Certificado digital: O que é, tipos e qual a importância para o e-commerce?

Certificado digital é uma identidade eletrônica de uma pessoa ou empresa. Ele surgiu com o intuito de facilitar a identificação virtual e ainda permite assinar documentos à distância com o mesmo valor jurídico da assinatura feita de próprio punho. Além disso, não há necessidade de reconhecer firma em cartório.

Os e-commerces cresceram significativamente nos últimos anos. Porém, apesar de facilitado, vender de forma digital exige alguns detalhes e ter um certificado digital está entre eles.

Ter a opção de comprar e adquirir os produtos que deseja sem nem ao menos precisar sair de casa, é algo que gera enorme conforto, e não à toa tem se destacado tanto já tem algum tempo.

Há tanto aquelas empresas que existem apenas nos meios digitais, quanto aquelas que eram lojas físicas, e decidiram começar a vender os seus produtos online.

Independente de qual for o caso, possuir uma loja digital exige que você cumpra com algumas regras, dentre elas, a de possuir um certificado digital.

Entretanto, mesmo quem não é obrigado por lei também pode adquirir um certificado virtual, e garantimos que isso pode ser bem mais útil do que você imagina.

Mas calma, você não está familiarizado com o conceito de certificado digital? Não sabe o que ele pode oferecer para você e para a sua empresa? Então calma que nós vamos te explicar!

Então continue com a gente para descobrir tudo o que você precisa saber sobre certificados digitais!

O que é certificado digital?

Antes de tudo, é muito importante que sejamos capazes de entender o que é o certificado digital.

Somente entendendo o seu conceito, e aquilo que esse documento se propõe a fazer, é que poderemos começar a desenvolver sobre a sua importância, qualidades e benefícios.

O certificado digital funciona na prática como uma espécie de carteira de identidade para o mundo digital.

É por meio dela que é possível identificar quem realizou uma determinada transação, sendo muito utilizado para comprovar as transações tributárias, como, por exemplo, a emissão de notas fiscais.

Outras pessoas também definem a certificação digital como sendo, na verdade, o equivalente da assinatura dentro do mundo virtual.

Independentemente de qual seja o conceito utilizado para definir, o certificado digital reúne todos os dados do seu titular, seja ele uma pessoa física e jurídica, e permite a identificação desse indivíduo na internet.

São esses dados que garantirão a segurança e a integridade das transações realizadas pelos meios digitais, além de também registrá-las.

Quem precisa de certificado digital?

Agora que começamos a entender um pouco mais sobre o que é um certificado digital, talvez tenha surgido uma dúvida para vocês, afinal, quem precisa possuir um?

É preciso fazer aqui uma grande diferenciação de quem obrigatoriamente precisa possuir a certificação, e de quem pode optar por tê-la para usufruir dos seus benefícios.

Logo de cara, você já deve estar imaginando que todos os e-commerces precisam possuir certificados digitais, não é mesmo?

Afinal, eles existem com o conceito de transacionar pelos meios digitais, e tendo em vista a função do documento, ele é fundamental para as lojas virtuais.

Bem, apesar desse raciocínio fazer sentido, na verdade, as coisas são um pouco diferentes.

De fato, as empresas que realizam vendas online são obrigadas a possuir o certificado, mas no caso de pessoas físicas que realizam essa atividade, eles até podem aderir ao documento, mas não são forçados a isso.

Entretanto, vale a pena ressaltar que apesar de não ser obrigatório que pessoas físicas possuam a certificação, sem ela não é possível ingressar em marketplaces, o que pode atrapalhar bastante.

Dentre aqueles que são obrigados pela receita federal a possuírem o certificado digital, podemos citar todas as empresas que estiverem inscritas nos regimes de lucro real ou de lucro presumido.

Além disso, empresas que emitem nota fiscal eletrônica (NF-e) também são obrigadas a possuir essa certificação.

Qual a importância do certificado digital no e-commerce?

Após passar por todos esses pontos, está na hora de começarmos a explicar qual a importância de possuir o certificado digital.

Afinal, tirando os casos onde é obrigatório, por que você deveria se preocupar em possuir essa certificação?

Será que ela não é só mais uma obrigação burocrática qualquer? Ou será que realmente existem vantagens?

É isso que nós veremos a seguir, então siga com a gente para descobrir mais!

Proteção de dados

A proteção dos dados do seu e-commerce é um dos pontos que você mais deve prezar, para evitar qualquer tipo de problema ou complicação no futuro.

Afinal, essa segurança não é só para você, mas também para os clientes e consumidores que acessam o seu site.

Lembre-se sempre que dentro do mundo virtual existem softwares maliciosos, os chamados Malwares, que somados aos vírus e outros programas, podem captar dados sigilosos dos usuários.

Alguns exemplos de dados que esses programas podem roubar das pessoas que acessam o seu site, são as próprias informações sobre o cartão de crédito da pessoa.

Já pensou se alguém acessa a sua página e tem seus dados roubados?

Péssimo não é mesmo? A questão é que o certificado digital, por meio das suas chaves criptográficas, consegue proteger tanto você, quanto os seus clientes desse tipo de programa mal-intencionado.

Aumento de confiança

A confiança é fundamental em qualquer tipo de comércio, mas no digital isso é ainda maior.

Além da questão da segurança dos dados, que nós já comentamos no tópico anterior, existe ainda um outro ponto que precisa ser abordado a respeito disso.

Esse ponto diz respeito ao quanto a pessoa confia no seu site, ou seja, o quanto ela acredita que não está sendo enganada por você!

Afinal, ela não vê o produto pessoalmente, o que sempre dá uma certa desconfiança quanto ao estado do mesmo, e para além disso, ela nem ao menos sabe se de fato ela receberá o produto após pagar.

Além do próprio certificado já contribuir para essa segurança, muita gente entende que uma empresa que possui o documento, jamais faria isso com ela.

Ele funciona como quase como selo de confiança para muita gente, que na hora de pesquisar um site para realizar uma compra, já utiliza a certificação digital como um critério.

Meios de pagamento

Outro ponto que a certificação digital se mostra muito importante, é no que diz respeito à versatilidade das opções de pagamento.

Já se sabe muito bem que é muito importante possuir uma boa gama de formas de recebimento, para facilitar a vida do cliente, que poderá escolher a forma que se torna mais prática para ele.

Dentre os mais diversos meios de pagamento, um dos mais populares, se não for de fato o mais utilizado, é o próprio cartão de crédito.

Porém, uma coisa que nem todo mundo sabe é que todas as operadoras de cartão de crédito têm como exigência básica para serem vinculadas a uma loja, que a mesma possua o certificado digital.

Ou seja, sem ele, os seus meios de pagamento se tornam muito mais limitados, perdendo, inclusive, um dos principais, o cartão de crédito.

Melhora no ranqueamento

As táticas de SEO (Search Engine Optimization) são uma das coisas mais importantes a serem planejadas para qualquer tipo de e-commerce.

Afinal, estar melhor ranqueado em plataformas de busca, como no caso do Google, pode ter um grande impacto nas suas vendas, não é mesmo?

São diversos critérios que levam uma empresa a obter um bom posicionamento no ranqueamento do Google, e entre eles, nós temos pontos como a segurança das páginas, por exemplo.

Além da própria melhora na eficiência da proteção do seu site que possuir o certificado digital já traz, ainda existe um segundo efeito que intensifica muito mais as coisas.

Esse segundo ponto, é o fato de que o mero fato de se possuir um certificado digital, automaticamente já melhora o seu ranqueamento.

Isso porque o Google já considera automaticamente que a sua página se tornou mais segura, só por possuir a certificação.

Incrível, não é mesmo?

Quais os principais modelos de certificado digital?

Muito provavelmente você deve estar ficando bem mais convencido a aderir aos certificados digitais, não é mesmo?

Mas você sabe quais tipos existem? Se pensou que existia só um você estava realmente bem perdido!

Mas não se preocupe que nós vamos ajudar você a entender tudo, então continue com a gente!

Certificado digital A1

O primeiro modelo de certificado digital que nós falaremos, é também o mais conhecido, e mais utilizado, que é o chamado A1.

Esse modelo funciona a partir da instalação de um software diretamente no computador do usuário, onde será gerada a chave criptográfica.

Como ele está instalado diretamente em seu computador, ele se torna rápido e ágil para ser utilizado, além de poder ser desativado a qualquer momento caso deseje.

O seu contrato tem uma duração razoavelmente curta, de apenas um ano, precisando ser revisado ao fim desse período.

Certificado digital A1: O que é, como funciona e quem pode ter esse certificado!

Certificado digital A3

Já o outro modelo é o chamado certificado digital A3.

O seu contrato, logo de cara, possui uma duração bem mais longa, podendo variar de 3 até 5 anos.

Além disso, seu armazenamento não é feito em um único computador, mas sim por meio de algum token, ou então pela nuvem, o que permite que seja acessado por qualquer computador, desde que se conecte a um desses dois.

Cada um dos dois modelos possui as suas vantagens e desvantagens, mostrando que não existe evidentemente um melhor.

O que há, de fato, são modelos diferentes, que podem ser mais ou menos eficientes com um tipo de empresa, ou com outro.

Certificado digital x assinatura eletrônica: o que é melhor?

