18 ferramentas para criar um logo profissional online

Ter um site que carrega rápido, manter um sistema de checkout que nunca falha e sempre realizar testes de desempenho no e-commerce. […]

Ter um site que carrega rápido, manter um sistema de checkout que nunca falha e sempre realizar testes de desempenho no e-commerce. Esses são alguns dos pontos mais importantes para quem deseja obter resultados com sua loja na web.

No entanto, existe outro detalhe que pode ser decisivo na hora da compra, mas que muita gente acaba deixando de lado: o logo para loja. Essa imagem vai muito além de ser um mero objeto de design. Se bem elaborado, ele pode ser uma peça importante para a queda ou aumento dos números da sua empresa.

O que muita gente ainda não sabe é que é possível criar um logo online e uma identidade visual que tenha tudo a ver com a sua marca e a ideia que você deseja transmitir para o seu público. Continue com a leitura para saber mais!

Por que é tão importante ter um bom logo

Nós já explicamos, em outro post, como o design da loja online impacta na conversão. É algo que também tem a ver com a importância de um logo profissional para o seu e-commerce.

Assim como um bom design de página pode passar uma ideia de profissionalismo da marca, até mesmo para um leigo, o mesmo vale para o logotipo. De acordo com o Logo Design Team, responsáveis por criar marcas famosas, como as da CNBC e do The Australian Open, isso acontece porque um bom design mostra que sua empresa é legítima, confiável e credível.

Desenhos fracos ou pouco harmoniosos não inspiram a confiança do consumidor, mas um logotipo forte pode gerar credibilidade. E o que não faltam são empresas que tornaram suas marcas conhecidas e fizeram história com elas.

Casos de logos que fizeram história

Nos próximos tópicos, vamos apresentar alguns logos que fizeram história e estão fixados na memória de várias pessoas — sendo facilmente associadas às suas marcas.

I love New York

Antes dos emojis se tornarem uma das coisas mais populares do mundo, o designer Milton Glaser fez história em 1977 ao criar, para o departamento de comércio de Nova York, o icônico (e universal) logo I ♥ NY. Um logotipo que teve sua ideia copiada por várias outras cidades e empresas ao redor do mundo no passar dos anos.

Apple

Antes de Steve Jobs fundar a sua multibilionária Apple no final da década de 70, já existia outra empresa bastante conhecida com esse mesmo nome no mercado: a Apple Records, responsável por artistas como Beatles e Frank Sinatra.

No entanto, o poder dos produtos Apple, da oratória do seu dono e, claro, da sua logo foram tão grandes que a associação da imagem da maçã mordida com os iPhones e iMacs hoje é imediata.

Nike

Nem todo mundo sabe, mas aquele swoosh símbolo da Nike foi desenhado em um guardanapo de papel e custou para o estudante Carolyn Davidson cerca de 35 dólares lá no começo da década de 70, quando ele entregou o trabalho. A ideia do logo é passar um sentimento de positividade e movimento.

O que deve ser considerado na hora de criar o logo para loja

Bem, mas agora que você já sabe da importância de ter um logo profissional para loja e relembrou alguns cases, que tal entender o que deve ser considerado e o que compõe uma boa marca?

Missão, visão e valores

Todo bom logo precisa estar adequado com a missão, a visão e os valores da empresa. Afinal, ela é uma das primeiras coisas que o consumidor notará, portanto, precisa transmitir a mensagem da organização.

Se o seu negócio quer se apresentar como moderno e acolhedor, optar por um brasão clássico e rebuscado, cheio de detalhes e formas, pode não funcionar muito bem. Já aqueles que contam com um negócio mais clássico e sóbrio podem não tirar muito proveito de fontes divertidas, redondas e coloridas.

Aspectos culturais

Tenha sempre em mente que a cultura muda de lugar para lugar e, portanto, uma forma ou cor pode ter significados diferentes em locais distintos. O preto, por exemplo, que aqui representa luto e formalidade, na China significa confiança e alta qualidade.

Dito isso, se você deseja atuar em mais de uma região (dentro e fora do país), o importante é entender como uma determinada forma poderia ser entendida em cada uma delas.

Design clássico

Muitos aspectos do design podem entrar e sair da moda rapidamente. Veja só: durante muito tempo, o degradê foi considerado moderno, depois isso mudou completamente. O mesmo vale para os efeitos de sombra e volume nas marcas — lembre-se de como era o logo do Google no começo dos anos 2000 e como é hoje, mais flat.

Por isso, a dica aqui é sempre tentar criar uma marca usando aspectos do design clássico, que não sairão de moda com o tempo — e não apostar em uma onda que tem chances de ser passageira.

19 ferramentas para criar logo online de forma profissional

Com todo esse embasamento teórico, é hora de conhecer algumas das principais ferramentas voltadas para criar logo online. Confira abaixo!

1. Adobe Illustrator

A principal ferramenta de produção vetorial da Adobe, o Illustrator, sai na frente de todas as outras por ser facilmente operada por praticamente qualquer designer e contar com diversos tutoriais na internet.

O único (e pequeno) problema é que ela é paga. Porém, no site oficial, é possível tanto baixar uma versão gratuita de testes por 30 dias como pagar uma assinatura mensal de menos de R$ 100 pelo uso da ferramenta.

2. GIMP

Totalmente gratuito, o GIMP é uma versão de código aberto do Illustrator. Com ele, além de criar um logotipo, também é possível fazer trabalhos de manipulação de imagem como no conhecido Photoshop.

Para quem nunca trabalhou com essa ferramenta, a dica é olhar os tutoriais disponíveis (em inglês) no site oficial da empresa.

3. Logomkr

Além de ser gratuito, outra parte positiva do Logomkr é que ele dispensa o download, funcionando totalmente online. Porém, não espere encontrar aqui a mesma gama de funções de um Illustrator ou GIMP. A ideia da plataforma é ser bastante simplificada e ir direto ao ponto.

4. Looka Logo Maker

Com preços que vão de 20 até 195 dólares, o Logojoy funciona assim: você entra no site, escolhe alguns padrões de forma, cores e fontes, testa seu logo em produtos como camisetas, caixas e cartões e, quando satisfeito, efetua a compra para receber o arquivo final em alta definição.

Uma mão na roda para quem não quer perder muito tempo produzindo o desenho perfeito para a sua marca.

5. Logodust

No Logodust, a coisa é mais simples ainda: você pode entrar no site, escolher entre centenas de formas, desenhos e fontes gratuitas para combinar e compor o seu logo — ou pode também encomendar uma versão paga e totalmente nova para a equipe.

6. Logaster

Trata-se de uma excelente opção para aqueles que buscam criar um logo online por um preço acessível e de forma simples e rápida. Para utilizá-lo, não é necessário ter conhecimentos técnicos e domínios em ferramentas próprias para edição de imagens — como é o caso do conhecido Photoshop.

Vale destacar que é possível utilizar o site de forma gratuita. Dessa forma, você só precisa pagar caso queira baixar o seu logo em resolução maior, ou se pretende adquirir outros materiais, como é o caso de cartões de visita.

7. Online Logo Maker

Apesar de não contar com uma interface simples, você vai perceber rapidamente que ela é bem intuitiva. Nesse site, você pode criar diversos logos e, caso queira, utilizar imagens salvas no computador.

Ao terminar o processo de criação, basta fazer o download do arquivo, que será salvo no formato PNG com um fundo transparente.

8. Design Mantic

É uma das melhores escolhas para quem está iniciando (ou investindo) um negócio digital, já que ele permite criar logo online, design para site, assinatura de e-mail e imagens para redes sociais.

Além disso, o Design Mantic também contribui para a elaboração de cartões de visita, camisetas, papel timbrado e imagens para campanhas de marketing.

Outra excelente notícia é que ele dispensa a necessidade de instalar qualquer aplicativo no computador ou smartphone, ou seja, o logo é criado diretamente pelo site. Porém, é preciso ressaltar que o download dos materiais criados custa uma pequena taxa.

9. LogoScopic Studio

Você pode criar seu logo totalmente pelo smartphone por aplicativos voltados para essa atividade, como é o caso do LogoScopic Studio (disponível para iPhone). Ele conta com diversas funcionalidades, opções de cores e vários templates que podem ser utilizados sem custo algum para o usuário.

Porém, se você precisar de funcionalidades extras, terá que investir na versão paga do app — ela permite que outros materiais gráficos também sejam elaborados para o seu negócio.

10. Power Draw

Power Draw é outro software totalmente grátis e, como o nome sugere, tem uma interface parecida com a do Corel Draw — isso quer dizer que ele pode ser ainda melhor aproveitado por quem já teve contato com essa ferramenta.

Ele oferece funcionalidades específicas para a criação de logos, um ponto essencial para quem não tem tempo (ou habilidade) para lidar com todas as funções de uma aplicação. Ele também permite a criação de GIFs e desenhos em 2D.

11. Canva

É uma das melhores e mais famosas plataformas para criar imagens para redes sociais, inclusive para produzir logos gratuitamente. Sua interface é bastante intuitiva, bastando apenas clicar, arrastar e soltar para obter a identidade em poucos instantes.

Algumas opções de design são pagas, mas é possível fazer um logo profissional com o que há de grátis, pois tem uma vasta gama de símbolos. E o melhor: pode ser feito tanto pelos navegadores quanto pelos dispositivos móveis.

12. We Do Logos

Esse site permite que você mesmo crie o seu logotipo por meio de um processo descomplicado. Para isso, insira o nome da organização, explore e escolha entre os modelos prontos.

Além disso, é possível optar por um projeto personalizado e único dentro da plataforma. A We Do Logos reúne profissionais freelancers em um único lugar, basta escolher um e contratá-lo. O valor para ter algo exclusivo é de apenas R$ 99.

13. Free Logo Services

Diferente das outras plataformas gratuitas, a Free Logo Services pode ser muito melhor. O seu diferencial está nos passos para fazer um logo. Para quem prefere arquivos de alta resolução e compatíveis com diversos lugares, como impressos e produtos, a ferramenta pede um valor de R$ 85,95.

14. Logo Foundry

Disponível para Android, iOS e Windowns Phone, o aplicativo é uma boa opção para quem procura criar logotipos personalizados de acordo com às necessidades do projeto. Por permitir o acréscimo de camadas, ou seja, mais elementos na produção, pode ser um pouco complexo para as pessoas mais leigas.

No entanto, se for feita a identidade nesse software, tenha em mente que é preciso pagar uma taxa para baixar o arquivo.

15. Tailor Brands

Com seu funcionamento apenas para browser, o Tailor Brands é perfeito para quem não tem nenhuma noção ou experiência em produzir logos. Na página inicial, basta inserir o nome da empresa, definir um slogan e escolher os demais componentes para virar sua marca.

Além de usar inteligência artificial para obter o design, o software é customizável, podendo aumentar ou diminuir os elementos, adicionar textos e alterar tipografias e cores de acordo com o seu planejamento.

16. Zillion Designs

Assim como Canva, essa ferramenta é adequada tanto para criar outros serviços de design quanto para logotipos. Com diversos modelos distintos, o Zillion Designs é intuitivo para usar e permite inserir textos, fontes, cores e ícones.

17. Adobe Spark

Adobe Spark faz parte da família Adobe, mas é gratuito e bem simples para fazer muitas produções, inclusive de logos. Em apenas três passos, é possível ter uma identidade profissional e sem muito esforço.

Primeiramente, basta fazer testes de tamanho e escolher um. Em seguida, personalize o projeto com o que quer por meio de imagens, cores, fontes, layout, alinhamentos e muito mais. Por fim, salve o arquivo em PNG ou JPEG.

18. CorelDRAW

CorelDRAW é concorrente direto do Illustrator e divide opiniões até mesmo sobre os profissionais da área. São as mesmas funções, mas o seu diferencial é ser mais simples, o que é ideal para as pessoas que estão iniciando. Seu único problema são os valores relativamente caros, mas pagando R$ 120,83 por mês é possível ter acesso ao programa.

Boas práticas para a criação de um logo profissional

Agora que você já sabe mais sobre os aspectos técnicos e conhece algumas ferramentas para criar logo online, vamos oferecer algumas dicas para que você siga boas práticas na elaboração de uma identidade mais profissional.

Conheça bem o seu público

Em vários aspectos ligados a um negócio, sempre vem a dica de conhecer bem o seu consumidor. Não é para menos, isso contribui para que várias decisões acertadas sejam tomadas, além de facilitar a criação e a manutenção de um bom relacionamento com o seu público.

Sendo assim, vale a pena identificar vários pontos, como:

  • o que fazem;
  • quais marcas usam;
  • quais são os hábitos de compra;
  • quais são as principais necessidades e preferências.

Obter essa percepção é o ponto que vai ajudar a ter empatia pelos consumidores e, sobretudo, a identificar de que forma a sua empresa deve agir perante o público.

Estude as cores que serão utilizadas

escolha das cores em um logo pode influenciar totalmente as escolhas do seu público. Já reparou como várias redes de fast-foods usam vermelho — como McDonald’s, Burger King, Habib’s, Bob’s e KFC — em suas marcas? Isso é totalmente proposital, já que essa cor inspira desejo e fome (entre outros sentimentos).

Portanto, faça um estudo a respeito de quais ideias sua marca deseja transmitir aos consumidores e analise quais cores estão de acordo com essa ideia. Esse trabalho é muito importante para evitar desinteresse ou qualquer outra sensação que não seja coerente com o seu propósito.

Aposte em um design clean

Sabe aquele ditado “menos é mais”? Ele é o melhor conselho para quem vai criar um logo. Tenha em mente que desenhos simples são bem mais fáceis de serem memorizados e, consequentemente, associados à sua marca — a Nike é o melhor exemplo quando falamos desse assunto.

Portanto, tentar carregar demais na quantidade de elementos ou de cores pode criar uma poluição visual e prejudicar a harmonia da imagem. Nesse caso, você até vai conseguir chamar a atenção do público, mas de forma negativa.

Além do mais, sempre pense no seu logotipo usado de diversas formas: em cartões de visita, em camisetas, no e-mail, entre outras. É necessário verificar se ele ficará bom em vários tamanhos e formas.

Escolha bem as palavras que farão parte do seu logo

A ideia da mensagem do logo é ser objetiva e clara. Logo, não é necessário utilizar muitas palavras — ou até mesmo não usar nenhuma, caso você prefira. Sendo assim, escolha cuidadosamente quais palavras farão parte da imagem.

Faça um benchmarking

O benchmarking consiste no estudo sobre os concorrentes (diretos ou indiretos) e as melhores práticas que eles adotam no mercado. No caso do logo, isso envolve avaliar o que a sua concorrência faz, como cores e formatos, principalmente.

Essa é mais uma forma de garantir que a sua imagem terá total relação com o seu ramo de atuação e que vai atrair os consumidores ideias para o seu negócio.

Evite os modismos

Como dissemos, o degradê já foi muito bem-visto, mas a visão mudou totalmente. Isso serve como lição para que esses modismos sejam sempre evitados. Caso contrário, você corre o risco de ter um logo desatualizado muito em breve e ter todo o retrabalho de repensar a sua marca.

Não se esqueça da fonte

A tipografia também faz parte do estudo e interfere totalmente no logo. Há milhares de fontes disponíveis na internet, isso sem mencionar a criação de uma própria para determinada marca.

Com todo esse volume, pode ser difícil encontrar uma perfeita para o seu negócio, mas existem algumas regras básicas para não cair em erros, como:

  • não usar fontes confusas, como Comic Sans, ZapFino, Chiler, Monotupe Cursiva e Papyrus;
  • evitar utilizar fontes comuns, como Arial, Impact etc;
  • preferir fontes legíveis, como Geomanist, Din, Museo, Raleway, Soho, Roboto, Helvetica.

Teste suas aplicações

É muito importante fazer testes antes de finalizar o material. Afinal, você não sabe em que situações ele precisará ser usado, seja no meio digital ou não. Por isso, preste atenção nos seguintes detalhes:

  • se as tonalidades ficarão diferentes quando forem impressas;
  • se será totalmente compreendido em todos os tamanhos;
  • quais fundos funcionam melhor quando o logotipo é aplicado.

Preste atenção no tamanho

Não adianta fazer um logo incrível se as pessoas não conseguem vê-lo com clareza. O tamanho impacta diretamente nesse fator, por isso faça com uma boa proporção para não confundir o público.

Além disso, procure notar se o logotipo fica ilegível ou confuso ao diminuir em pequenos tamanhos para as redes sociais, por exemplo, pois a definição pode ser influenciada pelas dimensões feitas inicialmente.

Crie de acordo com o seu segmento

Um bom logotipo deve estar alinhado com o mercado de atuação para atingir a audiência certa. Ele precisa ter um significado por detrás para transmitir a mensagem conforme os seus serviços ou produtos.

Um exemplo prático disso é o Dropbox. A marca tem um símbolo de uma caixa, o que remete a um espaço onde são armazenados alguma coisa e, nesse caso, são os arquivos dos usuários.

Pense na sua durabilidade

Um logo precisa passar por anos no mercado, funcionando igual por décadas, como a Coca-Cola. É claro que, em algum momento, será preciso atualizar a marca ou ajustar alguns pontos, mas sua identidade principal não pode mudar jamais.

Há muitas empresas que no início fazem por conta própria e, na medida em que expandem, transformam o logo totalmente várias vezes. Essa atitude não é adequada, pois, é provável que as pessoas nunca associem cores ou formatos da marca em seu dia a dia, e assim não gera impactos sociais.

Proteja sua marca legalmente

Já pensou ter a sua ideia copiada ou, pior, sofrer a acusação de ter copiado outra empresa? Para evitar esse transtorno, o ideal é registrar a sua marca no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI).

Como você pôde ver, criar um logo online é mais fácil do que se imagina, desde que os cuidados listados sejam observados e colocados em prática. Agora você está a um passo de ter uma identidade visual que transmita os valores da sua empresa.

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário