SEO: Como configurar corretamente na plataforma Tray
O que é conversão e como aumentá-la na sua loja Tray

8 erros cometidos por empreendedores on-line iniciantes

Publicado em: • Última Atualização:

É fato: empreender na internet é uma excelente maneira de conseguir não só uma renda extra, mas efetiva autonomia financeira. Já parou para pensar que os negócios on-line são naturalmente mais escaláveis, principalmente porque rompem barreiras geográficas e têm a tecnologia trabalhando a seu favor? Pois com esse conhecimento (e alguns aprendizados mais) é sim possível se tornar um empreendedor on-line bem-sucedido!

Mas é preciso ter atenção, porque montar um negócio on-line exige certos cuidados, viu? Nesse sentido, a boa notícia é que muitos dos erros geralmente cometidos por iniciantes podem ser resolvidos com um pouco de esforço, simplesmente estudando. Foi pensando em tudo isso que resolvemos trazer para este post os 8 principais erros cometidos por empreendedores on-line iniciantes. Confira e evite cair nessas armadilhas!

1. Não estudar o suficiente

Logo de cara, já apresentamos um dos maiores clichês do empreendedorismo brasileiro: a mais pura e simples falta de estudo. Muitas vezes, a pessoa acredita tão piamente no potencial da sua ideia que nem sequer pensa que deve estudar técnicas e práticas de administração, bem como especificidades do mercado em que vai atuar ou processos gerais para a montagem de um negócio.

Entenda desde já: colocar seu projeto em prática é sim muito importante, mas isso não torna a teoria menos essencial! Então trate de separar um tempo para se dedicar aos estudos, capacitando-se na área de atuação do seu novo negócio. Só assim conseguirá evitar erros iniciais comuns. Prepare-se para ler bastante! Quer algumas sugestões para começar? Que tal A Startup Enxuta, Business Model Generation ou o Manual do Empreendedor?

2. Não fazer um bom planejamento

Para que você tenha um modelo de negócios sólido, precisa se planejar. Pular essa etapa é um erro grave cometido por muitos empreendedores on-line iniciantes, que geralmente pecam de 2 maneiras completamente diferentes: pelo excesso ou pela falta.

No primeiro caso, o empreendedor investe muito dinheiro em um plano de negócios rebuscado, feito por um consultor externo. Com isso, o futuro empresário acaba terceirizando o planejamento por inteiro por acreditar que, no fim das contas, terá em mãos um verdadeiro manual de como ser bem-sucedido. Na verdade, porém, o mais provável é que ele invista muito dinheiro sem necessidade, permanecendo sem conhecimento suficiente para usar o plano. O extremo oposto é cometido por empreendedores on-line que não se planejam de forma alguma, crendo que a ideia, por si só, fará o empreendimento funcionar.

Para não cometer nenhuma dessas falhas, tente começar por um simples Canvas. Essa ferramenta é extremamente simples e acessível, consistindo basicamente em um quadro para ser preenchido. Nesse 9 campos serão inseridas as características essenciais do empreendimento, formando com isso um planejamento já suficiente para pelo menos dar início a seu projeto. E o melhor: sem gastar um centavo sequer!

3. Não praticar o desapego

Uma mentalidade bastante difundida no Brasil é a de guardar sua ideia supostamente brilhante a 7 chaves. Na prática, porém, essa noção é simplesmente terrível! Pense: uma ideia que não é colocada à prova não vale dinheiro. Assim, a única forma de testar o valor do seu negócio dos sonhos é justamente falando sobre ele.

Conheça bem seus consumidores, converse sobre o projeto com pessoas mais experientes e mentores, participe de eventos sobre empreendedorismo, escute e anote com cuidado as opiniões de terceiros. Perca o medo de mudar de ideia se isso se mostrar necessário e nada de investir dinheiro antes da validação final — o que você vai entender com o próximo tópico da nossa lista!

4. Não validar a ideia antes de investir

Validar a ideia é absolutamente essencial antes de desembolsar dinheiro em seu projeto, ok? Por mais que algumas formas de validação informais já tenham sido mencionadas no tópico anterior, há outras possibilidades. Nesse contexto, uma prática recomendável é o produto mínimo viável. Aliás, lançar mão dessa técnica foi a decisão de diversas startups de sucesso — como Dropbox, AirBnb e Zappos.

O método consiste em usar um produto simples e barato, mas com muita capacidade de fornecer informações relevantes sobre sua ideia. No caso de um e-commerce, você pode começar por um marketplace antes de investir em uma loja própria ou até começar com menos. Confira a história da Zappos e entenda como isso pode ser possível!

Aprendendo com a Zappos

Antes de criar uma loja de sapatos on-line, o fundador Nick Swinmurn resolveu tirar fotos das mercadorias de vendedores da sua região, publicando-as em um site de loja virtual simples. Inclusive, esse passo foi dado sem que os produtos necessariamente existissem em estoque!

Ao descobrir que havia sim demanda pelos calçados, o empreendedor confirmou sua hipótese de que as pessoas estavam dispostas a comprar calçados on-line. Comprando os produtos nas lojas físicas a cada novo pedido e os revendendo, conseguiu o capital inicial para financiar seu próprio negócio. Pense bem: se ninguém comprasse os itens dessa forma, não haveria por que investir em um e-commerce mais elaborado!

5. Não administrar o capital de giro

Suponhamos que você abre sua loja virtual e o negócio escala rapidamente. As coisas vão bem e você tem uma boa base de clientes. Seu empreendimento parece um sucesso! Mas aí o dinheiro para investir acaba. Com isso, você não consegue repor a parte necessária do estoque, mesmo com uma fila enorme de consumidores querendo comprar. E então, o que fazer? Pois essa situação pra lá de complicada poderia ter sido evitada com a administração do seu capital de giro!

O capital de giro é basicamente o dinheiro que mantém seu negócio funcionando. Para não ter problemas nesse sentido, há diversas possíveis saídas, como diminuir os prazos de pagamento dos clientes e aumentar os dos fornecedores, bem como ter um bom controle de estoque e fluxo de caixa. Como é essencial entender o conceito, sua função e como administrá-lo, leia um pouco sobre o básico da administração financeira!

6. Não fechar uma sociedade vantajosa

Uma sociedade sempre parece ser uma boa ideia, não é mesmo? Sem tomar os devidos cuidados, porém, essa impressão só dura até os primeiros problemas aparecerem. Para evitar erros ao escolher um parceiro de negócio, há uma série de perguntas que devem ser feitas. Reflita: que valor um novo sócio pode adicionar? As responsabilidades de cada um foram bem definidas? A outra pessoa é confiável?

Se tiver interesse em formas alternativas de sociedade, há sim modelos contratuais. É o caso do vesting, que permite que a pessoa adquira um percentual da empresa de acordo com a contribuição real em termos de trabalho e recursos. Essa é sim uma forma interessante de quantificar o percentual de uma sociedade, mas existem também outras opções. Encontre a melhor de acordo com as necessidades da sua empresa e pesquise bastante antes de fechar a negociação!

7. Não pesquisar sobre o mercado

Para ter um negócio bem-sucedido, você precisa entender o mercado em que atua. Quais são seus concorrentes? Que nicho é mais lucrativo? Qual será seu público-alvo? Quanto mais você conhecer o mercado em questão, mais base terá para tomar decisões precisas. Pode acreditar: com uma boa pesquisa, seus investimentos em marketing serão efetivos e seu empreendimento se tornará infinitamente mais competitivo.

8. Não persistir

Empreendedores on-line bem-sucedidos investem tempo e dedicação para conseguir alcançar o topo com suas empresas. Por mais que montar o próprio negócio possa, a princípio, ser uma experiência intimidadora, assim como maior parte dos novos aprendizados, vai se tornando menos aterrorizante com a prática.

Se você ficar atento aos erros listados aqui, suas chances de sucesso já aumentam bastante. De toda forma, se você falhar, saiba que essa é só mais uma fase do processo de aprendizagem comum a todo empreendedor! O importante é não desistir e continuar tentando!

Gostou das nossas dicas? Para acompanhar mais materiais sobre empreendedorismo on-line, siga nossos perfis nas redes sociais: estamos no Facebook, LinkedIn e Twitter!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

8 erros cometidos por empreendedores on-line iniciantes
Avalie esse artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10% de desconto
50% de desconto
10% de desconto
30% de desconto
20% de desconto
30% desconto
50% de desconto
20% de desconto
30% de desconto
50% desconto
30% de desconto
50% de desconto
Gire e ganhe desconto no ingresso
Digite seu endereço de e-mail e gire a roda. Esta é sua chance de ganhar descontos incríveis!

Escolha a cidade para o desconto!

Regras:
  • Uma chance por email
  • Não acumula para outra cidade
  • Enquanto durarem os ingressos free.