Você possivelmente já escutou por aí as pessoas falando em assinatura eletrônica, e talvez tenha até mesmo pensado que é a mesma coisa que assinatura digital, não é mesmo?

Mas, na verdade, as coisas são um pouco diferentes uma da outra, e é justamente isso que nós falaremos a seguir.

O primeiro ponto, para já traçar de forma resumida uma diferenciação entre os dois tipos de assinatura, é que a assinatura digital precisa do certificado digital, enquanto que a eletrônica não.

Basicamente, as assinaturas eletrônicas são uma forma de assinar documentos online, sem a utilização de criptografia.

Lembra que nós falamos que os certificados digitais são protegidos por duas chaves criptográficas?

É justamente essa a diferença entre assinatura digital e eletrônica.

Enquanto a assinatura digital possui essa proteção advinda dos códigos criptografados, a assinatura eletrônica não tem a mesma vantagem, o que a torna menos segura.

Quais são os principais tipos de certificado digital?

Nós comentamos antes sobre a diferenciação dos modelos de certificados digitais, mas existe uma gama ainda maior de tipos de certificação.

Enquanto os modelos distintos eram formas diferentes de apresentar soluções para as mesmas questões, aqui nós falaremos sobre diferentes certificações que se propõe a solucionar problemas diferentes.

A seguir, nós explicaremos cada um deles, então continue com a gente para descobrir mais!

E-CPF

Esse tipo de certificação funciona como uma espécie de CPF digital, e foi desenvolvido especialmente para as pessoas físicas.

Ele acaba sendo muito utilizado para a assinatura de documentos eletrônicos, mas principalmente aqueles ligados a uma pessoa, e não uma empresa, como no caso do imposto de renda, de contratos, e de comprovações bancárias, por exemplo.

Esse documento também pode ser utilizado por empresários como forma de assinatura digital para documentos legais.

Entretanto, é muito importante frisar, que não é possível, de forma alguma, realizar a emissão de nota fiscal eletrônica por meio desse recurso.

E-CNPJ

O E-CNPJ já funciona como a antítese do modelo anterior.

Enquanto no E-CPF nós estávamos falando de um documento digital voltado principalmente para as pessoas físicas, aqui a situação é o contrário, e o documento visa principalmente as pessoas jurídicas.

Funcionando com um CNPJ virtual, o E-CNPJ pode ser utilizado para a emissão de nota fiscal eletrônica, envio de escrituração fiscal digital, emissão de certidões digitais, dentre outras coisas.

Ela também possui uma versão especial voltada para empreendedores de menor porte, como no caso de quem é MEI (Micro Empreendedor Individual).

NF-e

O NF-e é o modelo ideal e especializado para a emissão da nota fiscal eletrônica.

Apesar disso também ser possível de ser feito por meio do E-CNPJ, essa ferramenta é mais adequada para essa prática, principalmente para quem possui funcionários.

Certificado digital A1 ou A3: quais as diferenças entre os modelos?

Nós já falamos um pouco entre esses dois modelos de certificados digitais, tanto o A1 quanto o A3, de forma que você talvez já tenha uma ideia deles separadamente.

Mas vamos agora fazer uma breve comparação entre os dois modelos, para ressaltar suas diferenças um pouco menos sutis.

Além das já mencionadas diferentes formas de armazenamento, e duração dos contratos, outro ponto que diferencia os dois é a exigência de senha.

Enquanto o modelo A1 não obriga você a possuir uma senha para conseguir acessá-lo, no A3 isso é obrigatório, e sem a senha você não terá acesso ao que deseja.

Além disso, o modelo A1 também permite que você realize cópias das informações para backup.

Enquanto isso, essa opção não é possível no modelo A3, justamente pelo seu tipo de armazenamento, que fez com que essa opção fosse julgada desnecessária.

No final, cada um dos modelos possui as suas próprias características, que se adéquam melhor a cada situação específica.

Não é possível nem justo avaliar um como superior ao outro, quanto tudo dependerá da situação e circunstância em que forem utilizados.

Quais as principais vantagens do certificado digital?

Se você chegou até aqui, você muito provavelmente já deve estar interessado em adquirir uma certificação digital para o seu e-commerce.

Entretanto, pode ser que ainda haja dúvidas quanto a se esse recurso realmente será útil para a sua empresa, então, nós decidimos te ajudar a decidir!

Nós separamos aqui, algumas pequenas vantagens que possuir um certificado digital pode trazer para a sua empresa.

Nós apresentaremos essas vantagens, e então você decidirá se vale ou não a pena obter essa ferramenta, o que acha?

Com certeza vai ser bem interessante! Então continue com a gente para descobrir mais!

Menos burocracia

A primeira das vantagens é justamente uma das mais significativas, que é a redução da burocracia para você e a sua empresa.

O próprio certificado digital já surge justamente com essa intenção, para economizar tempo do empreendedor.

Sabe aquelas idas ao cartório totalmente desnecessárias e que sempre resultam em uma fila quilométrica onde você ficava preso por horas e horas?

Com o certificado digital isso deixa de ser necessário, afinal, você passa a assinar os documentos digitalmente e eles já são automaticamente reconhecidos.

Ganho de agilidade

Outra das vantagens é que como a assinatura passa a ser feita digitalmente, o tempo e lugar deixam de ser um problema.

Aposto que você já passou por aquela péssima situação onde você está apenas aguardando alguém assinar algum documento, mas essa pessoa se atrasou para chegar.

Não está no escritório naquele momento, ou até mesmo pode ter acabado de sair de férias, o que acaba com os seus planos.

Com o certificado digital a pessoa pode assinar de qualquer lugar a qualquer momento, melhorando as coisas para você e também para ela, que não precisará se locomover para realizar a assinatura.

Economia

Além do tempo que se gasta no cartório, existe ainda a necessidade de ir até lá, de imprimir o papel onde será impresso o documento, de comprar tinta para a impressora, dentre outras despesas.

Com o certificado digital, todas as despesas passam a ser drasticamente reduzidas, já que a necessidade de uso de instrumentos como esses também cai significativamente.

Como adquirir o certificado digital e usar?

De nada adianta você ficar super interessado em adquirir o certificado digital, porém não saber como realizar isso né?

Pode ficar tranquilo que nós separamos esse tópico especialmente para ajudar você a conseguir o seu certificado digital, então siga conosco para descobrir!

O primeiro passo que você, empreendedor, deve seguir, é escolher qual será o selo de certificação do seu comércio eletrônico. Nós podemos separá-los em 3 opções principais, são elas:

  • SSL simples: Esse modelo se encarrega de criptografar as mensagens que são inseridas no seu portal;
  • SSL EV: Cumpre a mesma função do anterior, adicionando a validação de informações como CNPJ e o domínio do site;
  • SSL Wildcard: Acumula todas as características dos anteriores, adicionado da opção de ser utilizado também em subdomínios.

Depois disso, você deve buscar uma empresa certificadora para o seu certificado digital.

O preço delas costuma variar pouco, entretanto elas podem possuir diferenças nos serviços oferecidos, por isso é bom procurar uma que se adéque às suas demandas.

Após isso, é necessário gerar uma Solicitação de Assinatura de Certificado (CSR). Esse arquivo criptografado pode ser solicitado pelo seu próprio servidor, indo em “Certificados do Servidor”.

Então será necessário enviar alguns documentos, sendo eles:

  • URL do domínio que o certificado será usado;
  • Nome da sua empresa;
  • Área de atuação;
  • Cidade, Estado e país (todos por extenso).

E então salvar o CSR na opção 2048 bits e enviar uma cópia para a empresa certificadora que você escolheu.

Depois disso, bastará realizar a instalação do programa, que será instruída pela empresa, uma vez que depende do modelo escolhido.

Quais as principais empresas que trabalham com certificação digital?

Existem diversas empresas que trabalham com certificação digital, e que muita gente nem imagina.

Nós decidimos separar aqui 3 empresas que trabalham com a certificação digital, então siga conosco para descobrir!

Os Correios é uma das empresas mais conhecidas que comercializa os certificados, com preços que se iniciam na casa dos R$ 225,00.

Lembrando que o valor pode variar dependendo do modelo escolhido.

O Serasa também é outra instituição muito conhecida, e que também trabalha com a certificação digital, com valores a partir de R$ 254,00.

Por fim, nós temos a São Paulo Certificadora, que trabalha com planos a partir de R$ 204,00.

Como fazer a renovação do certificado digital?

Na imensa maioria dos casos, a renovação do certificado digital é extremamente simples, podendo ser feita de forma 100% digital.

A primeira coisa que você precisa fazer é se conectar a mídia do certificado digital que você deseja renovar.

Feito isso, é importante que você confira todos os seus documentos e dados, e os tenha em formato PDF.

Isso é necessário pois eles serão anexados na sua solicitação que será avaliada. Após a análise dos documentos ter sido realizada, e ser feito o pagamento da taxa de renovação, bastará emitir o seu certificado digital com sua nova data de validade!

Enfim, o certificado digital pode ser extremamente útil mesmo nos casos onde ele não é obrigatório para a sua empresa.

Funcionando como uma assinatura digital, essa ferramenta pode reduzir muitos custos da sua empresa, eliminar burocracias, e agilizar as suas atividades, além de proporcionar ainda mais segurança para as suas transações.

loja virtual com sacolinha das redes sociais

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário