Reajuste dos Correios prometem frete mais caro e PAC mais barato
E-commerce omnichannel: conheça a estratégia para melhorar a comunicação com o cliente

Você sabe como calcular o frete dos Correios? Aprenda agora!

Publicado em: • Última Atualização:

O serviço responsável pela entrega de uma encomenda é o primeiro aspecto que influencia no valor a ser cobrado. Nesse contexto, o lojista pode optar por algumas possibilidades — entre elas, estão os Correios.

Devido à evolução nacional e sua reputação consolidada, a maioria dos lojistas recorre à companhia. Mas, para definir o valor final do frete, a empresa pública utiliza algumas variáveis.

Desde o ano de 2011, os serviços de encomenda dos Correios passaram a ser precificados pelo peso cúbico. Com o intuito de determinar o custo de transporte dos produtos, considera-se a relação entre peso e espaço ocupado pelos objetos.

Quer saber como calcular o frete dos correios? Continue lendo nosso artigo e fique por dentro do assunto!

Aprenda mais com o quadro Escola Responde:

 
 

O que os Correios levam em consideração para fazer o cálculo?

De modo geral, a entrega das encomendas pode ser um fator que determina o sucesso de uma empresa. Afinal, os valores cobrados pelo frete e a eficiência do processo de logística são dois aspectos que contribuem para conquistar a confiança dos clientes.

Desse modo, o cálculo do frete dos Correios deve ser justo e bem elaborado. Para tanto, é necessário adaptar procedimentos convenientes ao prever o custo das entregas, a fim de evitar prejuízos à empresa. Mas como definir o valor?

O cálculo da entrega de um item é realizado a partir de vários fatores, como preço do produto, tamanho e distância a ser percorrida. O custo de transporte leva em consideração o volume total das encomendas transportadas — e não apenas o peso bruto (real).

Em função disso, adotou-se o peso cúbico como uma maneira de equilibrar a relação entre peso e espaço ocupado pela carga transportada. Tal estratégia se mostrou válida por considerar a área ocupada pela carga, já que alguns pacotes requerem um volume maior durante o deslocamento. Assim, é possível evitar prejuízos também com encomendas de baixa pesagem.

Como calcular o frete dos Correios?

Como vimos, os Correios estimam o valor do frete com base no sistema cúbico de pesagem — que considera o peso bruto da encomenda. O cálculo pode ser feito por meio da seguinte fórmula: (C x L x A) / 6.000, sendo que:

  • C: comprimento do pacote em centímetros;
  • L: largura do pacote em centímetros;
  • A: altura do pacote em centímetros;
  • 6.000: coeficiente definido conforme padrões internacionais. Trata-se de um fator de cubagem resultante da relação entre peso e volume ideal do pacote (estabelecida pela Entidade Internacional das Empresas Aéreas — IATA).

Vale ressaltar que, se um produto tiver 10 kg ou menos, considera-se o seu peso físico real (e não o cúbico).

Suponha que um item com peso físico de 6 kg e dimensões de 80 cm, 60 cm e 10 cm (comprimento, largura e altura, respectivamente) tenha um peso cúbico igual a 8 kg (80 x 60 x 10 / 6.000). Nesse caso, como o valor é inferior a 10 kg, considera-se 6 kg.

Em contrapartida, quando o peso cúbico ultrapassar os 10 kg, deve-se compará-lo ao peso real. É considerado, assim, o de maior resultado.

Outro aspecto importante trata-se das limitações existentes no transporte via Correios. Em síntese, a soma das dimensões do produto (comprimento, largura e altura) não pode ser superior ao limite de 200 cm.

Quais são as opções de entrega da empresa?

Os Correios recomendam que as lojas ofereçam duas opções de entrega a seus clientes: expressa e econômica. Na primeira, os preços são maiores, mas o prazo do frete varia de acordo com a localidade. Dessa forma, ela é indicada para clientes que têm urgência no recebimento (SEDEX).

Já a modalidade econômica tem um prazo de entrega maior, porém a um preço mais acessível aos clientes (PAC). Conheça, a seguir, os principais serviços de entrega nacionais:

  • SEDEX Hoje: serviços que fazem entrega no mesmo dia da postagem;
  • SEDEX 10: serviço com entrega até 10h da manhã do dia útil seguinte ao da postagem;
  • SEDEX 12: opção que garante entrega até 12h da manhã do dia útil seguinte ao da postagem;
  • SEDEX: serviço de entrega expressa em todas as localidades;
  • PAC: uma forma econômica de enviar encomendas em todo o país.

Como o cálculo funciona na prática?

Para que fique mais evidente como o cálculo deve ser aplicado e para que você aprenda corretamente a definir esse valor, separamos mais alguns exemplos práticos. Acompanhe!

Exemplo 1

Imagine uma encomenda com dimensões de 43 cm, 60 cm e 15 cm — e peso físico de 9 kg. Aplicando a fórmula (43 x 60 x 15 / 6.000), temos o peso cúbico de 6,45 kg. Dessa forma, conforme mencionado anteriormente, considera-se o peso físico real, ou seja, 9 kg.

Exemplo 2

A encomenda em questão tem como dimensões 50 cm, 30 cm e 52 cm, sendo seu peso físico 14 kg. Aplicando a fórmula (50 x 30 x 52 / 6.000), temos o peso cúbico de 13 kg. Por ser superior a 10 kg, comparamos o valor ao peso real e consideramos o maior. Nesse caso, será cobrado por 14 kg.

Exemplo 3

Uma encomenda tem as dimensões de 45 cm, 28 cm e 50 cm — e peso físico de 15 kg. Aplicando a fórmula (45 x 28 x 50 / 6.000), temos o peso cúbico de 10,5 kg. Considera-se, desse modo, o peso de maior valor, que será 15 kg.

É importante destacar que o cálculo para frete não é tão simples de entender. Por esse motivo, o site dos Correios disponibiliza um plugin que permite simulações automáticas para lojas virtuais e pode ser integrado ao seu site para a consulta dos consumidores.

É evidente, portanto, que o cálculo do frete é fundamental não só para o cliente que faz compras online, mas também para os e-commerces e vendedores que precisam organizar suas finanças, evitando prejuízos nas vendas.

Por fim, ter conhecimento sobre essas variáveis é uma forma de garantir maior autonomia à loja virtual, além de reduzir o risco de perder clientes por cobrar preços discrepantes da realidade. Com essa informação, o lojista pode vender produtos com valores de frete mais acessíveis, o que favorece as vendas e garante a satisfação do cliente.

Gostou deste artigo sobre como calcular o frete dos correios? Então, aproveite a visita para assinar nossa newsletter, assim você fica por dentro das novidades e recebe os próximos conteúdos na sua caixa de entrada!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Você sabe como calcular o frete dos Correios? Aprenda agora!
3 (60%) 2 votos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *