Dicas práticas para cadastrar produtos no e-commerce

Na hora de cadastrar produtos no seu e-commerce é importante definir as categorias, incluir várias fotos do produto, vídeos e texto ALT nas imagens. Vale a pena criar uma descrição personalizada para cada produto com detalhes e utilizar a palavra-chave. Lembre-se também de otimizar a title, description e a URL para SEO.

O cadastro de produtos no e-commerce pode parecer uma tarefa corriqueira e simples. 

Se para você basta copiar, colar, publicar a mercadoria no site e aguardar a clientela chegar, saiba que provavelmente está cometendo um erro grave que prejudica a performance da sua loja em diversos sentidos.

Para você ter uma ideia, de acordo com o E-commerce Quality Index (EQI), 72% das maiores varejistas online do país não entregam uma boa experiência online quando o assunto é informação. 

Os dados indicam um verdadeiro gargalo operacional no comércio eletrônico: o cadastro de produtos!

Assim, de nada adianta ter um layout personalizado e um grande investimento em marketing digital, se o seu cadastro de produtos não auxiliar no ranqueamento de suas páginas e na conversão de modo geral.

Neste artigo, destacaremos os principais pontos que irão deixar o cadastro de produtos do seu e-commerce mais completo.

Princípios básicos de SEO 

Antes de começar, precisamos conhecer os princípios básicos de SEO.

Você sabe do quê estamos falando? Se já sabe, parabens!

Se não, calma que vamos te explicar:

SEO é a base para a construção de um catálogo de produtos que converta em vendas.

As técnicas de SEO são usadas para a otimização de conteúdo, imagem e velocidade de um site, a fim de conseguir melhores resultados orgânicos nos buscadores. 

Isto é: se uma loja tem suas técnicas de SEO bem definidas e otimizadas, consequentemente, melhora a experiência do usuário e é isso que os buscadores desejam. 

Ou seja, o Google não vai mandar tráfego para uma página que ão otimizada para SEO. 

Em resumo, existem algumas otimizações de SEO que podem ser adotadas na hora do cadastro de produtos. 

É claro que cada plataforma organiza de um jeito o cadastro de produtos, mas no geral essas otimizações podem ser realizadas em quase todas elas. 

No geral é preciso se atentar para:

  • title tag;
  • meta description;
  • imagens;
  • URLs amigáveis (que contenham o assunto tratado na página, em vez de letras e números aleatórios);
  • conteúdos;
  • descrição de produtos.

Agora que você já sabe de onde partimos em relação a SEO, é hora de colocar a mão na massa e iniciar o cadastro de produto! 

Iniciando o cadastro de produtos

Antes de cadastrar um bom título é preciso se atentar a palavra-chave.

Encontrar as palavras certas é um ponto-chave para obter um bom retorno com o cadastro de produtos. 

Com informações concretas sobre quais termos os usuários mais utilizam para comprar mercadorias no seu segmento, você conseguirá transformar as dicas a seguir em formas de atrair mais tráfego e, consequentemente, vendas para a loja online.

Para isso, você pode utilizar ferramentas como Google Trends e SEMrushApós pesquisada a palavra-chave é hora de criar o título do produto. 

Título 

Um título otimizado, é um título que fornece todas as informações que o cliente precisa para se interessar ou não pelo produto. 

O título deve receber as informações essenciais e principalmente, a palavra-chave — que sempre deve estar no começo do título. 

Vamos a um exemplo: iPhone 11 Apple 256GB Verde. 

Palavra-chave: iPhone 11;

Marca: Apple (nem sempre a marca é relevante, mas se for, como no exemplo, é essencial que ela esteja no título;

Informação relevante para o público: 256GB.

Cor: Verde. 

É importante lembrar que cada produto seguirá sua própria estrutura, devido ao interesse do consumidor. 

Por isso é de extrema relevância entender quem é o seu público e a sua persona. 

Existem produtos onde a cor é mais importante do que a marca, ou no caso de uma roupa, o tecido é a segunda informação mais importante depois do modelo da peça. 

Portanto, não há como passarmos uma estrutura fixa, pois, são muitas variantes. 

Então, conheça o comportamento de compra de seu público! 

Imagem 

É importante lembrar que a experiência no e-commerce é bastante diferente de uma loja física. 

Como não há um vendedor disponível para prestar informações ou produto para testar e tocar, as imagens são essenciais para que o usuário saiba o que está comprando.

Exceto se você estiver vendendo um iPhone, como em nosso exemplo, um produto que praticamente se vende sozinho, será necessário investir em boas fotos e até vídeos do produto.

Por isso, não se limite a fazer seu cadastro de produtos no e-commerce com apenas uma imagem.

Explore ângulos, distâncias e mostre o produto por completo!

Isso evitará que você precise arcar com trocas, devoluções ou até mesmo perca o cliente.

Especialmente se seu produto for algo que fique exposto: seja no corpo ou em algum lugar da casa, o cliente, com certeza, gostará de saber cada detalhe daquele produto e se corresponde a suas expectativas. 

Imagina só: sua loja vende um vestido que possui detalhes em pedraria.

Mas, só existe uma foto disponível que quando aumentada pelo Zoom fica toda pixelada.

Seu cliente não vai conseguir ter a dimensão exata da beleza e do valor do vestido. 

Dai a importancia de ter imagens que comprovam tudo que foi prometido até ali. Seja na descrição do produto, em um banner, ou até nas redes sociais da sua loja. 

Algumas dicas sobre as fotos de produtos:

  • Procure não utilizar foto de fornecedores (provavelmente todos os seus concorrentes usarão a mesma foto que você; 
  • Contrate um fotógrafo  para tirar as fotos de forma profissional;
  • Tenha o produto no máximo de ângulos possíveis e com zoom em detalhes importantes; 
  • Não utilize filtros nas imagens, mostre sempre a cor exata da peça.
  • Tire fotos contextualizadas— mas nunca as deixe como imagem principal. 
  • Revise para garantir que as fotos estejam em alta resolução, com boa iluminação e em bons ângulos. 

Descrição de produto 

Você sabia que 60% dos produtos cadastrados no e-commerce brasileiro não contam com uma descrição completa?

Essa falha consegue causar sérios problemas na experiência dos usuários e também nas suas vendas. 

Isso porque, na dúvida, o cliente pode optar por não comprar ou até mesmo pode arriscar a compra e acabar devolvendo o produto, se ele não corresponder às suas expectativas. O que gera custos para o lojista.

Engana-se quem acha que os consumidores não chegam até a descrição de produtos.

De fato, essa pode ser uma realidade quando falamos de produtos extremamente conhecidos como um iPhone ou uma Havaianas.

Do contrário, não economize nas palavras, descreva o produto detalhadamente, de acordo com marca, cor, proporções, composição e quaisquer outras informações cabíveis a ele. Ah, e não perca a oportunidade de utilizar a palavra-chave também na descrição.

Use palavras relacionadas para, de quebra, conquistar melhores posições no Google. 

Meta title 

A meta title é o título do produto que aparecerá no buscador.

Veja o exemplo abaixo: 

 

Ela segue a mesma premissa do título do produto, mas aqui as informações devem ser exibidas por ordem de relevância, sempre com a palavra-chave no início da frase.

A maioria das plataformas preenche esse campo automaticamente, baseando-se no título inserido no cadastro. 

Entretanto, é importante refazer esses títulos dentro da plataforma. 

Isso porque, com títulos muito longos, o Google tende a cortar informações.

O que não é legal para a sua loja.

Dessa forma, o melhor é que você mesmo decida o que será retirado do título ou não. O recomendado é um título de até 60 caracteres.

Meta Description 

As meta descrições – os textos descritivos encontrados nos resultados de busca do Google – também são um atributo muito relevante para o SEO. 

Embora não sejam fatores diretos de ranqueamento no Google, elas são a melhor forma de “pescar” um usuário! 

Por isso, é muito importante criar descrições únicas e capazes de atrair cliques para cada página de produto.

Veja um exemplo:

A meta description segue a mesma orientação da meta title, a diferença é que aqui, sua descrição deve ficar entre 152 e 154 caracteres para não correr o risco de corte de informação. 

Neste caso, o “corte” pode ser ainda mais perigoso.

Porque, quando não preenchido, sua plataforma puxará o conteúdo da descrição que, provavelmente, até os primeiras 154 caracteres.

Aí que mora o perigo, pode ser que não tenha sua palavra-chave ou outra informação importante para o seu negócio, o que pode fazer difereça na hora da compra.

Faça um checklist de atributos

O cadastro de produtos no e-commerce envolve muitas etapas que podem acabar sendo exaustivas, principalmente para equipes enxutas. 

Para otimizar esse resultado, crie um checklist de atributos para nada passar despercebido nesse momento! 

Você pode utilizar as sugestões abaixo:

  • Defina a categorização;
  • Inclua imagens extras;
  • Não esqueça do texto ALT das imagens;
  • Crie URLs amigáveis de acordo com a palavra-chave;
  • Crie um bom título para SEO;
  • Faça uma meta description focada em SEO;
  • Se empenhe na descrição do produto;
  • Faça upload de vídeos – caso haja.

Atualize seu cadastro de produtos no e-commerce

Com todas as dicas acima, é preciso lembrar de atualizar e conferir seu cadastro de produtos no e-commerce com certa frequência.

Isso porque as mercadorias podem variar, o fabricante pode modificar embalagens e composição e, depois de algum tempo, pode ser que você acabe vendendo algo que não condiz com a realidade do mercado.

Talvez essa situação já tenha acontecido e você só percebeu a falta de atualização após uma reclamação do cliente, certo? Pois saiba que as atualizações frequentes podem resolver esse problema!

Automatize se for preciso

São muitas as possibilidades para otimizar o cadastro de produtos no e-commerce, não é mesmo?

Como você viu, existem várias formas de entregar um maior nível de informação e tornar sua loja irresistível aos olhos de um cliente.

Contudo, pode ser que o tamanho da sua equipe e a quantidade de produtos sejam desproporcionais.

Essa é a realidade de muitas empresas e a execução de tantas tarefas pode comprometer a parte operacional. Por isso, contar com plataformas que automatizam essa tarefa pode ser uma saída!

Esse tipo de tecnologia é capaz de manter sua página de produto frequentemente atualizada e cadastrar produtos com a agilidade que você precisa. Assim, você conseguirá tempo para se preocupar com outras atividades – como campanhas de marketing e relacionamento, além de inovações para seu e-commerce.

Agora que você já sabe como otimizar o cadastro de produtos no e-commerce, que tal entender mais sobre como descobrir e atualizar itens com informações fornecidas diretamente pelo fabricante sem perder tempo com planilhas ou copia e cola?

Aproveite também e dê uma conferida no guia que preparamos sobre como fazer a categorização no seu e-commerce.

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário