6 formas de diferenciar seu e-commerce de eletrônicos da concorrência
Saiba como criar um canal de relacionamento efetivo no e-commerce

Checkout transparente: o que é e por que adotar?

Publicado em: • Última Atualização:

O checkout é um momento decisivo: o cliente já entrou na sua loja, pesquisou por produtos e colocou aqueles que o interessaram no carrinho. Agora é só fazer o pagamento, certo? Pode parecer simples, mas é justamente na etapa final que várias transações não são concluídas.

Para enfrentar o problema, é preciso contar com boas práticas e utilizar a tecnologia como aliada: a ideia é oferecer um checkout transparente e diminuir as possibilidades de abandono de carrinho. Quer saber como fazer isso? Acompanhe nosso post!

O que é checkout transparente?

O comércio online já está consolidado no Brasil. Mesmo assim, não é raro encontrar pessoas que hesitam em finalizar uma compra via internet temendo uma série de riscos, que vão do roubo de dados pessoais até fraudes no cartão de crédito.

Por isso, todo e-commerce precisa de boas garantias de proteção, como o uso de certificados digitais e meios de pagamentos comprovadamente seguros, sejam eles feitos por meio de gateways ou intermediadores. O problema é que justamente o checkout ainda é deixado de lado na atenção dos lojistas.

Pensando nisso, o checkout transparente vem para resolver essa situação: por meio dele, o cliente realiza a etapa final da compra sem sair do site do lojista. Ou seja, ele não é redirecionado a outro endereço, como a página de um intermediador de pagamentos.

Além de aumentar a sensação de segurança dos usuários, essa ferramenta promove agilidade ao processo e pode ser decisiva na diminuição do abandono de carrinhos, no crescimento da conversão e na redução do custo por cliente.

Qual a diferença entre o checkout transparente e o tradicional?

Antes de mais nada, é importante lembrar que os problemas no checkout costumam estar relacionados à falta de integração na sua loja, principalmente quando se usa um intermediador de pagamento.

Aqui, um rápido lembrete: intermediadores são empresas como PayPal ou PagSeguro, que fazem o meio de campo entre clientes, lojistas e instituições financeiras. Ou seja, o intermediador recebe o pagamento, faz uma conferência de dados com a bandeira de cartão ou banco e, se tudo estiver certo, libera a transferência do valor da venda para o lojista dentro do prazo do contrato.

O problema é que no checkout tradicional o consumidor é redirecionado para a página do intermediador para inserir os dados de pagamento. Essa mudança do ambiente da loja para uma empresa terceirizada pode causar desconfiança ou mesmo problemas técnicos de migração. O cliente sente que a transação é burocrática demais e até insegura e, por isso, pode acabar desistindo da compra.

Como implementar um checkout transparente?

Como falamos, o principal problema do checkout tradicional está na migração forçada do visitante para um site fora da loja virtual em que ele está realizando uma compra. Para evitar esse contratempo e otimizar toda etapa final da transação online, basta seguir os seguintes passos.

Tenha uma boa plataforma de e-commerce

As plataformas de e-commerce são essenciais para a criação e gestão de uma loja virtual. Por isso, elas são recheadas de recursos para facilitar o trabalho no front-end e back-end do seu comércio, como o controle de estoque ou atualização automática de preços.

Esse tipo de sistema também pode oferecer uma integração mais orgânica com meios de pagamentos escolhidos. Ou seja, por meio de uma plataforma de e-commerce é possível incluir o checkout dentro da sua URL, evitando forçar que o usuário seja redirecionado para o site do seu intermediador de pagamento.

O resultado é um checkout com menos etapas, portanto mais rápido. Além disso, ele é mais fluido, já que toda a cadeia de compras — da pesquisa até o pagamento — é feito exclusivamente no ambiente da sua loja virtual.

Solicite apenas dados essenciais

A plataforma de e-commerce é uma ferramenta poderosa para otimizar o seu checkout. Mas, como sabemos, a tecnologia não faz milagres sozinha. Ela também precisa ser acompanhada de boas práticas e, nesse quesito, estamos falando em uma boa elaboração de formulários.

O cliente precisa fornecer apenas dados essenciais para o fechamento da venda: endereço de entrega, nome completo e dados bancários ou do cartão de crédito. Portanto, não faça um checkout com milhares de partes a serem preenchidas ou que force o usuário a navegar por várias páginas.

O checkout transparente não pode ser burocrático: o ideal é que o cliente consiga finalizar a compra passando por, no máximo, três janelas e fazer o processo com poucos cliques. Algumas ferramentas possibilitam um checkout inteligente, isto é, todo o processo pode ser feito em uma única janela ou mesmo com um único clique.

Também é importante que o site ofereça informações da compra de forma clara, como os itens que estão sendo adquiridos, qual a forma de pagamento escolhido e os prazos para entrega ou solicitação de trocas de produtos.

Não descuide da usabilidade

Boa parte do sucesso do checkout está no conteúdo dos formulários de compra, mas não podemos desconsiderar a sua forma. Ter um site com boa navegabilidade ajuda a orientar o comprador e evitar frustrações após a adição de itens no carrinho.

Utilize fontes grandes e legíveis, tenha uma paleta de cores amigáveis e sempre cuide para que os links e botões de ações sejam visíveis e intuitivos. Também não se esqueça de fazer com que seu site seja amigável ao uso por tablets e smartphones. Afinal, a tendência é que as transações feitas em dispositivos móveis cresça de forma consistente.

Cuide das demais ferramentas de segurança

Por fim, não se esqueça de que o checkout transparente é apenas uma das etapas de venda na sua loja online. A confiança do visitante, portanto, precisa ser garantida durante toda a permanência dele no site.

Por isso, utilize certificados digitais de segurança e tenha uma plataforma de e-commerce sólida. Além disso, conte com intermediadores de pagamento que apresentem protocolos seguros para lidar com os dados dos seus compradores, e da própria empresa, por meio de sistemas antifraudes.

Também é importante que a loja tenha um espaço para esclarecer as principais dúvidas que surgem durante uma compra, como o prazo de entrega, condições de troca ou desistência de um pedido. Ter um chat online 24 horas, por exemplo, pode ser uma boa opção para solucionar as questões do comprador enquanto ele ainda navega pelo seu site.

Já está pronto para implementar o checkout transparente na sua loja online? Compartilhe este post nas redes sociais para que seus amigos e colegas de trabalho também coloquem em prática as nossas sugestões.

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Checkout transparente: o que é e por que adotar?
Avalie esse artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *