Como fazer slogan para empresa? 7 ferramentas grátis para usar
7 sites para comprar bijuterias em atacado e revender no e-commerce

Código de barras: qual é a importância de usar no e-commerce?

Publicado em: • Última Atualização:

Criado para auxiliar os mercados a agilizar o processo de verificação da saída de produtos, o código de barras é encontrado em praticamente toda a atividade comercial, tornando-se indispensável para qualquer negócio.

Graças a essa tecnologia, foi possível automatizar os processos e conquistar mais eficácia nos setores, por meio da identificação rápida de mercadorias. Para os e-commerces, esse recurso é uma ótima maneira de tornar o processo de compra e venda cada vez mais eficaz.

Nos próximos tópicos, explicaremos exatamente o que é código de barras, a sua importância para os e-commerces, os tipos de código de barras e como eles funcionam. É uma leitura importante para manter a loja virtual sempre atualizada. Confira!

O que é o código de barras e para que ele serve?

Trata-se de representações gráficas de uma sequência de algarismos para um produto desejado. Ele funciona como a identidade do produto. Isso significa que não existem dois produtos diferentes com o mesmo número.

Por serem padronizados e lidos automaticamente, a principal vantagem dos códigos é a rápida identificação por meio de aparelhos de leitura óptica portáteis, como os utilizados em supermercados. A sequência numérica do produto também pode ser digitada manualmente pelos caixas.

Qual é a importância do código de barras?

Grandes filas em caixas e falta de controle dos estoques dos produtos eram problemas comuns em muitas empresas. Como solução para facilitar a integração dos produtos, foram criados os códigos de barras.

Em grandes centros de distribuição, a utilização desse código é imprescindível, devido a sua praticidade e eficiência ao automatizar as tarefas e melhorar a qualidade do atendimento.

Uma das grandes vantagens do código de barra é a rastreabilidade. É evidente que, quanto mais fácil for acompanhar todo o processo até que o produto chegue ao cliente final, melhor. Com o código, isso se tornou possível.

A partir dessa tecnologia, também fica mais prático controlar o estoque, realizar entregas e analisar os produtos mais vendidos na loja, o que impacta a organização financeira e as decisões estratégicas do negócio.

Isso mostra que implementar o código de barras transforma positivamente todo o processo de venda, tanto para grandes quanto para pequenos empreendedores.

Para o comércio online, o código de barras também faz muita diferença nas vendas. Com o crescimento cada vez maior das compras online, o serviço de código passa a transparecer mais profissionalismo ao e-commerce, conquistando maior satisfação e feedback dos clientes.

Além disso, sabe-se que é preciso buscar formas de ajudar os consumidores na fase de pesquisa e comparação dos valores, antes de finalizar compras online, certo?

O uso do código de barras contribui para essa fase e otimiza a experiência de compra. Por meio dos códigos, é possível encontrar rapidamente e sem risco de engano produtos específicos entre o acervo da loja, especialmente em marketplaces.

Portanto, se os seus objetivos são melhorar a produtividade dos seus processos, expandir o controle de estoque da loja e aumentar a satisfação dos clientes, a adoção de código de barras será uma estratégia eficaz para o crescimento do seu negócio.

Quais são os tipos de código de barras?

A seguir, confira os principais tipos de código de barras para os produtos.

UPC

O UPC (Universal Product Code ou Código Universal de Produto) é mais utilizado nos Estados Unidos e no Canadá. Implementado no varejo, esse modelo utiliza um padrão de 12 dígitos que serão codificados em sua estrutura.

No UPC, o primeiro dígito corresponde ao tipo de produto em questão; os 5 dígitos subsequentes representam o código do fabricante; os próximos 5 dígitos identificam um produto específico; o último é o código de verificação.

EAN

O EAN (European Article Number ou Número de Artigo Europeu) é mais utilizado para a comercialização dos produtos de varejo em vários países, incluindo o Brasil. Essa é uma versão europeia do UPC.

Nesse código, é codificado o 13º dígito no padrão de paridade dos seus dígitos da esquerda de um símbolo UPC. O 13º dígito, combinado com o 12º, representa o código de um país.

Além de conter os dados de identificação do país, ele também apresenta nome da empresa fabricante do produto, número para reconhecimento do produto e um dígito verificador.

ITF-14

O ITF-14 (Interleaved Two of Five ou Identificação de Unidades Logísticas Homogêneas), também chamado de DUN, é o código usado para a identificação de unidades logísticas e caixas ou agrupamentos padronizados de produtos. Ou seja, esse código não pode ser utilizado para mercadorias únicas.

Ele apresenta 14 dígitos e é geralmente colocado na parte exterior da caixa, permitindo que ela seja digitalizada de uma distância maior.

Como eles funcionam de acordo com o significado das barras?

A união de dígitos e de barras dispostas de maneira única gera uma identificação, que representa uma espécie de digital do produto.

O fundamento por trás dos códigos de barras segue o mesmo da computação em geral: o código binário. A decodificação, que constitui um processo de leitura dos dados, é realizada por um leitor que emite um raio vermelho nas listras do código (representam uma sequência de zeros e do número um).

O resultado é a descrição exata do produto, em virtude de uma base de dados consultada pela ferramenta de leitura, que pode ser um computador ou um smartphone.

A combinação é dividida em 95 partes pretas ou brancas, de mesmo tamanho. O computador lê o código, identificando quais colunas têm cor ou não, e atribui número zero e um para as variações (zero para as áreas brancas e um para as pretas).

Uma dúvida muito comum entre os empreendedores é como implantar o código de barras. Há duas formas bem simples:

  • a primeira é comprar um sistema e criando o seu próprio código;
  • a segunda é implantar o código GS1, da Associação Brasileira de Automação.

Portanto, percebe-se que o uso de código de barras é um recurso estratégico no e-commerce, tanto para melhorar a experiência de compra do cliente quanto para tornar o processo produtivo da loja mais rápido e moderno. Por isso, trata-se de uma ação para tornar o negócio cada vez mais competitivo.

Agora que você conhece a importância de usar o código de barras no e-commerce, aproveite a visita ao nosso blog para saber como fazer o controle de estoque no marketplace em 6 passos.

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Código de barras: qual é a importância de usar no e-commerce?
Avalie esse artigo!

One thought on “Código de barras: qual é a importância de usar no e-commerce?


  1. Boa tarde. Estou na iminência de abrir um e-comerce para comercializar (a princípio) um só produto, e talvez, coloque em algumas lojas. Gostaria de uma opinião sincera, se neste caso, o código de barras é necessário? Tenho que ter pra poder enviar pelo correio ou para vender pra uma loja? Fico grato pela atenção. Atté
    Maurício Morais


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *