Artesanato para vender: 31 ideias para ter uma renda extra sem sair de casa e usando a criatividade!

Há muitas ideias de artesanato para vender e algumas das mais fáceis e comuns no mercado são: biscuit, tricô e crochê, caixas decoradas, sabonetes artesanais, camisetas personalizadas, macramê, canecas personalizadas, chaveiros; velas artesanais; Bordados e muito mais, confira as melhores ideias.

Muitas pessoas estão começando a criar artesanato para vender e ter uma renda extra.

Mas, antes de investir tempo e dinheiro nesse hobby, ou simplesmente dar o salto na carreira e largar o emprego para viver da sua arte, é preciso ter certeza de que você tem uma boa ideia.

Para ajudar você com isso, criamos uma lista com os 31 artesanatos mais comuns e fáceis para começar a vender. Confira e veja qual deles tem mais a ver com você!

Afinal, o que é artesanato?

O artesanato é uma técnica utilizada para produzir objetos feitos à mão a partir de matéria-prima natural.

O artesanato inclui uma variedade de formas de arte, desde esculturas e trabalhos em metal até tricô e impressão.

No geral, os artesanatos podem ser divididos em cinco tipos com base em sua forma e finalidade: artesanato têxtil, decorativo, papel, funcional e de moda.

Por que investir no artesanato?

Algo está faltando nos dias de hoje: o toque da mão humana.

As máquinas tornaram a produção mais rápida, barata e menos propensa a erros.

Ainda assim, os consumidores anseiam por produtos feitos por uma pessoa real, e não um trabalhador invisível atuando em alguma corporação gigante.

Nesse sentido, algumas razões explicam o sucesso dos artesanatos hoje.

Antes de irmos para as ideias de peças artesanais, veja por que vale a pena investir nesse mercado.

O artesanato traz de volta os produtos feitos com carinho

Os fabricantes de artesanato estão explorando o desejo poderoso de itens feitos à mão.

O artesanato em si traz de volta o “pessoal” em nossas vidas diárias para substituir muitos artigos produzidos em massa.

Os consumidores tendem a associar produtos artesanais a produtos únicos, pessoais, criativos, feitos com maior carinho e dedicação exclusiva.

Isso significa que as peças artesanais são vistas como o oposto dos itens homogêneos, produzidos por megacorporações.

Valores importantes estão envolvidos no artesanato

Os consumidores percebem que, ao comprar um item feito à mão, estão apoiando os fabricantes, que muitas vezes também são os vendedores.

Há um valor único em produtos artesanais que está ligado ao ato de criação e à boa e velha empatia com que produz.

Qualquer pessoa que tricote um presente para um amigo ou venda os seus produtos artesanais está ajudando a repensar a sustentabilidade e o consumismo.

Oportunidade de transformar o hobby em negócio

Havia uma época em que as pessoas faziam coisas com as mãos porque amavam, e assim colocaram amor e carinho em cada produto que produziam.

Hoje, muita gente continua produzindo artesanato, mas dedica boa parte do tempo a um trabalho regular para ganhar um salário estável.

Mas saiba que ainda hoje é possível colocar o artesanato em primeiro plano e, em vez de trabalhar para outra pessoa, vender as suas peças como uma empresa.

Tudo depende de uma coisa simples: a sua intenção de lucrar com a venda de seus itens artesanais!

Assim, você pode continuar fazendo aquilo que gosta, transformando o artesanato em um hobby lucrativo.

E-book: Como começar um negócio online de artesanato do zero.

31 ideias de artesanato para ter uma renda extra

Reunimos uma lista com 31 artesanatos simples e de baixo custo que você pode fazer e vender com despesas mínimas para começar.

As ideias da nossa lista também não exigem um treinamento intensivo e certamente nada que alguém com muita disposição e criatividade não possa fazer.

Ficou curioso? Confira as ideias de artesanato para vender e conquistar uma renda extra.

1. Biscuit

Um clássico do artesanato! O biscuit, também chamado de porcelana fria, é uma técnica que nunca sai de moda.

O biscuit é uma massa que, depois de modelada, endurece e pode dar origem a diversas peças artesanais. A massa pode ser comprada pronta ou confeccionada por você.

Artigos com boa saída feitos com biscuit são miniaturas, porta-retratos, chaveiros, imãs de geladeiras, potes e caixinhas decorados, noivinhos para bolos e bonecos.

Artesanato para vender - Biscuit

2. Tricô e crochê

Embora existam há centenas de anos, o crochê e o tricô estão se tornando muito populares com a internet e as redes sociais.

O melhor de tudo é que existe uma variedade de itens que você pode produzir com o tricô e crochê sem sair de casa.

O item com o qual a maioria das pessoas começa quando está aprendendo a tricotar é o lenço. Dominando o lenço, fica mais fácil passar para bolsas, capas de almofada, suéteres e cobertores.

Artesanato para vender - Crochê

3. Caixas decoradas

A fabricação de caixas artesanais para presentes é uma atividade excelente para quem tem habilidades com artesanato e busca uma forma de trabalhar em casa.

As caixas são embalagens capazes de transformar uma simples lembrança em uma surpresa inesquecível, principalmente quando confeccionada com qualidade e bom gosto.

No que diz respeito à produção e confecção, o investimento é mínimo e você só precisa de materiais baratos que podem ser encontrados em qualquer papelaria.

Artesanato para vender- caixas decoradas

4. Sabonetes artesanais

Além de ser um produto de higiene que todo mundo tem em casa, o sabonete pode ser uma ótima lembrancinha para presentear alguém em um dia especial, como aniversário por exemplo.

O presente fica ainda mais especial, quando possui os aromas diferentes de um sabonete artesanal, podendo encomendar um personalizado especialmente para a pessoa que será presenteada.

Essa particularidade, faz do sabonete artesanal um item com demanda constante em e-commerces, redes sociais e marketplaces.

Para fazer sucesso, é importante encontrar um diferencial competitivo para o sabonete que você vai produzir e vender.

Lembre-se de que há muitos sabonetes artesanais à venda, cada um como um ingrediente exótico ou uma essência diferente.

Artesanato para vender - sabonetes artesanais

5. Luminárias artesanais

Luminárias possuem uma ótima saída entre as peças artesanais, porque elas servem tanto para a iluminação quanto para a decoração de ambientes internos.

Você pode vender luminárias de diferentes materiais: madeira, vidro, PVC, papel e até bambu.

Além da versatilidade de materiais, as luminárias possuem diferentes modelos e tamanhos. Existem peças para o teto, mesa, chão e cozinha, por exemplo.

O melhor de tudo é que você encontra diversos tutoriais na internet de como montar as luminárias de acordo com os materiais e o modelo em mente.

Artesanato para vender - luminárias

6. Camisetas personalizadas

Trabalhar com moda é um negócio com alto potencial de lucro na internet.

Vender camisetas personalizadas é apenas um dos vários exemplos que você encontra nesse setor, que se mantém relativamente instável, apesar da crise econômica.

As camisas personalizadas estão presentes no guarda-roupas de todos os gêneros e idades, o que é ótimo, mas você precisa segmentar o público-alvo do seu negócio.

Você deseja alcançar o público que busca camisas infantis? Camisas com estampas políticas? Camisas com estampas sobre filmes e séries? Quanto mais segmentado, melhor.

Artesanato para vender - camisetas personalizadas

Nichos de mercado para e-commerce: como escolher o segmento para atuar?

7. Canecas personalizadas

Quem não tem pelo menos uma caneca no armário de casa? Mesmo que você não seja fã de café, é bem provável que você tenha uma guardada.

A caneca é um item bastante útil e capaz de atrair uma variedade de públicos para o seu negócio. Você poderá comercializar canecas para todos os gostos e focar em diferentes nichos de mercado.

Para que você tenha sucesso com a venda desse artesanato, é fundamental encontrar fornecedores que vendam canecas “cruas” por bons preços e em grandes quantidades.

Artesanato para vender - canecas personalizadas

8. Chaveiros

Se você não pode ou não quer fazer um grande investimento, mas está em busca de um artesanato para vender, o chaveiro personalizado pode ser o que estava procurando.

Os chaveiros podem ser lembrancinhas acompanhadas de itens maiores, como bolsas e cadernos, ou podem ser vendidas como produtos em si.

Aqui, o mais importante é saber qual história você quer contar com os chaveiros.

Dia das Mães, Dia dos Namorados, Dia dos Pais e outras datas comemorativas podem ser aproveitadas para criar chaveiros personalizados.

Artesanato para vender - chaveiros

9. Velas aromáticas

Além de perfumar e iluminar os espaços, a vela aromática é uma linda peça decorativa.

Esse item chama cada vez mais a atenção de consumidores que buscam artesanato na internet. Por isso, aprender a produzir velas artesanais é uma ideia de negócio lucrativa.

Gostou da ideia? Os materiais que você vai precisar para produzir as velas podem ser encontrados em centros comerciais acessíveis.

Artesanato para vender - velas aromáticas

10. Bordados

O bordado é um dos artesanatos mais famosos que existem. Ele pode ser feito com fios de algodão, seda, lã e linho.

Se você gostou da ideia de vender bordados, a primeira coisa a fazer é conhecer e aprender os muitos tipos de pontos para bordados.

Por exemplo, ponto cruz, bordado vagonite, bordado com fita, ponto de cetim e ponto atrás.

Se você ainda não tem uma máquina, é possível começar a fazer bordados à mão mesmo.

Quando vender algumas peças e obter algum lucro, pode pensar em adquirir uma máquina própria e ampliar seu leque de modelos.

Artesanato para vender - bordados

11. Cadernos, planners e álbuns personalizados

Itens de papelaria, como cadernos e planners, fazem um grande sucesso na internet, principalmente quando possuem um toque manual e artesanal.

Você pode criar estampas e decorações para um nicho específico e criar uma padronização de estilo para as peças da sua marca.

Artesanato para vender - cadernos personalizados

12. Lembrancinha de festa

As lembrancinhas personalizadas estão presentes em praticamente todo chá de bebê, aniversário ou casamento, o que torna essa ideia bastante lucrativa.

Você poderá trabalhar com quatro tipos de eventos que buscam lembrancinhas: festa infantil, maternidade e chá de bebê, brindes corporativos e casamento.

Artesanato para vender - lembrancinha de festa

13. Brinquedos infantis

Os brinquedos infantis também são uma oportunidade para você que busca criar artesanato para vender.

As possibilidades de criação de novos brinquedos são ilimitadas e dependem da sua criatividade. Alguns exemplos são bonecos, jogos de tabuleiro, passatempos e lego.

Artesanato para vender - brinquedos artesanato

14. Roupinhas para animais de estimação

As pessoas estão mais dispostas a vestir os seus animais de estimação em roupas personalizadas, e o mercado de moda pet está em crescimento.

Casacos, vestidos, coleira peitoral, gravatas borboleta, calça e capas de chuva são apenas alguns exemplos.

Para começar a ganhar dinheiro vendendo roupinhas para animais de estimação, comece definindo quais tipos de roupas você vai produzir e para quais tipos de pet.

Artesanato para vender - roupa pet

Como montar uma loja virtual de pet shop? confira aqui!

15. Macramê

O macramê é uma técnica de artesanato milenar que, atualmente, faz sucesso como um belo item de decoração.

A técnica consiste no uso de nós usados para criar franjas e barrados em lençóis, toalhas, cortinas e outras peças.

A partir do macramê, você pode fazer de tudo, desde tapeçarias até cabides de plantas, joias, bolsas e itens de vestuário.

Os materiais para produção podem ser barbante de algodão, cânhamo, juta ou fio.

Artesanato para vender - macramê

16. Peças de cerâmica

A cerâmica pode parecer um artesanato sofisticado, mas você pode começar fazendo algo simples, como uma tigela, e depois passar para itens mais complexos.

E você não precisa de equipamentos caros para criar as suas próprias peças de cerâmica: considere começar apenas com as mãos e o seu forno doméstico.

Além disso, começar usando argila pode ser mais vantajoso, pois esse material é mais fácil de manusear do que a porcelana.

Artesanato para vender - cerâmica

17. Cosméticos orgânicos

Um cosmético orgânico é produzido com pelo menos 95% de matérias-primas naturais.

Os 5% restantes podem ser compostos por ingredientes sintéticos, desde que permitidos pela ECOCERT, órgão de inspeção de produtos orgânicos.

É um mercado em expansão, principalmente devido aos benefícios ao consumidor: os cosméticos naturais hidratam e não irritam a pele, além de não obstruir os poros.

Você pode começar fabricando cremes hidratantes, cosméticos para cabelos ou sabonetes.

Artesanato para vender - cosmético organico

18. Garrafas personalizadas

Garrafas personalizadas são um brinde bastante difundido no meio corporativo e, para os fabricantes, são itens com um excelente custo-benefício, porque são fáceis de produzir.

Como fabricante, você pode trabalhar com garrafas de diferentes materiais (como metal e plástico) e utilizar diferentes técnicas de adesivação.

Artesanato para vender - garrafa personalizada

19. Bijuterias artesanais

Produzir bijuterias pode ser um trabalho simples e divertido, principalmente quando você já tem habilidades com artesanato, além de exigir um investimento inicial mínimo.

Algumas bijuterias artesanais que você pode criar e vender: brincos, gargantilhas, colares, pulseiras, tornozeleiras, anéis, relógios, tiaras e presilhas.

Artesanato para vender - bijuteriais artesanais

20. Vasos de plantas

Os vasos para plantas ajudam a cultivar vegetações e são peças lindas para decoração de sacadas, jardins e varandas.

O material mais comum presente na composição dos vasos é o cimento. Feito o modelo, você pode usar tintas e itens de decoração para enfeitar o produto.

Os materiais e utensílios para a produção são simples e, muitos deles, talvez você já tenha em casa: areia, peneira de cozinha, cimento e água, por exemplo.

Artesanato para vender - vasos de plantas

21. Lixeira para carros

Embora pareça um item simples, a lixeira para carros tem uma grande utilidade e pode alcançar um público amplo, dado que o número de carros individuais só cresce no Brasil.

Como fabricante, você pode produzir lixeiras personalizadas para empresas que, em seguida, revendem para clientes ou entregam de brinde para clientes ou funcionários.

Você também pode vender esses itens personalizados diretamente para o consumidor final.

Artesanato para vender - lixeira para carros

22. Enfeites para datas comemorativas

Artigos de decoração para celebrar as datas comemorativas possuem uma demanda constante no mercado de artesanato.

Balões, faixas decorativas, copos, saquinhos e embalagens, toalhas e velas são alguns dos artigos que podem ser personalizados.

Artesanato para vender - enfeites de natal

23. Pano de prato e toalhas

A venda de pano de prato e toalhas está sempre em alta, uma vez que esses são itens essenciais para a rotina de uma cozinha.

Existem várias maneiras de personalizar esses itens. Você pode usar pintura à mão, bordado, crochê e retalhos colados na borda, por exemplo.

Artesanato para vender - panos de pratos

24. Itens em MDF

O MDF é um dos materiais mais usados por quem trabalha com artesanato. É um tipo de madeira fácil de manusear e oferecido por um preço acessível.

Você pode criar peças de madeira personalizadas para todos os cômodos com PDF, como porta-talheres, enfeites para mesa e decorações para parede.

Artesanato para vender - MDF

25. Artesanato sustentável (reciclagem)

Todo plástico, vidro, papel ou metal pode ser reaproveitado para criar peças de artesanato, como potes, miniaturas e objetos decorativos.

O processo de reciclagem pode custar nada para o seu bolso e você pode vender as peças depois que estiverem prontas.

Artesanato para vender - sustentável

26. Artesanato em EVA

O Etil Vinil Acetato, conhecido pela sigla EVA, é um material emborrachado e barato que é muito procurado por quem trabalha com artesanato.

É possível criar muitas peças com EVA, como porta-retratos, cadernos, marcadores de página, imãs de geladeira e decoração para parede.

Artesanato para vender - e.v.a

27. Artesanato em decoupage

Decoupage é uma técnica artesanal que consiste em cobrir uma superfície com imagens recortadas de tecidos, fotografias, jornais ou revistas.

Apesar de ser simples, é um processo que exige calma e delicadeza para dar origem a lindas peças artesanais. É possível usar a decoupage em vidro, madeira ou tecido.

Artesanato para vender - decoupage

28. Artesanato com stencil

O stencil é um molde de desenho vazado para pintura. Esse molde geralmente é feito com um material resistente como o vinil.

Usar um estêncil é uma maneira criativa de personalizar vários materiais e criar lindas peças artesanais, desde paredes até pratos e tecidos como camisetas.

Artesanato para vender - stencil

29. Pinturas diversas

Para quem se dedica às artes plásticas, uma boa ideia é profissionalizar o seu trabalho e começar a vender as próprias peças na internet.

Você pode criar e vender peças originais ou réplicas famosas em marketplaces ou por meio de uma loja virtual própria.

Artesanato para vender - pinturas

30. Patchwork

Patchwork é uma técnica artesanal para a criação de peças a partir de recortes de tecidos com diversas padronagens.

É um trabalho com retalhos capaz de dar origem a formas geométricas variadas, como pessoas, flores, animais e paisagens.

O nome “patchwork” tem origem inglesa e significa trabalho com retalhos, em português.

Por ter uma boa demanda no mercado de artesanato, criar e vender patchwork é uma ideia de negócio lucrativa.

Você pode produzir peças em série e receber orçamentos para projetos personalizados.

Artesanato para vender - Patchwork

31. Amigurumis

Os pequenos bonequinhos de crochê são uma tendência na decoração infantil e conquistam até mesmo o gosto dos adultos.

O termo “amigurumi” tem origem japonesa e, em português, significa bichinhos de crochê.

Embora a produção demande muita delicadeza, você vai precisar apenas de três materiais básicos para produzir amigurumis do zero: linhas, agulhas e enchimentos.

E se você acha que precisa aprender alguns modelos de amigurumis, vá em busca de tutoriais em vídeo. No YouTube, existem muitos deles.

Artesanato para vender - Amigurumis

Bônus: como vender artesanato na internet com 6 dicas!

Não vê a hora de começar a vender? Comece pelas nossas dicas e veja como pode ser prático comercializar as suas peças artesanais na internet.

1. Faça poucas coisas, mas faça bem

É um erro comum pensar que, se você tiver uma grande variedade de produtos e oferecer muitas opções logo no começo, atrairá mais clientes.

Para a maioria dos artesãos, o que funciona é o oposto disso: limite a sua gama de produtos e você terá um negócio mais forte.

Se você tentar agradar a todos os gostos, a sua loja virtual e os seus canais de relacionamento podem parecer confusos.

Os clientes precisam entender qual é a especialidade da sua marca para confiar que estão comprando de alguém que realmente sabe o que está fazendo.

2. Construa uma marca forte

Empresas bem-sucedidas investem tempo e dinheiro na construção de uma identidade forte. Mesmo sendo um vendedor independente, uma marca forte ajudará seu negócio.

Ter uma identidade de marca forte é muito mais do que ter um nome e um logotipo.

É necessário entender quem você é, por que o que você faz é especial, qual é sua história e, em seguida, projetar esses valores em tudo o que você faz.

Muitos consumidores interpretam a maneira artesanal de produção como autêntica e interessante em comparação com os produtos feitos em massa.

Então, conte ao público como funcionam as suas etapas de produção e mostre na prática os “bastidores”. Isso pode ajudar na construção de uma marca realmente forte.

Posicionamento de Marca De A a Z – Online e Offline com Felipe Martins- Fundador do Portal Publicitário!

3. Precifique do jeito certo

Se você deseja um negócio saudável, vale a pena investir tempo no início para acertar nos preços. Caso contrário, mesmo que você obtenha muitas vendas, seu negócio fracassará.

Considere todo o esforço com a produção (tempo, compra de materiais e embalagem) para obter uma margem considerável com o preço cobrado ao cliente.

Não se esqueça de pesquisar como os outros vendedores precificam artesanatos parecidos com o seu. Isso lhe dará uma noção de quanto o cliente está disposto a pagar.

Essas são dicas básicas que, para começar, serão valiosas na missão de atingir o ponto de equilíbrio, em que seu trabalho é vendido e você cobre os custos.

Precificação de Produtos: como fazer da maneira correta e obter lucro.

4. Comece nas redes sociais

Em poucos passos, você consegue criar um perfil comercial para o seu novo negócio de artesanato e sem gastar nada.

Os amigos que seguem o seu perfil pessoal nas redes podem migrar para o seu perfil comercial e ainda ajudar na divulgação das primeiras peças.

Eles também podem ser os seus primeiros clientes.

Com o perfil nas principais redes sociais, principalmente no Instagram, você já conhece ter um grande alcance e fechar um bom número de vendas nos primeiros meses.

5. Crie uma loja virtual

Criar uma loja online é mais fácil do que nunca. As inúmeras plataformas de e-commerce oferecem ferramentas simples a um preço acessível.

Investindo em um negócio online próprio, você está dando um passo a mais para conquistar a credibilidade dos clientes e construir uma marca com autoridade no mercado.

Será mais fácil para os clientes do mundo todo encontrarem seu negócio por meio do Google e fechar uma compra em pouco tempo.

começando do zero sua loja virtual

6. Venda em marketplaces

Além de criar a sua própria loja virtual, existe a opção de vender seus artesanatos em marketplaces. Você pode se cadastrar nesses sites para alcançar um público maior.

Existem os marketplaces gerais, como o Mercado Livre, mas também existem os marketplaces de nicho. No Brasil, um marketplace de nicho para artesanato é o Elo7.

A vantagem é que é muito simples de usar: basta criar um perfil para cadastrar os produtos e depois inserir fotos e descrições técnicas.

Você também pode investir algum dinheiro no marketplace se quiser melhorar a visibilidade dos seus produtos com anúncios.

Viu como criar artesanato para vender pode ser simples? Com a nossa lista de 31 peças artesanais, o mais importante agora é decidir em qual delas você vai investir. Boa sorte!

Que tal aprender alguns insights para otimizar as suas vendas online? Aproveite para baixar o e-book da Escola de E-commerce com 17 estratégias para turbinar suas vendas!

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a escrever um.

Deixe seu comentário