Brinquedos mais vendidos: como faturar alto em marketplaces?

Você sabe quais são os brinquedos mais vendidos na internet? Manter-se antenado ao comportamento do consumidor significa ter mais chance de alcançar […]

Você sabe quais são os brinquedos mais vendidos na internet? Manter-se antenado ao comportamento do consumidor significa ter mais chance de alcançar o sucesso. Vender os produtos que as crianças mais procuram, especialmente em datas especiais, pode ser uma incrível fonte de faturamento para você conseguir estabelecer seu e-commerce na internet.

Para ter sucesso ao vender online, é preciso muito mais do que conhecer os principais produtos. Então, se você ainda não sabe muito bem o que vender, mas quer ter um fluxo de faturamento contínuo, continue lendo este post.

Confira os brinquedos mais vendidos nesse momento, além de dicas para faturar mais alto com a venda deles!

Os brinquedos mais vendidos na internet

Em 2019, a indústria de brinquedos brasileira faturou mais de R$ 7,2 bilhões, com um crescimento de 6% em relação ao ano anterior. Ou seja, o mercado e a demanda por brinquedos estão aquecidos.

Porém, é preciso entender que o comportamento do público muda bastante, e isso é ainda mais forte para as crianças. Existem aqueles produtos que estão na lista praticamente sempre, mas também existem os que são passageiros. Com isso em mente, confira exemplos dos mais vendidos:

  • Uno;
  • boneca Baby Alive;
  • linha de bonecos dos Vingadores, da Marvel;
  • lança-dardos da Nerf;
  • Hot Wheels;
  • boneco Luccas Neto;
  • boneca Lol;
  • massinhas Play-Doh;
  • carrinhos de controle remoto;
  • quebra-cabeças temáticos dos Vingadores ou Star Wars;
  • kit Power Rangers;
  • Lego;
  • Beyblade.

Como faturar com as vendas desses brinquedos?

Deu para perceber que existe um ótimo mix de produtos que o seu e-commerce de brinquedos pode oferecer, não é mesmo? Porém, a competição também é muito forte.

Um estudo da ABComm analisou mais de 4 mil lojas online, registrando um crescimento no número de pedidos durante a pandemia. Portanto, o segredo do sucesso é combinar os brinquedos mais vendidos com estratégias que potencializem os resultados. Confira algumas delas!

Fique atento aos lançamentos

Como é típico das crianças, esse mercado é bem volátil. Isso gera um desafio para os vendedores, que precisam ficar muito ligados nos lançamentos. Novos brinquedos podem explodir rapidamente, como é o caso das bonecas Lol. Então, fique atento às tendências em países como os Estados Unidos, pois eles são um bom termômetro do que pode pintar por aqui.

Outra ótima dica é ficar atento ao calendário de filmes. Por exemplo, quando sai um filme do Homem-Aranha, é natural que as crianças procurem mais esse brinquedo. Saiu um novo Parque dos Dinossauros? Produtos com esse tema devem ficar em alta. Também é importante ficar atento aos influenciadores. Unboxings de brinquedos infantis fazem muito sucesso e podem ajudar você a descobrir tendências.

Respeite regras de licenciamento

Falando no Homem-Aranha, é preciso tomar cuidado com o licenciamento. Sempre verifique se determinado brinquedo precisa de uma licença ou autorização especial para você começar a vender. É uma questão jurídica, que envolve o pagamento de royalties e de direito de imagem. Para evitar qualquer dor de cabeça, garanta que só venda produtos que você tem licença.

Não esqueça do Inmetro e das regras de publicidade infantil

Além da regra acima, também é preciso respeitar outros pontos. O primeiro é o selo do Inmetro, que garante a segurança para determinada faixa etária a partir de uma série de testes. Produtos sem esse selo podem fazer com que sua loja seja denunciada, sofrendo punições desnecessárias.

Também é importante considerar as regras de publicidade infantil. Qualquer peça que você for preparar deve seguir essas regras. Caso contrário, pode ser retirada do ar.

Aproveite datas comemorativas

Como mencionamos acima, o Dia das Crianças e o Natal são uma mina de ouro para os e-commerces infantis. Então, é o momento de se preparar para vender bastante, garantindo que a logística e o atendimento darão conta do recado.

Também é importante planejar a divulgação nessas datas. Prepare os anúncios, os e-mails marketing e as postagens nas redes sociais com semanas de antecedência para garantir que tudo performará perfeitamente.

Escolha um nicho para começar a vender

Se sua loja ainda é muito pequena ou se você ainda não se dedica a ela full time, uma boa dica é começar devagar. Ou seja, você não precisa vender todos os brinquedos o tempo todo.

Na verdade, ter um tema inicial pode ajudar você a se posicionar e se estabelecer no mercado para se focar em alcançar uma audiência maior em um momento futuro. Por exemplo, você pode se focar em vender brinquedos por idade, priorizando produtos para recém-nascidos.

Crie ações de fidelização e encantamento ao cliente

Ações de fidelização podem ajudar você a manter uma clientela bem fiel e a vender mais no longo prazo. Você pode trazer um programa de descontos especiais baseado em gamificação. É uma ótima ideia e que se encaixa muito bem em uma loja de brinquedos. Afinal, você transforma o próprio processo de compra em um jogo.

Outra estratégia de fidelização interessante é dar um mimo de presente no momento da compra. Imagine que o cliente recebe seu produto e quando abre encontra uma cartinha de agradecimento e um pacotinho de balas? É uma ação pequena e barata, mas que pode ser uma surpresa muito agradável.

Estude bastante sobre marketing digital

Se você quer ter os brinquedos mais vendidos, precisa conhecer muito sobre marketing digital. Existem diversas estratégias que podem ajudar você a se destacar e aumentar o faturamento, como o SEO para e-commerce ou o Google e Facebook Ads. Ambos têm o mesmo objetivo: ajudar você a trazer mais tráfego para seu site e vender mais.

Além disso, o marketing digital ajuda você a atuar estrategicamente. Você entende melhor quem é seu público e a melhor forma de se comunicar com ele. Complementando, é impossível separar o marketing do atendimento. Então, procure tirar as dúvidas do público o mais rápido possível e prestar um pós-venda que seja eficaz e valioso.

Se você quer trabalhar com os brinquedos mais vendidos precisa saber em que canal vender. Os custos de uma loja própria podem ser altos, especialmente se você não está 100% pronto para se dedicar a isso. Portanto, um marketplace pode ser um ótimo lugar para começar a vender e trazer faturamento para você e sua loja. O ideal é escolher muito bem as plataformas, apostando naquelas que tragam mais tráfego.

Gostou do post? Então assine a newsletter da Escola de E-commerce para receber as mais novas notícias e dicas de como vender mais!

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário