O guia completo para montar uma loja virtual de cosméticos diferenciada
Como Vender No Mercado Livre – Passo a Passo!

Case: Não é apenas uma loja de persianas: Conheça o Grupo Tahiti!

Publicado em: • Última Atualização:

Quem não sonha em deixar sua casa bonita, com produtos de qualidade e que combinem entre si? É por isso que no ano de 2017, o ramo de decoração residencial cresceu mais de 20%, acompanhando o crescimento dos últimos 14 anos, que, segundo a Associação Brasileira de Design de Interiores (ABD), cresceu mais de 500%.

Aproveitando esse crescimento do setor imobiliário e de decoração, não apenas residencial, mas também empresarial, o Grupo Tahiti aproveitou para lançar sua loja virtual e oferecer produtos de qualidade e diferentes para todo o Brasil.

Iniciando com persianas, o Grupo mudou e hoje trabalha também com toldos e cortinas focando não apenas residências, mas também empresas de todos os ramos.

Quando questionada pelo motivo de iniciarem uma loja virtual, Maíra, uma das sócias e responsável pela administração do negócio, diz: “somos fabricante e a fim de acompanhar o crescente mercado on-line, vimos na loja virtual a oportunidade de disponibilizar nossos produtos para todo o Brasil…”, apresentando assim um cenário visto na maioria das empresas abertas nos últimos anos no Brasil.

Começando um negócio

Com um crescimento acima dos 200% no ano de 2017 e uma projeção de mais de 200% no ano de 2018, Maíra conta que a loja na Tray cresceu aquilo que eles esperavam e conseguem planejar.

No começo, segunda ela, quando decidiram abrir a loja virtual, optaram por uma plataforma que os custos pareciam baixos. Na verdade, a opção foi por uma plataforma SaaS, mas que tinha planos gratuitos. Sem muito conhecimento em e-commerce, no começo, a plataforma gratuita lhe mostrou como vender pela internet e como se iniciar nesse mundo.

Depois, adquirindo mais conhecimento e fazendo cursos para aprender mais sobre o seu novo negócio, Maíra conta que percebeu que precisava de algo a mais, procurou na plataforma que a loja estava inserida, mas viu que ainda faltava algo.

Segundo Maíra, “…a plataforma [era] de fácil utilização, porém naquela época sem algumas funcionalidades importantes para nós, como por exemplo, o checkout transparente, começamos a cogitar a mudança de plataforma justamente por conta do checkout transparente…”

Depois de algumas pesquisas e indicações, Maíra topou conhecer mais a Tray, mas não foi de imediato que ela migrou sua loja. Antes, ela quis entender melhor como seria sua loja virtual e como ela poderia fazer essa mudança sem o impacto para a empresa.

Após levantar todas as hipóteses, a Tahiti se mudou para a Tray e a partir daí, segundo Maíra, as coisas fluíram mais fácil e eles se sentiram mais seguros para continuarem crescendo o negócio na velocidade que tinham planejado.

Maíra contou que os Marketplaces foi um dos motivos para a mudança, segundo ela: “…a questão das integrações com os marketplaces foi muito importante…”.

De uma fábrica para uma loja online

Maíra conta com orgulho que antes, sua empresa era apenas uma fábrica, responsável pela produção dos produtos que hoje vende. Visando o aumento dos negócios, ela sabia que as vendas seriam a única maneira de investir pesado no negócio, para isso, a empresa optou por vender seus próprios produtos na internet.

Quando questionada sobre a ação, Maíra afirma que sentiu certo receio de começar um negócio em uma área que não tinha domínio e conhecimento, que sabia que tudo que é novo gera medo. Superando todos os obstáculos iniciais, a Tahiti passou de fábrica para um grupo.

Se quando iniciaram, faltava experiência e conhecimento sobre o assunto, depois de alguns cursos e aprender a controlar e administrar o negócio na prática, hoje eles sabem exatamente o que devem fazer e qual caminho seguirem para continuarem com um crescimento incrível de 200%.

Na Tray desde 2017, ela conta que começar um e-commerce não é fácil, apesar de recompensador. É preciso muitas horas de trabalho e muita dedicação à loja para vê-la nascer e prosperar.

Hoje, no plano corporativo da plataforma, a Tahiti investe em Marketing e estratégias de vendas focado para o segmento de decoração residencial e empresarial.

Segundo Maíra, diferente do que imaginava, a empresa enfrentou bem menos problema na migração, não tendo quase impacto nenhum nos anúncios. Tudo foi feito com muito cuidado, segundo a sócia do grupo e por isso, o rankeamento foi mantido e agora está ainda melhor do que era.

Para o ano de 2018

Quando questionada sobre o ano de 2018, Maíra afirma que os planos foram traçados antes do final de 2017 e que assim como os últimos anos, a Tahiti se preparou para superar os números do último ano.

Um ponto importante com relação ao crescimento e que foi destacado por Maíra é a importância de evoluir os produtos e ter mais opção para os clientes que procuram produtos diferenciados. Para isso, a empresa pesquisa diariamente no mercado nacional e internacional.

O fator de fabricarem seus próprios produtos, é também um ponto positivo para a empresa, que consegue procurar no cenário nacional e internacional produtos diferenciados para os clientes e se destacarem dos outros concorrentes.

Quando questionada sobre o crescimento da empresa e do portfólio da empresa, Maíra afirma que o plano continuará o mesmo dos últimos anos. Segundo ela: “…a essência do plano a princípio seguirá a mesma, contudo estamos sempre em busca de parceiros para otimizar nosso negócio e oferecer ao cliente melhores opções, por exemplo na área de logística, empresas com entregas mais rápidas, com facilidade de rastreamento do produto etc…”.

O grupo Tahiti é mais um case de sucesso Tray!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Case: Não é apenas uma loja de persianas: Conheça o Grupo Tahiti!
Avalie esse artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *