Afinal, o que faz um analista de e-commerce? Entenda!

Com o avanço dos meios de comunicação online e os resultados significativos do e-commerce na economia, novas profissões estão sendo criadas, no […]

Com o avanço dos meios de comunicação online e os resultados significativos do e-commerce na economia, novas profissões estão sendo criadas, no intuito de otimizar a gestão dos novos processos. Atualmente, umas das profissões mais procuradas pelas empresas é a de analista de e-commerce — um profissional responsável por mensurar o sucesso da presença de uma loja no meio online.

O analista de e-commerce realiza diversas atividades, como gerar relatórios de vendas, analisar tendências de compras dos clientes, avaliar mudanças no mercado digital, entre outras. De modo geral, ele colabora na elaboração dos processos que estruturam a loja online.

Quer saber mais sobre o que um analista de e-commerce faz? Acompanhe nosso artigo e entenda por que o trabalho desse profissional tem se tornado essencial para as lojas virtuais. Boa leitura!

Quais são as principais atividades desenvolvidas pelo analista de e-commerce?

De forma objetiva, podemos dizer que o analista de e-commerce é o braço direito do gerente e, por isso, precisa saber como o negócio funciona como um todo, ocupando uma posição indispensável nas empresas. Afinal, é necessário entender muito bem a empresa para ter mais chances de sucesso no mundo online.

As principais atividades do analista de e-commerce são avaliar e coordenar as estratégias de desenvolvimento do negócio, para alcançar as metas estabelecidas e aumentar a eficiência das vendas online. Contudo, em alguns casos, o profissional pode ser direcionado apenas para determinada área, como de mídia e logística, por exemplo.

Ele também é responsável por diversas funções operacionais, que incluem:

  • cadastro e descrição de produtos;
  • elaboração de relatórios;
  • gestão de softwares ERP;
  • recebimento e processamento de pedidos;
  • emissão de notas fiscais e conferência de estoques;
  • acompanhamento das campanhas de Google Ads, Facebook e Instagram Ads;
  • envio de e-mail marketing para a base de clientes;
  • atendimento dos clientes pelos canais digitais da empresa;
  • acompanhamento da separação, embalagem e entrega dos produtos.

Além disso, o analista de e-commerce também precisa conhecer técnicas de SEO para que as descrições dos produtos no site ajudem a alavancar a posição da loja virtual nas ferramentas de busca. Resumidamente, a essência do trabalho é analisar os dados do e-commerce e descrever variações no padrão de vendas online, a fim de que a equipe possa tomar as melhores decisões para o negócio.

Qual é a importância desse profissional para o e-commerce?

Se, há um tempo, o e-commerce era considerado uma novidade, hoje em dia, é quase impossível encontrar uma marca que não atue nesse meio. Diante disso, os negócios precisam de um profissional que não saiba apenas lidar com a parte técnica, mas que ofereça estratégias eficientes que impulsionem o crescimento e o alcance de bons resultados.

Como se isso não fosse bastante, outro fator que merece atenção é o perfil dos clientes atuais, cada vez mais exigentes e informados com relação à sua experiência com as empresas. Logo, há a necessidade de profissionais especializados que sejam capazes de oferecer uma experiência de compra positiva ao consumidor, para se destacar entre os concorrentes e garantir a satisfação do cliente.

Além disso, funções como cadastrar e otimizar os produtos da loja, gerenciar ações de marketing digital e prestar suporte aos clientes são essenciais para o sucesso de qualquer negócio. Essas ações estão, de certa forma, presentes em todas as tarefas necessárias para fazer a loja funcionar. Isso mostra a importância do papel do analista de e-commerce.

Quais são as habilidades essenciais do analista?

Em geral, a função é atribuída a profissionais com perfil híbrido, ou seja, que utilizam diariamente conhecimentos diversificados, como design, fotografia, redes sociais, e-mail marketing e atendimento ao cliente.

Devido à necessidade de tantos conhecimentos específicos, um bom analista de e-commerce precisa ter um perfil proativo e analítico, assim como analisar as informações de forma coerente e compreender o que está acontecendo na empresa como um todo. Além disso, é necessário desenvolver habilidades de comunicação, para articular devidamente os resultados das análises, negociar com fornecedores e se relacionar com os clientes.

Em razão disso, é importante saber manipular algumas ferramentas para a realização das atividades. Entre as principais estão: softwares de análise de dados, Google Analytics, plataforma de e-commerce, e-mail marketing, editor de imagens, entre outras.

Outras habilidades importantes para o profissional que trabalha com e-commerce são as seguintes:

  • ser capaz de trabalhar sob pressão;
  • ter habilidade de tomada de decisão;
  • realizar as tarefas no prazo necessário;
  • ser engajado e ter espírito empreendedor;
  • lidar com gestão de vendas e de processos da loja online;
  • elaborar relatórios claros e manter registros importantes;
  • ser organizado e gostar de trabalhar com gestão;
  • apresentar conhecimentos sobre marketing digital e plataformas de e-commerce.

É relevante destacar que todas essas habilidades técnicas podem ser perfeitamente desenvolvidas por qualquer profissional, não necessariamente alguém com graduação específica em cada área. É possível especializar-se no ramo e adquirir todas as competências esperadas do profissional.

Como funciona a relação do analista de e-commerce com os demais setores da empresa?

De modo geral, dizemos que, para um e-commerce ser bem-sucedido, a integração dos setores é essencial para o bom funcionamento do negócio, sobretudo os profissionais de marketing digital e de logística. Afinal, enquanto um torna a empresa conhecida no mercado, o outro setor garante a rapidez e a qualidade da entrega dos produtos.

Como dito, em alguns casos, o analista de e-commerce pode atuar em diferentes áreas, sobretudo se tratar de um grande varejo. Por isso, a sua atuação, juntamente a outros profissionais da empresa, permite definir as melhores estratégias para o bom desenvolvimento do e-commerce e garante o cumprimento das metas com maior rapidez e eficiência.

Portanto, entender como todos os processos funcionam e são realizados é essencial para garantir bons resultados nas operações. Nesse caso, a função de analista de e-commerce faz toda a diferença, tanto para a empresa quanto para os clientes. Por isso, a importância de contar com o apoio desse profissional para otimizar as atividades envolvendo a loja virtual.

Gostou do nosso post? Quer acompanhar mais conteúdos exclusivos como este? Então, siga as nossas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades. Estamos no Facebook, no Instagram, no YouTube e no Spotify!

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário