprar roupas importadas para revender seja uma ótima oportunidade de negócio.

Se você está pensando em investir em um e-commerce ou já tem seu negócio e busca alternativas para torná-lo cada vez mais organizado e rentável, continue a leitura!

No post de hoje, elaboramos um passo a passo para comprar e revender roupas importadas na internet, com o objetivo de ajudá-lo a encontrar os melhores fornecedores e a estabelecer um plano de vendas eficiente e lucrativo.

Acompanhe as nossas dicas e se prepare para conseguir cada vez mais sucesso nesse mercado para lá de promissor!

Identifique seu público-alvo

Esse é o ponto chave de qualquer tipo de comércio. Por isso, antes de dar início ao seu negócio, procure saber quem é seu público-alvo. Existem roupas importadas para todos os bolsos e você consegue comprar peças que vão desde 25 até 5.000 dólares.

No entanto, para saber exatamente o que comprar, você precisa estabelecer qual público deseja atender. Claro que as marcas como Lacoste e Victoria’s Secret são bem mais baratas na terra do Tio Sam, mas por quanto você vai vender essas peças no Brasil para ter uma boa margem de lucro?

Pensar nessas questões antes de iniciar a revenda de roupas importadas vai garantir que você tenha sucesso em seu negócio. Faça uma pesquisa de mercado para identificar as oportunidades no nicho que deseja atuar. Assim, você conseguirá tomar decisões mais acertadas em relação aos produtos que deseja vender e saberá como aplicar corretamente os preços.

Comece com um investimento menor

Mesmo que trabalhar com roupa importada seja um bom negócio, o ideal é começar investindo pouco dinheiro. Isso porque, primeiro, você terá que conseguir para si bons clientes.

Se você comprar muitos produtos de uma única vez, corre o risco de ficar com mercadoria encalhada. À medida que os produtos forem saindo de sua loja, você pode aumentar a quantidade e a variedade de itens gradativamente.

Além disso, no início de seu negócio, o ideal é que você busque alternativas para economizar na plataforma de vendas. Caso você queira montar uma loja virtual, deve pesquisar bastante para que consiga encontrar uma plataforma que ofereça bons serviços, mas com um valor em conta.

Encontre os melhores fornecedores

Um dos pontos mais importantes para começar um negócio de revenda de roupas importadas é a escolha dos fornecedores. Como existem inúmeras marcas disponíveis no mercado, essa não costuma ser uma tarefa fácil. O mais importante é lembrar que trabalhar com quem oferece qualidade e um preço competitivo pode fazer toda a diferença nas suas vendas.

Por isso, em vez de já sair fazendo transações mais volumosas, o ideal é conhecer diversos fornecedores e fazer pequenas compras. Assim, você conseguirá avaliar a qualidade não só dos produtos, mas também dos serviços prestados pelo fornecedor. A entrega foi feita no prazo? O sistema de medidas é fiel à realidade? Essas e muitas outras informações são determinantes na hora da revenda.

Ainda nessa etapa, não deixe de tirar todas as suas dúvidas com os fornecedores. Pergunte sobre prazos, condições de troca, numeração e estoque. Todos esses dados são importantíssimos para você organizar sua revenda. Você quer trabalhar com empresas sérias, certo? Pois empresas sérias fornecem todas essas informações porque têm plena confiança no trabalho que desempenham.

Escolha os produtos certos

Para tornar seu negócio mais eficiente e lucrativo, você precisa trabalhar constantemente para agradar ao público, oferecendo o mix de produtos que eles desejam. E o cenário não é diferente quando o assunto é roupa importada! Você pode trabalhar tanto com marcas famosas quanto com confecções tradicionais. O importante é entender o que seu público está buscando e investir na comunicação de seus diferenciais.

Ao revender uma marca importada reconhecida no país, por exemplo, é essencial conseguir alguns descontos, fazendo com que o preço seja mais interessante para seu cliente do que se ele realizasse a compra em uma loja tradicional de shopping. Já se vai apostar em confecções ainda desconhecidas, invista naquelas que conseguem se diferenciar da maioria, oferecendo produtos interessantes, de qualidade e com poder de despertar o desejo do público.

Venda somente produtos originais

No Brasil, infelizmente, a pirataria ainda é muito comum. Como grande parte das pessoas não sabe a diferença entre um produto original e um falsificado, são enganadas facilmente. No entanto, se você quer construir um negócio sólido e próspero, deve trabalhar apenas com produtos originais.

As pessoas não se importam em pagar um pouco mais por uma roupa de marca, desde que ela seja de qualidade. Aliás, esse é um dos motivos que leva às pessoas a comprarem marcas caras: elas buscam por produtos que tenham uma boa durabilidade e ainda vistam bem.

Então, se você quer ter sucesso em seu negócio de revenda de roupa importada, só compre marcas originais. Comprando diretamente dos Estados Unidos, você consegue produtos de qualidade por um ótimo valor, os quais podem ser revendidos com uma boa margem de lucro.

Construa uma boa relação com os parceiros

Um dos pontos mais importantes a se observar para começar um negócio de revenda de roupas importadas são as parcerias. Afinal, ninguém consegue ir muito longe trabalhando sozinho, sem contar com profissionais engajados e envolvidos com o processo. Por essas e outras, é essencial construir uma boa relação com seus principais parceiros!

Estamos falando dos próprios fornecedores de roupas importadas, claro, mas também da equipe responsável pelas entregas, pela embalagem e os demais profissionais envolvidos em qualquer etapa do processo. Assim, antes de mais nada, é fundamental dialogar com esses profissionais, sempre pensando em como vocês podem crescer juntos.

Pense bem: é claro que uma confecção tem interesse em ver suas roupas sendo vendidas em um volume cada vez maior. Assim, se você oferecer uma boa condição, solicitando descontos para grandes compras, todos só têm a ganhar!

Por fim, lembre-se de tratar seus parceiros como você gostaria de ser tratado no mercado. Então, para começar, nada de atrasar pagamentos! Além disso, procure ser objetivo nas negociações e sempre entregue tudo aquilo que foi combinado.

Pode acreditar: com essa postura, seu caminho para o sucesso se torna mais curto. Afinal de contas, relações sólidas, construídas com confiança, são ótimas ferramentas para alcançar resultados.

Acerte no estoque

Controlar o estoque pode ser um dos maiores desafios no momento de revender roupas importadas. Por isso, é muito importante acompanhar suas vendas de perto e entender o comportamento de seus clientes.

Basicamente, seu estoque deve ser suficiente para permitir um giro constante de vendas na loja sem, no entanto, significar muito dinheiro parado. Assim, nada de comprar muitas mercadorias e demorar longos meses para vender tudo!

No início, pode ser um pouco desafiador entender como administrar o estoque, já que tudo ainda é novidade. Contudo, com o passar dos meses, você começa a entender as preferências dos seus clientes, descobrindo quais são as peças que mais saem e aquelas que não têm tanta demanda.

Desse modo, torna-se bem mais fácil cuidar para ter em estoque as peças preferidas do público, uma estratégia eficiente para manter o giro e fortalecer cada vez mais a marca.

Venda no lugar certo

Escolher onde vender seus produtos é uma decisão crucial para qualquer negócio. Hoje em dia, com as múltiplas possibilidades oferecidas pela internet, é essencial fazer uma escolha acertada, que potencialize suas vendas e o ajude a chegar cada vez mais longe. O que você deve fazer, então, é selecionar as plataformas que têm mais a ver com o perfil dos seus clientes!

Uma boa dica é criar uma loja virtual integrada a múltiplos marketplaces. Dessa maneira, você consegue centralizar a gestão das suas vendas e vender nos maiores sites da internet brasileira (Mercado Livre, Submarino, Magazine LuizaWalmartAmericanas, entre outros).

Utilizar as redes sociais para vender seus produtos também é uma excelente alternativa, já que elas proporcionam uma boa visibilidade. Vale lembrar que o Facebook e o Instagram já contam com ferramentas de vendas dentro das plataformas, o que facilita ainda mais a vida do empreendedor que deseja utilizar as redes para fechar mais negócios.

Tenha um cartão de crédito internacional

Tenha em mente que, se você vai trabalhar com a revenda de roupas importadas, terá que pagar suas compras em moeda internacional, certo? Por isso, é essencial que você tenha um cartão de crédito internacional, pois assim fica muito mais fácil fazer as compras para sua loja virtual.

Geralmente, os bancos oferecem a opção de cartão internacional para seus clientes mediante ao pagamento de uma taxa diferenciada. O limite do cartão depende de sua comprovação de renda e do relacionamento que você tem com a instituição financeira.

Além disso, com um cartão internacional, você pode fazer compras maiores, já que terá a possibilidade de parcelá-las. Outro benefício é que não existe o risco de converter a moeda com um valor errado, pois a conversão já é feita automaticamente no ato da compra.

As vantagens de um cartão internacional são as mesmas de um nacional: facilidade de pagamento. A única diferença é que, com essa modalidade de cartão, você pode comprar em sites de diversos países.

Leve em consideração a incidência de impostos sobre produtos importados

Embora comprar roupa importada para revender seja uma boa opção de negócio, é preciso lembrar que há taxas de importação, além de custos de envio da mercadoria do país de origem para o Brasil. Infelizmente, o imposto para produtos importados é bem alto, mas ainda assim é possível obter um bom lucro.

Segundo o artigo 1º da Portaria MF 156/99, a alíquota do imposto de importação é de 60% do valor do produto com acréscimo do valor do frete e do seguro. A boa notícia é que existe um teto para a cobrança desse imposto, que não pode passar de 3.000,00 dólares.

Mesmo que as compras sejam feitas pelo cartão de crédito ou pelo boleto bancário, a cobrança é feita em dólar, mas convertida em reais de acordo com a taxa de câmbio do dia. Então, o imposto a ser pago também será taxado em dólares.

Confira um exemplo simples: um vestido custa U$ 200,00, além de U$ 30,00 de frete e U$ 10,00 de seguro = U$ 240,00. Se levarmos em consideração a taxa de câmbio de R$ 3,95, o valor final do produto será de R$ 948,00. Esse produto será tributado em até 60% de seu valor bruto, o que dá R$ 568,80. Então, o valor final a ser pago por esse vestido será de R$ 1.516,80.

Caso a compra seja feita em grande quantidade, o cálculo do imposto será cobrado de acordo com o valor total, independentemente do preço unitário de cada produto.

Precifique seus produtos corretamente

Como você viu, para comprar roupa importada para revender em seu e-commerce você precisa pagar taxa de importação de produtos. Ainda tem os custos operacionais de seu negócio, como propaganda, estoque e pagamento de funcionários, além dos impostos a serem pagos para o município.

Então, para ter uma boa margem de lucro é essencial que você calcule corretamente todos os custos envolvidos na operação de seu negócio para que consiga praticar preços realmente atrativos, mas que ofereçam uma boa rentabilidade para seu negócio.

Acompanhe os resultados

Por fim, devemos ressaltar como é importante acompanhar os resultados. Qual é seu lucro no final por mês? Quanto você tem de contas a receber? Quanto desse valor é possível reinvestir na compra de outros produtos? É possível fazer algum investimento para a divulgação da marca ou para direcionar para alguma promoção?

Entenda: à medida que o negócio vai se consolidando, mais decisões estratégicas terão que ser tomadas. Por isso, reflita cuidadosamente sobre resultados, metas e até sobre as expectativas do público!

Vale lembrar que comprar roupa importada para revender só trará bons lucros para seu negócio se você trabalhar suas estratégias corretamente, além de ter foco e disciplina para fazer sua empresa crescer.

Agora que você confirmou que comprar roupa importada para revender pode ser um ótimo negócio, prepare-se para acertar nas escolhas e colher os frutos desse investimento! E, para ajudá-lo nessa tarefa, que tal seguir nossas redes sociais? Estamos no FacebookLinkedinYouTube e Twitter!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Como comprar roupas importadas para revender?
5 (100%) 3 votos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10% de desconto
50% de desconto
10% de desconto
30% de desconto
20% de desconto
30% desconto
50% de desconto
20% de desconto
30% de desconto
50% desconto
30% de desconto
50% de desconto
Gire e ganhe desconto no ingresso
Digite seu endereço de e-mail e gire a roda. Esta é sua chance de ganhar descontos incríveis!

Escolha a cidade para o desconto!

Regras:
  • Uma chance por email
  • Não acumula para outra cidade
  • Enquanto durarem os ingressos free.