Crossdocking – Aprenda como vender seus produtos sem necessidade de estoque!
Rede de display: entenda como funciona e se vale a pena investir

Afinal, vale a pena investir em um mercado de nicho?

Publicado em: • Última Atualização:

Funcionando como um submercado dentro de um segmento maior, o mercado de nicho atende a públicos específicos, satisfazendo suas necessidades de forma bem direcionada. Especialização é palavra de ordem aqui.

É simples: enquanto o segmento de moda é um grande mercado, a área de roupas para gestantes é um mercado de nicho. Na esfera da alimentação, temos o mercado de nicho das pessoas vegetarianas e veganas. No mundo dos esportes, há submercados direcionados a diferentes atividades, como os esportes de aventura.

Na prática, devido a suas necessidades específicas, esses consumidores acabam encontrando muita dificuldade para achar produtos que realmente atendam às suas demandas. Entra aí o mercado de nicho para oferecer as soluções exatas para o que procuram!

Mas até que ponto vale a pena investir em um mercado de nicho? Curioso? Então fique de olho, porque separamos aqui as principais vantagens e desvantagens para você colocar na balança e tirar suas próprias conclusões. Acompanhe!

1. Segmentação

Ao atuar em um mercado de nicho, você segmenta uma parte de um grande mercado, atuando com um público-alvo mais específico. E saiba: mesmo submercados podem englobar públicos gigantescos, já que existem consumidores espalhados não só por todo o Brasil, mas pelo mundo afora.

O mais legal é que, com a internet, tornou-se possível alcançar todas as pessoas que se encaixam em seu público-alvo, independentemente de sua localização! Afinal, nada impede que um e-commerce com base em São Paulo faça entregas no Amazonas ou mesmo no exterior!

Vantagens

  • Clareza sobre quem é seu mercado-alvo;
  • maior compreensão do público e maior identificação com os clientes;
  • mais facilidade para divulgar sua marca entre quem precisa dela.

Desvantagens

  • Dúvida se o mercado escolhido é grande o suficiente para ser lucrativo;
  • sensação de perda de clientes por não atender um público mais amplo.

2. Concorrência

Em um mercado de menores dimensões, a concorrência também é naturalmente menor. Isso é, sem dúvida, um alívio para muitos empreendedores. Assim, seja você iniciante ou experiente, não precisar se preocupar tanto com a concorrência pode ser um ponto a favor na escolha do mercado.

Vantagens

  • Maiores chances de dominar o mercado;
  • facilidade para posicionar a empresa;
  • tranquilidade para trabalhar no dia a dia.

Desvantagens

  • Falta de validação do mercado, caso você seja o primeiro a empreender na área;
  • dificuldade para encontrar referências e dados para benchmark — comparação com outras empresas do segmento.

3. Especialização

Quando você decide trabalhar em um mercado menor, uma das principais exigências é conhecer bem o produto. É preciso saber exatamente do que o público desse mercado precisa. Quais são suas necessidades e seus desejos? Só assim dá para entender o que um bom produto deve entregar.

Para quem é apaixonado pelo segmento em que está empreendendo, essa pode ser uma tarefa bem fácil. Por outro lado, alguns empreendedores precisarão estudar sobre os produtos antes de começar a vendê-los em seu e-commerce.

Vantagens

  • Ótimas chances de satisfazer aqueles consumidores que sempre encontram dificuldades para encontrar o que procuram;
  • possibilidade de ter clientes em todo o Brasil ou até mesmo pelo mundo.

Desvantagens

  • Público bastante exigente;
  • necessidade de especialização.

4. Diferencial

Ao atuar em um mercado de nicho, sua marca se diferencia naturalmente dos maiores competidores do mercado. Nesse contexto, adotando um posicionamento mais específico e especializado, o público compreenderá facilmente quais são os diferenciais da sua empresa.

Vantagens

  • Posicionamento claro;
  • diferenciação de mercado diante dos grandes competidores;
  • comunicação precisa;
  • fortalecimento rápido e consistente da marca.

Desvantagem

  • Pode ser difícil se diferenciar caso existam outros competidores no seu nicho.

5. Marketing

Como consequência do posicionamento de nicho surge o marketing de nicho, direcionado a um público específico, que deve falar exatamente a língua da tribo que você pretende atingir. Caso contrário, não haverá identificação. A boa notícia é que fica muito mais fácil estabelecer uma comunicação precisa.

Vantagens

  • Desenvolvimento de uma comunicação próxima e com a cara do seu consumidor;
  • redução dos custos com marketing e comunicação, já que é mais fácil acertar na segmentação de público;
  • facilidade para traduzir o posicionamento interno em posicionamento de mercado.

Desvantagem

  • Os responsáveis pelo marketing precisam captar o tom de voz e as peculiaridades do público para a marca não soar falsa e pretensiosa.

6. Fidelização

A fidelização faz toda a diferença para qualquer negócio. Afinal, como você provavelmente sabe, conquistar novos clientes sai mais caro que manter os atuais. Portanto, quanto maior for a fidelização, maior tende a ser também a lucratividade da marca!

No caso de um mercado de nicho, você lida com clientes que têm necessidades bem específicas. Mas não tem segredo: se sua loja for capaz de satisfazer essas necessidades, a fidelização ocorre de forma natural.

Vantagens

  • Fidelização de clientes tende a acontecer em maior proporção e de maneira mais rápida quando comparada aos grandes mercados;
  • mais clientes se tornam defensores e propagadores da marca, indicando a loja para amigos e conhecidos.

Desvantagem

  • A marca precisa conhecer a fundo os hábitos e as preferências do público para garantir a fidelização.

7. Demanda

Um dos grandes desafios de um e-commerce de nicho (ou de qualquer negócio especializado) é medir com exatidão a relação entre oferta e demanda. E nada de seguir o feeling, ok? É preciso fazer pesquisas de mercado para determinar se realmente há demanda suficiente para o tipo de produto que você pretende comercializar.

Para fazer essa lição de casa, é válido pesquisar a quantidade de buscas mensais pelas palavras-chave relacionadas a seu negócio. Para isso, você pode contar com ferramentas como Google AdWords, Keyword Tool e SemRush.

Vantagens

  • Facilidade para atender às demandas existentes;
  • possibilidade de fazer pesquisas de palavras-chave para entregar exatamente o que o público procura.

Desvantagens

  • Possível dificuldade para determinar se a demanda existente é suficiente para o sucesso do empreendimento;
  • falta de conhecimento de marketing digital pode ser um ponto negativo.

Quando encarado com seriedade e comprometimento, um mercado de nicho pode ser um ótimo investimento. E isso vale especialmente para quem trabalha com um e-commerce, já que na internet é mais fácil encontrar públicos de mercados específicos. No entanto, é importante ficar atento aos desafios que esse tipo de negócio apresenta, que são tão peculiares como as demandas do seu público.

Por fim, aproveite para aprofundar seus conhecimentos sobre mercado de nicho lendo nosso post sobre nichos de mercado inexplorados!

Conheça os produtos mais promissores para vender na internet

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

Afinal, vale a pena investir em um mercado de nicho?
5 (100%) 1 voto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *