Custo de Aquisição de Cliente: 11 dicas para reduzi-lo
Fim do boleto sem registro e do e-Sedex: saiba como essas mudanças impactam o e-commerce

7 segredos para fotografar produtos para e-commerce corretamente

Publicado em: • Última Atualização:

Você sabe como fotografar produtos para sua loja virtual? Ou será que acha que esse é um detalhe sem importância? Pois saiba desde já: a apresentação das mercadorias é capaz de fazer uma enorme diferença nos resultados do seu negócio.

Em um mundo ideal, seria ótimo que sobrasse verba suficiente para terceirizar essa atividade e, assim, ter menos trabalho, não acha? Mas especialmente quem está iniciando no mundo do e-commerce sabe como é importante colocar a mão na massa para tentar resolver os problemas internamente a fim de não atrapalhar o orçamento. Que tal começar por aí?

No post de hoje, vamos mostrar alguns dos principais cuidados que você deve ter na hora de fotografar os produtos para sua loja virtual, detalhando 7 segredos de uma boa foto. Então vamos lá?

Assista ao Escola Responde e veja mais dicas sobre foto e design:

 

1. Prepare-se com antecedência

Se a forma como os produtos são expostos influencia diretamente a taxa de conversão da sua loja, não tem jeito: você precisa dedicar tempo e recursos para pensar um pouco nas estratégias mais adequadas para produzir o melhor material possível.

Tenha em mente que não se trata apenas de uma questão estética, uma providência para deixar o site mais bonito. Por não ter contato físico com o produto, o consumidor digital dá muita atenção às fotos. Afinal, são elas que o ajudarão a se decidir (ou não) pela compra.

Dito isso, comece reservando um período específico para a execução dessa tarefa. Isso porque fica bem mais fácil realizar esse tipo de atividade quando realmente nos concentramos nela durante um tempinho. Além disso, o preparo com antecedência ajuda na organização do trabalho.

A verdade é que o improviso não combina muito com esse tipo de trabalho. Então faça um planejamento cuidadoso, pensando em quais produtos serão fotografados, que aspectos de cada um precisam ser mais valorizados e quanto tempo será preciso dedicar à atividade para ter um bom resultado.

2. Cuide da iluminação

Com os produtos separados, é hora de dar atenção à escolha do local para a produção das fotos. Lembre-se de que, ao mesmo tempo que a iluminação certa tem o poder de valorizar as mercadorias, o inverso também é verdadeiro: fotos mal tiradas podem passar uma impressão ruim para o cliente — o que não é nada bom para as vendas.

Como a luz natural é sempre bem-vinda, garanta que o espaço seja naturalmente iluminado. Se possível, vale até tentar um ambiente externo, viu? Na hora da produção do cenário, o ideal é fazer as imagens usando um fundo branco. Dependendo do tipo de produto, uma cartolina já serve para simular o efeito de fundo infinito. No caso de produtos maiores, um tecido branco ou outro material do tipo pode funcionar bem.

Ainda em relação a esse ponto, vale darmos uma última dica: evite usar o flash. É isso mesmo! Ao contrário do que muita gente pode pensar, esse recurso normalmente prejudica a nitidez da imagem e produz sombras indesejáveis.

3. Explore diferentes ângulos

Não economize nas fotos do seu site. Desde que sem exagerar no tamanho das imagens, para não prejudicar o carregamento da página, é não só possível como recomendável trabalhar com um número maior de fotografias.

Para que isso faça sentido para o cliente, no entanto, é importante mostrar o produto em ângulos distintos, valorizando seus diferenciais. Se sua loja trabalha com diversas opções de cores de um mesmo item, por exemplo, por que não mostrar esse leque para o consumidor?

Sempre que possível, procure ainda expor o produto em situações reais. Seu e-commerce trabalha com joias? Exiba as peças em uso! Assim fica mais fácil criar uma identificação. No caso de eletroeletrônicos, além da imagem geral do produto, mostre mais detalhes dos dispositivos, enfatizando seus pontos fortes — como o design e os recursos do aparelho.

4. Invista em bons equipamentos

A verdade é que não adianta investir em uma produção de qualidade, mas descuidar da atualização. Pensando nisso, vale a pena analisar a compra de uma boa câmera. Por mais que o celular sirva bem para produções fotográficas pessoais, se você quer assegurar uma imagem mais profissional para seu negócio, equipamento de qualidade faz toda a diferença.

Precisa de uma mãozinha? É simples: na hora de fazer suas pesquisas, comece analisando as Digitais SLR, que são indicadas para esse tipo de trabalho devido à possibilidade de troca das lentes. Aliás, será preciso orçá-las também, assim como os tripés.

5. Passe a impressão certa

Na hora de fotografar produtos para o e-commerce, é preciso ter bastante cuidado em relação à perspectiva. Afinal, seu cliente não pode questionar as dimensões do item. É claro que essas informações também devem fazer parte da descrição, mas, de toda forma, a imagem não pode deixar os usuários em dúvida.

Nesse sentido, a principal dica dos especialistas é: use outros produtos, mais conhecidos pelo público, como referência. Só tome cuidado na hora de posicioná-los para não criar problemas na escala ou distorções.

6. Reserve tempo para a edição

Com as imagens produzidas, é hora de fazer a edição do material. E nem pensar em analisar a qualidade das fotos na própria câmera, ok? Para essa avaliação, o melhor meio é mesmo o computador.

Ainda que você não pretenda se tornar um expert nos softwares de edição, é importante aprender a lidar pelo menos com algumas funcionalidades básicas. A boa notícia é que, como os programas são bem intuitivos, fica fácil fazer alguns ajustes, como cortes e correções de cor.

Em relação à formatação do arquivo, lembre-se de que é crucial padronizar o tamanho das imagens. Para não correr o risco de errar, siga as recomendações feitas pelo fornecedor da sua plataforma de e-commerce!

7. Fique atento aos detalhes

No fim das contas, a produção de boas fotos não ajuda apenas na exposição do produto (o que aumenta a confiança do cliente na sua loja), mas também dá uma mãozinha na estratégia de divulgação. Hoje em dia, por exemplo, é difícil ganhar visibilidade sem recorrer às redes sociais. E, nesse caso, vale a regra: uma boa imagem vale mais que mil palavras.

O detalhe é que, especificamente no caso do comércio eletrônico, o conceito de qualidade não é tão simples. É preciso sim ter fotos atraentes e bem produzidas, mas que também valorizem o produto, enfatizando seus principais atributos. Para chegar nesse resultado, cada detalhe é importante, desde a escolha do produto à edição.

A verdade é que o usuário da internet não só é bastante exigente como tem hoje muitas opções à sua disposição. Daí a necessidade de se fazer investirmos para proporcionar a ele a melhor experiência possível. É preciso caprichar! Afinal, diante do aumento da concorrência, ignorar as oportunidades simplesmente não é uma ideia.

Por fim, se gostou das nossas dicas de hoje, aproveite para conferir também nosso post sobre como montar um pequeno estúdio para facilitar a produção de fotos do seu e-commerce!

Ficou com alguma dúvida? Faça parte do nosso grupo no Facebook com especialistas em e-commerce e outros lojistas e envie sua pergunta.

Está pensando em criar uma loja virtual? Faça o teste e descubra se você está pronto!

7 segredos para fotografar produtos para e-commerce corretamente
Avalie esse artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *